HARAS SANTA RITA DA SERRA - BRASIL

HARAS SANTA RITA DA SERRA - BRASIL
HARAS SANTA RITA DA SERRA - CLIQUE NA FOTO PARA CONHECER NOSSO PROJETO

HARAS REGINA

HARAS REGINA
HARAS REGINA - CLIQUE NA FOTO PARA CONHECER NOSSO PROJETO

HARAS FIGUEIRA DO LAGO

HARAS FIGUEIRA DO LAGO
HARAS FIGUEIRA DO LAGO - São Miguel, São Paulo

STUD H & R

STUD H & R
STUD H & R - TOQUE NA FOTO PARA VER UM UM GP. BRASIL QUE VAI FICAR NA HISTÓRIA

HARAS SANTA MARIA DE ARARAS

HARAS SANTA MARIA DE ARARAS
AEROSOL, MESMO DEVOLVIDO PROVOU SER CRAQUE: TOQUE NA FOTOGRAFIA E VENHA CONHECER O BERÇO DE CAMPEÕES

HARAS SANTA TEREZA DO BOM RETIRO

HARAS SANTA TEREZA DO BOM RETIRO
ONDE A VELOCIDADE IMPERA - CLIQUE NA FOTO PARA CONHECER NOSSO PROJETO

HARAS NIJU

HARAS NIJU
toque na foto para conhecer nosso projeto

HARAS SANTA LUZIA DA ÁGUA BRANCA

HARAS SANTA LUZIA DA ÁGUA BRANCA
HARAS SANTA LUZIA DA ÁGUA BRANCA: VENCEDORES INTERNACIONAIS EM TRÊS CONTINENTES

albatroz bloodstock agency, Inc.

albatroz bloodstock agency, Inc.
albatrozusa@yahoo.com

sábado, 10 de setembro de 2016

PONTO CEGO: A FORÇA DOS LINEBREEDS


Galileo é um modelo de genética, que funcionou tanto na pista como fora delas. Ele é exatamente aquilo que se espera de um grande cavalo de corrida. Politicamente correto.

Todavia, sempre me fascinou aquele grande cavalo de corrida cujo pedigree a primeira vista não se mostra pródigo em termos de transmissão de classicismo. Evidente que em pedigrees de cavalos de corrida, buscando-se acha-se, até onde não exista o que achar. Basta se ir até a décima quinta geração que coisas assombrosas saltam as vistas. E é exatamente ai que os papagaios de almanaque, se fartam com suas teorias. Agora chegou a hora de eu me tornar um papagaio de almanaque.

Invasor foi um dos maiores cavalos que eu vi correr. Triplice coroado no Uruguai, este argentino era produto do cruzamento de Candy Stripes em mãe por Interprete. Dois reprodutores que sempre considerei de alto nível. Segunda mãe por Cipayo, que para mim, junto com Congreve, são a base do pedigree moderno argentino. Pois, bem, nunca me aprofundei muito, em seu pedigree, pois, estes poucos atributos já me convenciam.

Invasor perdeu uma carreira apenas em sua vida, e justamente para um cavalo chamado Discreet Cat que corria qual um demônio. Esta carreira foi o Derby de Dubai, prova em que ele, ainda por cima teve que sofrer com as agruras de uma mudança de hemisfério, sem um tempo mínimo de aclimatação. No mais, em sua última corrida tratou a Bernardini como se este fosse um corredor de claimings.

Um dia rwesolvi entrar a fundo no pedigree de Invasor, buscando em seus linebreeds outras razões que pudessem justificar tanta velocidade. Tanta vontade de ganhar. E eis que descobri uma coisa que considerei fantástica.

Invasor tinha em seu pedigree quatro reprodutores advindos de Lady Juror - Aristophanes, Fair Trial, The Recorder e Tudor Minstrel - e quatro outros de Mumtaz Mahal, - Nasrullah, Royal Charger, Mahmoud e Badruddin. E como Mumtaz Mahal e Lady Juror, descendiam de Lady Josephine, isto me pareceu bastante convincente.

Analisando o pedigree de Street Cry, - outro que corria o que sabia e o que não sabia - cheguei a algo bastante similar, justamente com os mesmos garanhões. Seria uma grande coincidência?

Com uma menor concentração de Lady Juror e Mumtaz Mahal,  outrossim, igualmente significativa, duas linhas individuais de cada, aparece a seguir Holy Bull, outro que corria para burro e a principio genéticamente era considerado um aborto da natureza.

Em se tratando apenas de Mumtaz Mahal, descobrimos que Gato de Sol, outro enigma genético, era também um encontro de descendentes desta matriarca. E os exemplos são muitos.

Não acredito que linebreeds possam ser considerados a resposta para tudo. Mas não custa nada atentar para os mesmos.