HARAS SANTA RITA DA SERRA - BRASIL

HARAS SANTA RITA DA SERRA - BRASIL
HARAS SANTA RITA DA SERRA - CLIQUE NA FOTO PARA CONHECER NOSSO PROJETO

HARAS REGINA

HARAS REGINA
HARAS REGINA - CLIQUE NA FOTO PARA CONHECER NOSSO PROJETO

HARAS FIGUEIRA DO LAGO

HARAS FIGUEIRA DO LAGO
HARAS FIGUEIRA DO LAGO - São Miguel, São Paulo

STUD H & R

STUD H & R
STUD H & R - TOQUE NA FOTO PARA VER UM UM GP. BRASIL QUE VAI FICAR NA HISTÓRIA

HARAS SANTA MARIA DE ARARAS

HARAS SANTA MARIA DE ARARAS
AEROSOL, MESMO DEVOLVIDO PROVOU SER CRAQUE: TOQUE NA FOTOGRAFIA E VENHA CONHECER O BERÇO DE CAMPEÕES

HARAS SANTA TEREZA DO BOM RETIRO

HARAS SANTA TEREZA DO BOM RETIRO
ONDE A VELOCIDADE IMPERA - CLIQUE NA FOTO PARA CONHECER NOSSO PROJETO

HARAS NIJU

HARAS NIJU
toque na foto para conhecer nosso projeto

HARAS SANTA LUZIA DA ÁGUA BRANCA

HARAS SANTA LUZIA DA ÁGUA BRANCA
HARAS SANTA LUZIA DA ÁGUA BRANCA: VENCEDORES INTERNACIONAIS EM TRÊS CONTINENTES

albatroz bloodstock agency, Inc.

albatroz bloodstock agency, Inc.
albatrozusa@yahoo.com

sábado, 6 de agosto de 2016

PEQUENO PAPO DE BOTEQUIM: NO TURFE PROMETER É SE COMPROMETER

Quem tem pressa, queima a lingua ou come cru, dizia vó Adelina. Mas a grande verdade, é que quando você necessita que algo urgente que funcione, não conte com o carioca e muito menos o baiano. Isto é agora notado internacionalmente, com a "entrega" oficial da Vila Olimpica. Tudo por acabar. Nada realmente acabado. Como explicar? Nosso prefeito prefere distribuir cangurus a dar a mão a palmatória, qunado a verdade é simples de se constatar: a maioria dos trabalhadores é carioca, a construtora, a Odebretch, baiana. Terrivel combinação. Mas todos nós sabemos que somos um pais de contrates gritantes. Na abertura das Olympiadas fomos de Gisele a Ludmila num pescar de olhos. Esquecenos Vila Lobos, Sergio Mendes, Pitanguy e Portinari, mas reverenciamos Ze do Pagodinho e Regina Casé. E pensar que para muitos Senna, Emerson e Piquet nada fizeram para o Brasil. Ademar Ferreira da Silva. Maria Ester Bueno, Zé do Pulo e outros atletas foram omitidos Não sei porque. Outrossim, o pior é ver uma musica do carioquissimo Jorge Bem, ser interpretada pelo Seu Jorge.... 

Ademais, somos o pais do daqui a pouco. De deixar para o dia seguinte, o que deveria ser feito na véspera. E eu não creio que isto seja aceitavel. Mas é a formação de uma sociedade. Mais acostumada a usar seu jogo de cintura, do que propriamente fazer o que é necessário ser feito. Nada irá mudar, pois afinal tudo dá certo e se não der termina em pizza. Qual diferença poderia fazer?

MAS NO FRIGIR DOS OVOS, 
FOI APOTEÓTICO
KÁ MUITO TEMPO NÃO
SENTIAMOS ORGULHO DE SER CARIOCAS

"If a promise, I deliver". "Se prometo faço". Sempre foi o meu lema. Afinal, se houver dúvidas, não prometa.

Qualquer seleção técnica em se tratando de cavalos de corridas é duvidosa. Logo no turfe prometer, é simplesmente se comprometer. Outrossim, você tem que trabalhar e dar a seus clientes o melhor percentual de chances de sucesso. Sem prometer o céu, ou mesmo fazer o inferno mais quente do que ele é. É dificil, pois, tem muita gente que só quer ouvir aquilo que lhe agrada. E muito maior é o número de profissionais que anseiam por dizer aquilo que seu cliente quer ouvir. Então, cria-se um mundo ficticio, como o de dona Dilma, quando ela se achava presidente e que o povo a adorava.

Temos que respeitar as teorias. Elas não são infalíveis mas o ajudam a chegar onde você quer. O que me preocupa são os dogmas, que mesmo sem repaldo algum técnico, sobrevivem e se proliferam. Causam temor. Nunca respeito. Seria como ignorar as leis de Darwin e sua seleção das espécies, em função de uma crensa do criacionismo cristão, que por mais obscura que seja, é vista como anacrônica, pois, trata-se de um produto da fé. E fé é coisa que não se discute. Tem ou não tem!

Eu gosto de basear minhas ações em teorias. Produto das analises dos resultados das prova de grupo do mundo. É um universo largo, e abrangente. Onde evidentemente tem que se ter o equilibrio de separar algo conseguido em Royal Ascot do conseguido em La Rinconada, ou Kranji. E porque então coloco estas duas diferentes farinhas em um mesmo prato? Porque isto me alerta que certas tribos e familias, atuam melhor no segundo grupo ou apenas neste grupo. Se atuam melhor, nos serve. Se apenas atuam, não nos serve.

Por incrivel que possa parecer, o turfe seria muita mais fácil de ser compreendido, se as pessoas perdessem parte de seu tempo raciocinando, por que as coisas acontecem. E se não há tempo, que se contrate aquele que possa vender seu tempo e tem conhecimento de causa. 

Eu acho qualquer descoberta fantástica. Imaginem o que foi o anzol para um indio que dependia de sua pontaria, para chegar a um peixe. Assim mesmo apenas aos que nadavam perto da tona. O anzol para eles, tinha mais valia que a roda para a humanidade. Eu sonho em descobrir coisas diariamente.

Cavalos de corridas são uma ação pulsante e que mudam de direção de tempos em tempos. O Hyperion de ontem, é o Northern Dancer de hoje, que será o Galileo de amanhã. São situações ireversíveis. Mas nunca se esqueçam que não haveria Northern Dancer se não houvesse um Hyperion, e muito menos um Galileo sem a existência destes dois. O turfe é mutante, mas mantém uma cadeia de ligações. Evolui com as mudanças de calendário e de meio ambiente. Cabe a nós pesquisar e tentar separar o joio do trigo. E se você é incapaz de sequer sacar o trigo, tente faisões.

Na falta de dinheiro, não podemos inventar. Temos que descobrir o que funciona e está a altura de nosso bolso. E só há uma maneira de faze-lo: pesquisando.

Quem diria que Fairy King pudesse criar a sua própria árvore? Na India e na Austrália, ele floresce de forma pungente. Não seria algo que deveriamos tentar por aqui? Pois, já demonstrou que em centros menos desenvolvidos a coisa pode funcionar a contento. Sao centros menos desenvolvidos mas de algum rigor, maior ou igual aos nossos. Este é a medida que temos que ter como norma. O que pode dar certo aqui ou não, tendo em vista onde deu e porque.

A Austrália está anos luz a nossa frente, pois, pela facilidade da lingua, é hoje o pais do hemisfério sul, que melhores shuttle leva adiante. A India, a cada dia melhora a qualidade de seus pedigrees. É ainda um mercado virado para dentro. O que lá entra, lá fica e dificilmente sai. Mas existe hoje, isto eu posso garantir, um padrão de resultados em suas corridas.

Nada a prometer, com estas minhas divagações, porém, penso que pouco a comprometer também.

FAIRY KING 
.....Burden of Proof
..........ACCOLADE (Gr.1 - IND)
..........AGOSTINI (Gr.3 - IND)
..........DESERT GOLD (Gr.1 - IND)
..........NEW ALLIANCE (Gr.2 - IND)
..........PROSPERO (Gr.3 - IND)
..........SATELLITE (Gr.3 - IND)
..........SCHIAVONI (Gr.3 - IND)
.....Encosta de Lago
..........CHAUTAUQUA (Gr.1 - AUS)
..........ENGLISH (Gr.1 - AUS)
..........Manhattan Rain
...............SCARLET RAIN (Gr.2 - AUS)
..........MISS ROSE DE LAGO (Gr.2 - AUS)
..........Northern Meteor
...............RUNWAY STAR (Gr/3 - AUS)
..........Oath
...............DARE THE DREAM (Gr.1 - IND)
..........Shinko King
...............AZKADELLIA (Gr.3 - AUS)
..........SULTRY FEELING (Gr.3 - AUS)