HARAS SANTA RITA DA SERRA - BRASIL

HARAS SANTA RITA DA SERRA - BRASIL
HARAS SANTA RITA DA SERRA - CLIQUE NA FOTO PARA CONHECER NOSSO PROJETO

HARAS REGINA

HARAS REGINA
HARAS REGINA - CLIQUE NA FOTO PARA CONHECER NOSSO PROJETO

HARAS FIGUEIRA DO LAGO

HARAS FIGUEIRA DO LAGO
HARAS FIGUEIRA DO LAGO - São Miguel, São Paulo

STUD H & R

STUD H & R
STUD H & R - TOQUE NA FOTO PARA VER UM UM GP. BRASIL QUE VAI FICAR NA HISTÓRIA

HARAS SANTA MARIA DE ARARAS

HARAS SANTA MARIA DE ARARAS
AEROSOL, MESMO DEVOLVIDO PROVOU SER CRAQUE: TOQUE NA FOTOGRAFIA E VENHA CONHECER O BERÇO DE CAMPEÕES

HARAS SANTA TEREZA DO BOM RETIRO

HARAS SANTA TEREZA DO BOM RETIRO
ONDE A VELOCIDADE IMPERA - CLIQUE NA FOTO PARA CONHECER NOSSO PROJETO

HARAS NIJU

HARAS NIJU
toque na foto para conhecer nosso projeto

HARAS SANTA LUZIA DA ÁGUA BRANCA

HARAS SANTA LUZIA DA ÁGUA BRANCA
HARAS SANTA LUZIA DA ÁGUA BRANCA: VENCEDORES INTERNACIONAIS EM TRÊS CONTINENTES

albatroz bloodstock agency, Inc.

albatroz bloodstock agency, Inc.
albatrozusa@yahoo.com

sábado, 30 de julho de 2016

PONTO CEGO: PAGAR O MICO


Nós brasileiros somos um povo bipolar. Vamos da euforia a depresão, com escalas na histeria, a cada minuto de nossas existências. Eu diria que mais até do que um complexo de vira-latas tão bem detectado por Nelson Rodrigues, sofremos o estigma, do não pagamento de mico. Sim, isto é uma verdade. Temos pavor de pagar mico. Deixamos muitas vezes de tentar algo novo, que nos possa trazer o sucesso, pelo simples medo de pagar mico.

E ai entra aquela depressão bipolar, de nos leva do extase à merda, num piscar de olhos. Seriamos uma exceção? Eu pelo pouco que conheço do mundo, acho que sim.

Temos a capacidade de ver com extrema nitidez o problema, e não tanto a solução que fica perdida na nebulosidade do medo de se fracassar e com isto pagar o desgraçado do mico. Mico é votar no PT. Mico é ter como prefeito um Eduardo Paes. Mico é achar que mais importante do que o sucesso, é não fracassar.  Mico \e achar que as olimpiadas do Rio de Janeiro, vão ser um fracasso.

O Rio de Janeiro sobreviverá as Olimpiadas, mesmo num tempo onde o terrorismo governa e deixa a todos apreensivos. Lembro a todos que sobrevivemos a dois governos de Brizola, ao Garotinho, a mulher do Garotinho, a Benedita, ao Moreira Franco, ao Sergio Cabral e até ao Pezão, que muito vivo, pediu para ir no banheiro e não voltou até agora. Sobreviveremos as Olimpiadas, tenham certeza disto.

Tenho como prova disto, ter sobrevivivo a aventura de ir ao King George VI,  com um cavalo brasileiro, cujo pai corria na areia e não passou dos 2,000m, quando parecia para quase a totalidade da nação turfística, que eu pagaria um mico astronomico. Um mico não um gorila! 

Hard Buck estava longe de ser um dos cinco maiores cavalos de corrida que tive o ensejo de selecionar,  até o presente momento, mas tinha o perfil para correr aquele King George VI, que para a minha sorte, não contava com um campo dos mais seletos, à exceção do ganhador Doyen, e o tereciro colocado Sulamani. Funcionou? Funcionou, e isto é que vale. O mico não pintou...