HARAS SANTA RITA DA SERRA - BRASIL

HARAS SANTA RITA DA SERRA - BRASIL
HARAS SANTA RITA DA SERRA - CLIQUE NA FOTO PARA CONHECER NOSSO PROJETO

HARAS REGINA

HARAS REGINA
HARAS REGINA - CLIQUE NA FOTO PARA CONHECER NOSSO PROJETO

HARAS FIGUEIRA DO LAGO

HARAS FIGUEIRA DO LAGO
HARAS FIGUEIRA DO LAGO - São Miguel, São Paulo

STUD H & R

STUD H & R
STUD H & R - TOQUE NA FOTO PARA VER UM UM GP. BRASIL QUE VAI FICAR NA HISTÓRIA

HARAS SANTA MARIA DE ARARAS

HARAS SANTA MARIA DE ARARAS
AEROSOL, MESMO DEVOLVIDO PROVOU SER CRAQUE: TOQUE NA FOTOGRAFIA E VENHA CONHECER O BERÇO DE CAMPEÕES

HARAS SANTA TEREZA DO BOM RETIRO

HARAS SANTA TEREZA DO BOM RETIRO
ONDE A VELOCIDADE IMPERA - CLIQUE NA FOTO PARA CONHECER NOSSO PROJETO

HARAS NIJU

HARAS NIJU
toque na foto para conhecer nosso projeto

HARAS SANTA LUZIA DA ÁGUA BRANCA

HARAS SANTA LUZIA DA ÁGUA BRANCA
HARAS SANTA LUZIA DA ÁGUA BRANCA: VENCEDORES INTERNACIONAIS EM TRÊS CONTINENTES

albatroz bloodstock agency, Inc.

albatroz bloodstock agency, Inc.
albatrozusa@yahoo.com

quinta-feira, 23 de junho de 2016

PEQUENO PAPO DE BOTEQUIM: ROYAL ASCOT - PARTE UM

Nunca aspirei por unanimidade na aceitação de minhas teses. Sinto-me confortado, porque li outro dia que Einstein nunca aspirou nas deles e olha no que deu. E afinal, como diria Nelson Rodrigues, a unanimidade é burra, pois, não raciocina, simplesmente segue. Ademais, fazer parte da elite burra nunca foi meu objetivo. Outrossim, dai a serem minhas teses polêmicas se vai um longo e duro inverno. E explico porque.

Primeiro por elas serem baseadas em números, algo que pode criar tendências mas nunca mentir. Numeros são elementos frios. A arte de junta-los, odenando-os é que pode esquentar a situação. E estas tendências, se existentes se vão por conta dos universos de pesquisas escolhidos. Os meus são as provas de grupo no mundo, logo, acredito que sejam os mais válidos, em se tratando de turfe. Não levo em considerção um hipódromo ou mesmo uma pais. Globalizo-os. E segundo, por minhas teses serem baseadas em estratégias.

Outrossim, seria válido agora abrir-se um parênteses, para o pleno entendimento do que possa ser estratégia. Estratégia não é apenas pura e simplesmente um plano de ação. A meu ver é bem mais do que isto. Trata-se do peso relativo que se dá as questões importantes para o futuro e da forma como as poderiamos abordar, tendo em conta nossas condições financeiras. Isto posto, cabe a cada um decidir a vereda a ser tomada, tendo como base o volume existente de dinheiro em seus bolsos. Fecho aqui o parênteses, que se não entendido, o melhor seria virar-se a página e tentar quem sabe o almanaque do Bolinha.

Publico a grande maioria dos resultados mundiais neste blog, e aos meus patrocinadores, o resumo de como isso afeta o mercado, - ai tendo os resultados totais - em termos de tabelas, divididas em inbreeds, linhas maternas, pais, mães, avôs maternos e pais de segunda e terceiras mães. Isto é uma parte importante dentro do pedigree de cada individual ganhador.

Porque faço isto? Para se criar uma estratégia de investimento, onde a idéias e se gastar o extritamente necessário para que os resultados sonhados venham. Sempre acreditei que você deva criar ou adquirir um elemento pensando em ganhar o King George VI ou o Arco, tendo como consolo que se ele ganhar um grupo 3 no Brasil, pelo menos o esforço não foi totalmente inutil.

Só para se ter uma ideia, dentro das pesquisas gerais que faço em termos mundiais, outras exploro, com o âmago da questão focado o mais próximo possível, daquilo que conceituo como alta classe. E eles são facilmente detectados nos grandes meetings. Royal Ascot, Saratoga, Keeneland, York, Goodwood, o do fim de semana do Arco, enfim, aqueles que conseguem reunir a nata do que esta correndo por sua região. Assim sendo, passo da globalização, para um detalhe de um meeting, porém o faço ciente estar neste meeting a maior concentração de classicismo de uma determinada região. E em se tratando de Royal Ascot, com detalhes de "invasores" de outras pradarias, o que em principio dá ao metting um aspecto global. Em Royal Ascot, ao contrário de Dubai, não se corre apenas pelo dinheiro e sim pela glória.

Acabamos de ter o de Royal Ascot corrido semana passada. Dezoito provas de grupo, além de algumas listed races. Se analisarmos a situação como um todo, isto é graded races + listed races, veremos que o grande vencedor deste meeting foi mais uma vez Galileo. Apenas um ganhador nas provas de grupo, é certo, porém quatro a mais vencedores, nas outras carreiras. Não importa que sua única vitória de grupo tenha sido conseguido na prestimosa, mas já off-broadway Ascot Gold Cup, por intermédio de Order of St. George. O que importa, e´que além de ter ganho outras quatro carreiras, seus produtos foram ainda cinco vezes segundo, um terceiro e ele é o avô materno de Galileo Gold, ganhador do St. James Palace stakes (Gr.1). Quem pensar diferente, que o apague da memória, e este será o primeiro passo, para você apagar-se de vez nesta atividade,

Não é fácil para reprodutor algum, ter neste meeting dois ganhadores de grupo, mas mesmo assim, o já desaparecido Scat Daddy o conseguiu. Você tem um? E o fez nas provas destinadas aos dois anos, com dois elementos, que em minha opinião não ficarão apenas por ai. Foram não só incisivos, como deixaram a impressão de uma chefia de suas respectivas gerações. Caravaggio e Lady Aurelia, tem avôs maternos pouco recomendáveis - Holy Bull e Forest Wildcat - mas ambos descendem de consagradas estirpes maternas, a 9-f e a 9-e. Eu acrescentaria, que Scat Daddy, foi uma das perdas prematuras mais sentidas para o turfe mundial, pois estamos falando de um reprodutor com sucesso em três distintos continentes.

Houve este ano, apenas uma linha materna, a consagrada 4-m, que brindrou o publico de Royal Ascot com dois ganhadores de grupo, mas o que corrobora minha tese da importância das linhas maternas na feitura de um pedigree clássico, é que 14, das 17 representadas, estão presentes em minha lista de 18, que sempre levo em minha mente aos examinar elementos a serem vendidos em um leilão.

Muito polemizada é a questão de tribos em extinção. Existem correntes que preferem acreditar que isto seja apenas uma ficção. Eu sou frio nesta questão. Deixo os números responderem a quaisquer dúvidas. Foram dezesseis vencedores e apenas duas tribos: Northern Dancer com 15 e Mr. Prospector com 3. E ai aquela pergunta celebre. O que o orificio anal tem com a cueca? Neste caso, tudo, já que a ausência, é sem dúvida alguma, um dos sintomas da extinção.

Amanhã continuaremos com esta questão.