HARAS SANTA RITA DA SERRA - BRASIL

HARAS SANTA RITA DA SERRA - BRASIL
HARAS SANTA RITA DA SERRA - CLIQUE NA FOTO PARA CONHECER NOSSO PROJETO

HARAS REGINA

HARAS REGINA
HARAS REGINA - CLIQUE NA FOTO PARA CONHECER NOSSO PROJETO

HARAS FIGUEIRA DO LAGO

HARAS FIGUEIRA DO LAGO
HARAS FIGUEIRA DO LAGO - São Miguel, São Paulo

STUD H & R

STUD H & R
STUD H & R - TOQUE NA FOTO PARA VER UM UM GP. BRASIL QUE VAI FICAR NA HISTÓRIA

HARAS SANTA MARIA DE ARARAS

HARAS SANTA MARIA DE ARARAS
AEROSOL, MESMO DEVOLVIDO PROVOU SER CRAQUE: TOQUE NA FOTOGRAFIA E VENHA CONHECER O BERÇO DE CAMPEÕES

HARAS SANTA TEREZA DO BOM RETIRO

HARAS SANTA TEREZA DO BOM RETIRO
ONDE A VELOCIDADE IMPERA - CLIQUE NA FOTO PARA CONHECER NOSSO PROJETO

HARAS NIJU

HARAS NIJU
toque na foto para conhecer nosso projeto

HARAS SANTA LUZIA DA ÁGUA BRANCA

HARAS SANTA LUZIA DA ÁGUA BRANCA
HARAS SANTA LUZIA DA ÁGUA BRANCA: VENCEDORES INTERNACIONAIS EM TRÊS CONTINENTES

albatroz bloodstock agency, Inc.

albatroz bloodstock agency, Inc.
albatrozusa@yahoo.com

sábado, 23 de julho de 2016

PEQUENO PAPO DE BOTEQUIM: A PALATABILIDADE NO USO DE IMBREEDS

Nada como escorregar na mayonese, quando absorto em seus sonhos. Hoje eu sonhei com uma situação a acontecer em Tokyo ano que vem. Diego recebe, avança e lança Guerrero que vence o goleiro do Barcelona e sela definitivamente a sorte rubro-negra. Flamengo 4x0 Barcelona, com Messi pedindo para ser contratado pelo clube carioca...

Sonhar não custa nada e para quem sonha em ganhar o King George, ganhar a liga mundial, não parece ser algo tão absurdo... Mas voltemos a terra.

Uma opinião que me fez pensar, foi a de um leitor.  Ele acha que vários imbreeds em um único pedigree, tende a criar uma barafunda genética que pode a leva-lo a lugar nenhum. Tenho que concordar, pois, quando uso  em meus estratagemas genéticos certas formulas, evito outras que a meu ver não funcionaram. Explico-me melhor. Isto não fez com que eu tivesse dúvidas em relação a Giulia. A champion older mare uruguaia e égua de ano, possui uma salada em termos de imbreeds. Mas você tem que saber quais são eles que podem interagir de forma palatável, pois café é ótimo com açudar e salada com azeite. Coloque o azeite no café e descobrira, tratar-se de uma bebida intragável. Mas vamos a um exemplo, com funções negativas.

Na história das provas de grupo no Brasil, Northern Dancer é aquele que apresenta seu nome mais duplicado. Depois de Northern Dancer, os nomes a se venerar são os de Hyperion, Nearco e Bold Ruler. O seis vezes vencedor das estatísticas norte-americanas, aparece em 59 vezes. Outrossim, somente 11 destas, com a presença também de um imbreed em Northern Dancer. E nenhuma, por exemplo, com Raise a Native, para nos atermos a cavalos de uma mesma época. Isto não é por demais significativo? Não lhe sucinta a idéia que o imbreed em Bold Ruler, funciona melhor sózinho? E com certeza sem a presença de outro em Raise a Native? A mim, confesso que sim. Mas há de se levar em consideração que eu sou um cara altamente sugestionavel em se tratando de imbreeds.

Contudo em um exércicio prático veremos que o imbreed em Bold Ruler, funciona bem com o do Native Dancer. Logo, cada estrutura é um caso a ser estudado.

Saber utilizar imbreeds é uma técnica. Você a desenvolve com muita observação e análise. Captei a qualidade de resultados proveniente das duplicações em um mesmo pedigree, de Northern Dancer e Mr. Prospector. Batizei-o de doublé mágico. No Brasil, pouco são as explorações neste sentido. Todavia, mesmo assim, de uns tempos para cá o Doublé Mágico tem provado ser eficaz até no turfe brasileiro. São 14 os indiviuais ganhadores de grupo no Brasil, a se destacar: Snack Bar, El Shaklan, Notting Tomorrow, Letra de Samba, Chocolatera, Colorado Girl, Caligrafo, Comandante Dodge, Villeron, Energia Eros, Tequinera, Fonte Azul, Samba de Bamba e Que Fenomeno.

E OLHA QUE SOMOS UM PAIS,
EM QUE OS CRIADORES 
FOGEM DOS IMBREEDS
COMO O DIÁBO DA CRUZ!

Que Fenomeno, me parece a grande chance de se provar esta teoria, igualmente no breeding-shed. Tem fisico, pedigree e campanha e o Doublé que o diferencia. Esra afeito a dezenas de duplicações. Basta apenas escolher a éguas que traga as duplicações que realmente possam fazer a diferença. Quanto ao tripé mágico, aqui no Brasil, poucos são os cavalos que o apresentam no pedigree, logo, já haver dois casos positivos, - Jopollo e Salute -  me parece uma situação altamente palatavel.