HARAS SANTA RITA DA SERRA - BRASIL

HARAS SANTA RITA DA SERRA - BRASIL
HARAS SANTA RITA DA SERRA - CLIQUE NA FOTO PARA CONHECER NOSSO PROJETO

HARAS REGINA

HARAS REGINA
HARAS REGINA - CLIQUE NA FOTO PARA CONHECER NOSSO PROJETO

HARAS FIGUEIRA DO LAGO

HARAS FIGUEIRA DO LAGO
HARAS FIGUEIRA DO LAGO - São Miguel, São Paulo

STUD H & R

STUD H & R
STUD H & R - TOQUE NA FOTO PARA VER UM UM GP. BRASIL QUE VAI FICAR NA HISTÓRIA

HARAS SANTA MARIA DE ARARAS

HARAS SANTA MARIA DE ARARAS
AEROSOL, MESMO DEVOLVIDO PROVOU SER CRAQUE: TOQUE NA FOTOGRAFIA E VENHA CONHECER O BERÇO DE CAMPEÕES

HARAS SANTA TEREZA DO BOM RETIRO

HARAS SANTA TEREZA DO BOM RETIRO
ONDE A VELOCIDADE IMPERA - CLIQUE NA FOTO PARA CONHECER NOSSO PROJETO

HARAS NIJU

HARAS NIJU
toque na foto para conhecer nosso projeto

HARAS SANTA LUZIA DA ÁGUA BRANCA

HARAS SANTA LUZIA DA ÁGUA BRANCA
HARAS SANTA LUZIA DA ÁGUA BRANCA: VENCEDORES INTERNACIONAIS EM TRÊS CONTINENTES

albatroz bloodstock agency, Inc.

albatroz bloodstock agency, Inc.
albatrozusa@yahoo.com

quarta-feira, 7 de setembro de 2016

PSPO DE BOTEQUIM: PENSAR É HESITAR

Sempre fui partidario da constância, e fui logo escolher uma atividade onde a única constância existente, é a incerteza. No turfe, a gente descobre e ve coisas inusitadas. Quando menos se espera elas pintam e você tem que ser rápido em se adaptar as novas funções, ou samba boninitinho

Evidentemente que isto se aplica a quem pensa, pois, como diria o poeta português Fernando Pessoa, pensar é hesitar. E complementa, os homens de ação não pensam. Ai, nesta complementação, discordo do eminente poeta, pois eu acho que muitos homens de ação, tem um raciocinio rápido e acredito inclusive que os que não pensam são verdadeiramente os ignorantes, principalmente os corajosos.

QUEM PENSA, HESITA
MAIS DO QUE ISTO, TEME
POIS, TEM A PERFEITA NOÇÃO
DO QUE ACONTECE EM SUA VOLTA.

Tento neste blog a manter uma constância escrevendo pelo menos um texto por dia - as vezes dois - levando a meus leitores todas as minhas respostas na incerteza de estar acendendo uma luz dentrodo escuro quadro de incertezas produzidos por esta atividade.

Não sou o dono da verdade e nem sei que o que defendo seja o mais certo. É apenas a minha verdade. A minha forma de enfrentar os enigmas da atividade e tentar tirar delas os maiores proveitos. Mas o faço, levando-se em consideração a experiência e o conhecimento adquiridos até aqui na longa jornada de mais de 40 anos na atividade. Não me sinto um leitor de almanaques, e um papagaio a propagar aquilo que é publicado por outrem. Chego as minhas próprias conclusões, que podem não ser as mais corretas, mas são as minhas certezas.