HARAS SANTA RITA DA SERRA - BRASIL

HARAS SANTA RITA DA SERRA - BRASIL
HARAS SANTA RITA DA SERRA - CLIQUE NA FOTO PARA CONHECER NOSSO PROJETO

HARAS REGINA

HARAS REGINA
HARAS REGINA - CLIQUE NA FOTO PARA CONHECER NOSSO PROJETO

HARAS FIGUEIRA DO LAGO

HARAS FIGUEIRA DO LAGO
HARAS FIGUEIRA DO LAGO - São Miguel, São Paulo

STUD H & R

STUD H & R
STUD H & R - TOQUE NA FOTO PARA VER UM UM GP. BRASIL QUE VAI FICAR NA HISTÓRIA

HARAS SANTA MARIA DE ARARAS

HARAS SANTA MARIA DE ARARAS
AEROSOL, MESMO DEVOLVIDO PROVOU SER CRAQUE: TOQUE NA FOTOGRAFIA E VENHA CONHECER O BERÇO DE CAMPEÕES

HARAS SANTA TEREZA DO BOM RETIRO

HARAS SANTA TEREZA DO BOM RETIRO
ONDE A VELOCIDADE IMPERA - CLIQUE NA FOTO PARA CONHECER NOSSO PROJETO

HARAS NIJU

HARAS NIJU
toque na foto para conhecer nosso projeto

HARAS SANTA LUZIA DA ÁGUA BRANCA

HARAS SANTA LUZIA DA ÁGUA BRANCA
HARAS SANTA LUZIA DA ÁGUA BRANCA: VENCEDORES INTERNACIONAIS EM TRÊS CONTINENTES

albatroz bloodstock agency, Inc.

albatroz bloodstock agency, Inc.
albatrozusa@yahoo.com

quinta-feira, 11 de agosto de 2016

PAPO SERIO DE BOTEQUIM: AS DÚVIDAS DE TESIO

Toda nobre familia, teve nos primórdios de sua fundação, um calhorda. Paulo Francis também o assim pensava e dava como exemplo a real familia britânica, cujo poder foi gerado por usurpadores e gente que se vendia por dez tostões e terras. Hoje gente decente, mais podres em sua fundação. O tempo tratou de fazer todos esquecerem.

No Brasil de seus primórdios, os dominadores portugueses nomeavam capitães de provincias, e uma das familias que mais provincias assumiu foi a Souza, inclusive em mais de uma oportunidade a de São Sebastião do Rio de Janeiro. Estes cargos eram distribuidos por mérito, que no caso presente era destinado a uma familia que sempre desencumbira bem suas responsabilidades e cumprira os designios da corte, embora nem portugueses fossem. O primeiro Souza, Martin Afonso de Souza (em homenagem ao desbravador) foi na verdade o cacique dos Termiminós, Araribóia, que foi agraciado com o nome, a comenda e a provincia de Niterói, depois de ter ajudado aos portugueses a expulsar franceses e tamoios, da cidade de São Sebastião do Rio de Janeiro. Como se pode notar a nobilidade sempre teve um pé na cozinha...

Apenas a titulo de ilustração, Arariboia, estava sediado no que hoje é conhecido como a Ilha do Governador. Expulso que foi pelos tamoios, foi fincar ancoras com seu povo, no Espirito Santo. Com o evento dos portugueses lutando contra a invasão francesa apoada pelos indios tamoios, Araribóia, aproveitou para levar adiante uma vingança que vinha correndo a sua mente. Uniu-se aos portugueses. E como aos vencedores são cedidos os louros da glória, ganhou Niteroi. Assim, ganhou a maior paisagem do universo. Da porta de sua tapera, via o Rio de Janeiro.

Tenho aqui levantado sempre quando a oportunidade surge, meu imenso temor pela utilização reprodutiva do filho da exceção. Do calhorda que por sorte ou destino, produziu algo de anormal a sua produção. Monsun, é o exemplo mais recente. O respeitei como atleta e posteriormente como garanhão. Ele distinguiu-se. Outrossim, sempre tive um pé atrás no tocante a ele poder se tornar um sire of sires. Afinal ee era uma exceção a regra. E não estava errado. Mas este medo incutido em mim, vem de longe. Do tempo por exemplo de Vaguely Nobre, filho de um cavalo, cujo maior merito foi o de pertencer a Sir Winston Churchill, se saiu maravilhosamente bem em pista, fracassando a seguir como pai de reprodutores, embora no breeding-shed tenha também tido sucesso. Outros exemplo similares existem. Não cabe a mim, encher mais linguiça.

No mundo do turfe, diferentemente do humano, dificilmente se vive do calhorda. No mundo em que vivemos, os Lulas da Silva, por exemplo, estarão bem financeiramente por algumas gerações, o que prova que em alguns lugares, entre eles o Brasil, o crime compensa.

Sinto informar a aqueles que não sintonizam com minha pessoa, que poucas são as aqueles que estudaram tão a fundo Federico Tesio, como eu o estudei. Li tudo sobre ele, li tudo que ele escreveu. Tomei conhecimento de seus comentários, e até em seu haras estive em duas oportunidades, quando tive o ensejo de examinar suas cartas de monta. E mesmo assim, sinto afirmar que tenho duvidas sobre a feitura de Nearco.

Não a concepção em si. Mas sim a utilização de Pharos em detrimento de seu irmão inteiro Fairway e a forma que ele conduziu os cruzamenros de suas duas primeiras mães. A concepção do individuo tinha como base o imbreed em St. Simon, na razão 4x5x5x4 e na confluência de 24 linhas de Pocahontas, - por quatro ramos distintos - então considerada a mais importante reprodutora do século dezenove. Mas vamos por partes, para que possamos entender as razões de minhas dúvidas..

A irlandesa Catnip, a avó de Nearco, foi adquirda por Tesio, nas vendas de Tattersalls, ao preço de uma cocada e duas mariolas. Eu tenho por tese que todo grande homem tem uma grande avó. Com cavalos acho que esta dependência é ainda maior. Pois bem Catnip, era aquela reprodutora nos moldes tesiano. Duplicada nas matriarcas Brown Bess e Marta Lynn e filha de um Derby winner Spearmint, por uma tribo que Tesio sempre respeitou e perseguiu, a de Carbine.

Tesio tinha noção que Spearmint, embora fosse um transmissor de stamina, o era também de insanidade, tanto que só correu em cinco oportunidades, transformando três delas em vitórias e uma segunda colocação. Um dos cavalos escolhido para cobrir Catnip, foi Havresac II, ganhador de 11 estatísticas de reprodutores na Itália. Havresac II, tinha na consistência e transmissão de velocidade através da distância, seus dois maiores predicados. Ganhou nove carreiras das 14 que disputou, porém nada que pudesse ser significativo. Mas na Itália, era um must.

Tesio, respeitava Havresac II pelo que ele tinha produzido, outrossim, mais ainda - e isto eu li em um de seus comentários - por portar em seu pedigree de 15 linhas de Pocahontas, por seis distintos mensageiros. Além de ser imbreed em St. Angela, a mãe de St. Simon e avó de Orme. E é justamente ai que me veio a primeira dúvida, sobre as razões de Tesio em relação a Nearco. Porque, ele não cobriu Catnip mais de uma vez com Havresac II?

Catnip teve seis filhos, com seis diferentes reprodutores, e apenas Hafresac II conseguiu aquilo que Tesio queria. Uma sprinter-miler de primeiríssima linha, capaz de ganhar 14 de seus 18 compromissos. Mas há de se convir que uma reprodutora de propriedade de Tesio que cruzou por três anos as fronteiras de Itália, no minimo por ele era tremendamente respeitada. Pois bem, Nogara, o produto desta junção com Havresac II, posteriormente levada a reprodução, foi sucesso.

Porém a dúvida permanece. Porque Tesio cobriu Catnip com seis reprodutores distintos? Estaria ele tateando para descobrir onde poderia estar a mina de ouro? Volto a perguntar, porque nunca repetiu Havresac II? Que estava no quintal de seus designios. São perguntas que me faço, sem entender o que realmente aconteceu.

Nas mãos de Tesio, Nogara produziu a oito de seus dez produtos, com sete diferentes reprodutores. Porém, estabilizou-se como uma importante matriz, já que gerou ao invicto Nearco, ao triplice coroado Nicolo dell'Arca, ao Derby winner italiano Nakamuro, a ganhadora do Oaks italiano Nervesa, ao segundo colocado no St. leger italiano  Niccolo d'Arezzo e aos multiplos stakes winners, Naucide e Nicolaus. E isto com sete diferentes reprodutores.

A única coisa que posso supor é que Tesio pressentia a existência de um veio fertil tanto em Catnip quanto em sua filha Nogara, e tentou todas as veredas possiveis e imáginarias, com elas, tendo  no caso a segunda se tornado um marco de seu criatório. Mas esta forma de tatear a verdade não era o seu perfil. ele sempre me pareceu direto em suas convicções.

Logo, se Tesio testou 14 equações genéticas com as duas primeiras mães de Nearco. E como chegou a ele? Por sorte? Dizem as mãs linguas, que Lord Derby recusou Nogara para Fairway, por razões nacionalistas. Outros afirmam, que Tesio, em vista da proximidade de um confronto mundial, preferiu não atravessar o canal da mancha, e cobrir com Pharos, embora em seu projeto inicial o nome de Fairway fosse o preferido. Qualquer que tenha sido a razão, esta trouxe para seu seio, Nearco, que transformou 14 corridas em 14 vitórias. 

Two-year-old season[edit]

Three-year-old season[edit]


Continua amanhã