HARAS SANTA RITA DA SERRA - BRASIL

HARAS SANTA RITA DA SERRA - BRASIL
HARAS SANTA RITA DA SERRA - CLIQUE NA FOTO PARA CONHECER NOSSO PROJETO

HARAS REGINA

HARAS REGINA
HARAS REGINA - CLIQUE NA FOTO PARA CONHECER NOSSO PROJETO

HARAS FIGUEIRA DO LAGO

HARAS FIGUEIRA DO LAGO
HARAS FIGUEIRA DO LAGO - São Miguel, São Paulo

STUD H & R

STUD H & R
STUD H & R - TOQUE NA FOTO PARA VER UM UM GP. BRASIL QUE VAI FICAR NA HISTÓRIA

HARAS SANTA MARIA DE ARARAS

HARAS SANTA MARIA DE ARARAS
AEROSOL, MESMO DEVOLVIDO PROVOU SER CRAQUE: TOQUE NA FOTOGRAFIA E VENHA CONHECER O BERÇO DE CAMPEÕES

HARAS SANTA TEREZA DO BOM RETIRO

HARAS SANTA TEREZA DO BOM RETIRO
ONDE A VELOCIDADE IMPERA - CLIQUE NA FOTO PARA CONHECER NOSSO PROJETO

HARAS NIJU

HARAS NIJU
toque na foto para conhecer nosso projeto

HARAS SANTA LUZIA DA ÁGUA BRANCA

HARAS SANTA LUZIA DA ÁGUA BRANCA
HARAS SANTA LUZIA DA ÁGUA BRANCA: VENCEDORES INTERNACIONAIS EM TRÊS CONTINENTES

albatroz bloodstock agency, Inc.

albatroz bloodstock agency, Inc.
albatrozusa@yahoo.com

sábado, 27 de agosto de 2016

A. P. INDIAN. OUTRA ARRASADORA DEMONSTRAÇÃO

Forego foi um dos primeiros grandes cavalos que comecei a acompanhar nos Estados Unidos. Como disse em várias oportunidades tenha uma formação em turfe mais europeia, e foram Habitat, Sir Ivor, Nijinsky. Mill Reef e Roberto, que me fizeram desviar meus olhos para os Estados Unidos em um ano que secretariat provou ser o maior cavalo da estratosfera. Forego e Ruffian foram os primeiros heróis que captei passando a acompanhar as carreiras nor-americanos. Ai vieram seattle Slew, Affirmed, Alydar e Spectacular Biod, antes do final da década para solidificar minhas intuições.

O Forego Hcp. (Gr.1) para mim é uma homenagem justo a este castrado filho do Argentino Forli. Todavia o campo este ano, diria estar bem abaixo da classe. A exceção de a. P. Indian, o que poderiamos caracterizar como um elemento de classe? Catalina Red?

Juro que preocupei-me pois a voz do povo que vinha falhando nas carreiras anteriores, elegeu A. P. Indian como favorito de devolução de capital. E não se arrependeu, pois, se houve uma vit]oria nunca amea;ada foi a sua. Depois de um inicio com parciais de 22"83 e 45"35, A. P. Indian, assumiu o controlhe da prova com1'08"80, vencidos nos 1,200m e apenas alertado para manter sua concentração, venceu estabelecendo a marca de 1'20"99.

Como a maioria dos descendentes de Pretty Polly ele é dotado de classe e velocidade. Seu pai me parece um reprodutor surpreendente. Ano, após ano, vem com um cavalo importante para brindar o publico turfístico. A. P. Indy, está invicto nesta temporada em cinco saidas a pista e é em minha opinião o melhor sprinter deste lado do continente. Teria ganho o Kings Bishop rebocando os presentes.