HARAS SANTA RITA DA SERRA - BRASIL

HARAS SANTA RITA DA SERRA - BRASIL
HARAS SANTA RITA DA SERRA - CLIQUE NA FOTO PARA CONHECER NOSSO PROJETO

HARAS REGINA

HARAS REGINA
HARAS REGINA - CLIQUE NA FOTO PARA CONHECER NOSSO PROJETO

HARAS FIGUEIRA DO LAGO

HARAS FIGUEIRA DO LAGO
HARAS FIGUEIRA DO LAGO - São Miguel, São Paulo

STUD H & R

STUD H & R
STUD H & R - TOQUE NA FOTO PARA VER UM UM GP. BRASIL QUE VAI FICAR NA HISTÓRIA

HARAS SANTA MARIA DE ARARAS

HARAS SANTA MARIA DE ARARAS
AEROSOL, MESMO DEVOLVIDO PROVOU SER CRAQUE: TOQUE NA FOTOGRAFIA E VENHA CONHECER O BERÇO DE CAMPEÕES

HARAS SANTA TEREZA DO BOM RETIRO

HARAS SANTA TEREZA DO BOM RETIRO
ONDE A VELOCIDADE IMPERA - CLIQUE NA FOTO PARA CONHECER NOSSO PROJETO

HARAS NIJU

HARAS NIJU
toque na foto para conhecer nosso projeto

HARAS SANTA LUZIA DA ÁGUA BRANCA

HARAS SANTA LUZIA DA ÁGUA BRANCA
HARAS SANTA LUZIA DA ÁGUA BRANCA: VENCEDORES INTERNACIONAIS EM TRÊS CONTINENTES

albatroz bloodstock agency, Inc.

albatroz bloodstock agency, Inc.
albatrozusa@yahoo.com

segunda-feira, 27 de junho de 2016

PEQUENO PAPO DE BOTEQUIM: A NECESSIDADE DE SE CONSTRUIR O TUNEL

Toda vez que vejo um pelicano aterrisar sobre o mar de Hallandale Beach, penso imediatamente nos Ramseys, Não sei porque, mas é instintivo. Mas vamos por partes.

A Argentina que se acha poderosa em futebol, vai completar 25 anos sem conquistar absolutamente nada. Era esperada que a era Messi, fosse vencedora. Mas não é. Eu diria que Messi, suplantou como atleta a Maradona em todos os conceitos. Menos um, vencer. Mas parece que vencer é o forte dos Ramseys.

Você conhece os Ramseys? Pensar há 10 anos atrás, que eles pudessem fazer parte de algo como Royal Ascot, era como imaginar que dona Dilma tivesse um cerebro próprio, ou o Lula seja a mais pura e honesta alma em nosso pais. Impossível de sequer imaginar. Mas os Ramseys demonstraram algo importante, que o futebol argentino não tem: humildade.

Ver eles chegarem a Royal Ascot era como visualizar aqueles hillbillies do cinema norte-americano, a família de Ferdinand,  chegando a Beverly Hill, após terem ganho na loteria.  Simplesmente bizarro. Porém, embora se vistam como idiotas, tenham caras de idiotas, ajam como idiotas, idiotas são aqueles que acham que eles possam ser idiotas. Nos Estados Unidos dominaram os principais meetings. Em Royal Ascot, embora não dominem, tem posição mais do que significativa. Qual a razão de seu sucesso? Duas. Uma loteria chamada Kitten's Joy e uma concepção do mercado, que poucos teriam capacidade de conceber.

Acho esta familia, gênios. E os que me conhecem sabe que não sou daqueles que dou este titulo a toa. Kitten's Joy foi uma verdadeira loteria, mas isto não foi apenas a razão do sucesso dos Ramseys. Eles fizeram as coisas acontecerem. Eles lutaram para chegar a posição que hoje ocupam.

Ontem publiquei os resultados deste filho de El Prado, aqui mesmo neste blog. Para mim, impressionantes. Kitten's Joy foi feito pelos Ramseys. Ele não é produto de uma combustão natural. São o que são, produto de um esforço de uma familia, que caiu de cabeça em seu projeto, dando a eles, as éguas que necessitava. Como descobriram a exploração de Somethingroyal e Roberto, não cabe a mim descobrir. O importante é que decobriram e hoje diria que Kitten's Joy usufrui destas benesses e está satisfeito com as mesmas. 

Tento fazer o mesmo com a produção do H e R. O Aluízio elegeu seu reprodutor e eu tentei dar ao mesmo as éguas que ele genéticamente precisava. A coisa ainda não embalou da forma que sonhamos, mas já foram vencidos um Brasil e um Derby carioca. O que não é nada mal. Tem gente que cria a vida inteira, e sequer conseguem vencer uma destas provas. Ainda mais tendo um número de apenas 42 produtos, para as seis primeiras gerações.

Logo, existe uma luz no fundo do tunel. O problema é que a grande maioria, não consegue localizar o próprio tunel. Se este é o seu caso, desculpe-me, mas o turfe - mesmo o brasileiro - é uma rocha dificil de ser transposta. Existem adversários que podem ser superiores a você financeiramente falando-se, ou mesmo dotados de sorte ou bem relacionados com o acaso. Mesmo assim acredite, o sucesso está a sua espera do outro lado. Você tem que construir seu próprio tunel. Não adianta tentar derrubar a montanha, ou escala-la. Ou pior desistir e simplesmente tentar por exemplo uma criação de faisões. São criaturas também lindas, mas infelizmente, inuteis...

A Islandia esteve entre as 16 maiores seleções da Europa. Tem pouco mais de 300.000 habitantes, 100 jogadores profissionalisados e um frio mortal. Ilha do Gelo, é o nome do pais. Imaginem, o frio que por lá faz. Outrossim, eles construíram seu próprio tunel, o atravessaram e viram a luz do outro lado. Não sei se um dia voltarão, mas pelo menos uma vez conseguiram. Nos criadores e proprietarios brasileiros, somos mais que uma Islandia, para o turfe mundial. A comparação não é válida, acreditem. Mas teríamos a capacidade de construir um tunel? Muitos poucos sim, a grande maioria não, pois, se há alguma coisa em relação a nossa atividade que posso garantir, é a ausência de uma união.

Não digo que a ida dos Ramseys tenha sido mais dificil que a nossa com Hard Buck ao King George VI. Mas fazer um norte-americano abandonar seu solo e atravessar o oceano, com mais de 50% de chances de perder dinheiro e prestigio, é coisa dificil de se acreditar. O mercado nos Estados Unidos tem um elmo protetor, intransponível em relação a qualquer aventura proposta que possa resultar em prejuízo financeiro. Os europeus, vem e vencem. Os norte-americanos dificilmente vão lá e dão o troco. Eles basearam sua criação no dirt. Desenvolveram suas tribos e suas familias, com esta finalidade. E na Europa, este é o tipo de piso que não existe, nos principais meetings. E aqui entre nós, pela mesma remuneração, é preferivel se ganhar em Santa Anita do que em Newmarket. Não só preferivel como bem mais fácil.

Já expliquei seu processo. O estilo antigo. Primeiro o reprodutor. depois as éguas. Não é fashionable mas funciona. Aqui, aí e acolá. E sabem porque? É de bom senso. É simples. Tem começo, meio e fim. Mas logo, existirá alguém a lhe garantir que um shuttle sempre será melhor negócio. E realmente pode ser. Royal Academy, Elusive Quality, Northern Afleet e mesmo Spend a Buck o foram. Quatro em mais de 60 tentativas. Mas o que deles sobrou além de algumas éguas? Qual o importante garanhão que formamos deles?

Tenho 65 anos e sei que o sucesso imediato funciona melhor para mim, por razões simples de se entender. Não sei se terei mais 10 anos de vida. Vinte já será uma benesse... Mas não se constrói um tunel em um ano. É necessário ser resiliente e aplicado. Você leva esta construção a um certo ponto, e haverá outra pessoa que poderá terminá-lo.  O importante é o legado que você deixou. Seja ele reconhecido ou não pelo mercado. Aliás os Ramseys são bem mais velhos que eu, e trataram de construir o seu tunel, enquanto tinham força. Agora, se utilizam do mesmo, quando decidem ser necessário.