HARAS SANTA RITA DA SERRA - BRASIL

HARAS SANTA RITA DA SERRA - BRASIL
HARAS SANTA RITA DA SERRA - CLIQUE NA FOTO PARA CONHECER NOSSO PROJETO

HARAS REGINA

HARAS REGINA
HARAS REGINA - CLIQUE NA FOTO PARA CONHECER NOSSO PROJETO

HARAS FIGUEIRA DO LAGO

HARAS FIGUEIRA DO LAGO
HARAS FIGUEIRA DO LAGO - São Miguel, São Paulo

STUD H & R

STUD H & R
STUD H & R - TOQUE NA FOTO PARA VER UM UM GP. BRASIL QUE VAI FICAR NA HISTÓRIA

HARAS SANTA MARIA DE ARARAS

HARAS SANTA MARIA DE ARARAS
AEROSOL, MESMO DEVOLVIDO PROVOU SER CRAQUE: TOQUE NA FOTOGRAFIA E VENHA CONHECER O BERÇO DE CAMPEÕES

HARAS SANTA TEREZA DO BOM RETIRO

HARAS SANTA TEREZA DO BOM RETIRO
ONDE A VELOCIDADE IMPERA - CLIQUE NA FOTO PARA CONHECER NOSSO PROJETO

HARAS NIJU

HARAS NIJU
toque na foto para conhecer nosso projeto

HARAS SANTA LUZIA DA ÁGUA BRANCA

HARAS SANTA LUZIA DA ÁGUA BRANCA
HARAS SANTA LUZIA DA ÁGUA BRANCA: VENCEDORES INTERNACIONAIS EM TRÊS CONTINENTES

albatroz bloodstock agency, Inc.

albatroz bloodstock agency, Inc.
albatrozusa@yahoo.com

domingo, 21 de agosto de 2016

PEQUENO PAPO DE BOTEQUIM. O PODER DAS SALADAS


Falo muito aqui. da importância que as duplicações femininas e os imbreeds em chefes de raça, estão tendo como formadores de cavalos ganhadores de grupo. Só que há muito este fato deixou de ser uma opinião. E passou a ser algo palpavel e que pode ser medido em percentuais.

Tenho um vizinho jamaicano, o Hurvel Wray, que adora corridas de cavalo e ele me disse que em seu pais de origem, a formação da raça se deu encima de muitos incestos e cruzamentos familiares. Brincou, que eles tem velocidade por que são imbreeds. No caso de Bolt estas duplicações devem ser fortíssimas...

Um leitor chamou a proliferação de varias destas duplicações em um só pedigree de saladas, e vó Adelina sempre me disse da importância da salada, no desenvolvimento de um ser em crescimento. Quanto mais verde e mais escura, mais vitamina K em seu corpo. Logo, adotei o termo, como adotei eletricista e outros.

Não creio que estas saladas existentes em vários pedigrees, tumultuam se a idéia é um estudo cujo objetivo é tentar descobrir, quais são os pontos de real força em uma estrutura genética. E vocês sabem porque? Porque os imbreeds e duplicações que realmente fazem a diferença, já foram devidamente descobertos. Por exemplo, quando a gente vê nestas saladas, a existência de imbreeds em Northern Dancer e Mr. Prospector, cria-se um doublé mágico que tem funcionado bem tanto na pista, quanto fora dela. Ai se nesta salada, você adicionar mais imbreeds, ou em Buckpasser, Secretariat e Seattle Slew, os resultados parecem ficar ainda melhores. E chegam a um limite acima da imaginação alheia se houverem ainda pelo menos uma duplicação feminina em Natalma, Somethingroyal, Lalun ou Special, o paladar se torna irresistível.

Evidentemente que dificilmente você acha na prateleira uma égua de cria que já tenha um avanço nestas duplicações. Você na maioria das vezes tem que monta-las num trabalho de médio prazo, que apenas vai surtir seus efeitos em longo prazo. Mas o que não leva tempo, em se tratando de criação de cavalos de corrida?

Outro dia comentei sobre uma égua que estava num leilão de oferta total de plantel, que trazia ao pé um desmamado, que considerei um dos melhores que meus olhos já haviam colocado suas retinas. A familia era a 25, e embora sua terceira mãe viesse a ser uma das mais corredoras éguas que assisti correr em pista, juro que a principio um balde de égua gelada caiu sobre a minha cabeça. Senti os joelhos fraquejarem.

Mas como disse ao cliente, uma égua que produz aquilo que ela tinha aos pés, tem que ser adquirida, pois, ela atingiu a um dos dois pontos máximos de sua função: o de gerar um elemento fisicamente  competitivo. 

Chegado ao haras que me hospedava, levantei o pedigree da égua, e descobri que ela havia sido uma boa ganhadora nos Estados Unidos, era nova e trazia em seu pedigree quatro duplicações: Northern Dancer 4x5, Mr. Prospector 3x4, Secretariat 4x5 e Somethingroyal 5x6x6, e então não tive mais dúvidas. Ela era a égua a ser comprada. E foi, como o potro que tinha ao pé, um lote separado da venda.

Como aquele que estava colocando todo o seu plantel a venda, manteve para si ⅓ dos lotes, estranhei que esta égua tenha sido vendida, mesmo em se tratando de um preço salgado. Como disse anteriormente em outra nota, ela produziu mais dois produtos para seus novos proprietários, que são de cinema. E ai a espera é longa, pois, dúvidas chegam a sua cabeça. Ou esta égua é a maior canastrona do pedaço, ou estes clientes estão com bilhetes premiados. O tempo irá dizer.

Como se vê uma salada com os vegetais certos, tem tudo para ser nutritiva. Não sei se com outros, o será.