HARAS SANTA RITA DA SERRA - BRASIL

HARAS SANTA RITA DA SERRA - BRASIL
HARAS SANTA RITA DA SERRA - CLIQUE NA FOTO PARA CONHECER NOSSO PROJETO

HARAS REGINA

HARAS REGINA
HARAS REGINA - CLIQUE NA FOTO PARA CONHECER NOSSO PROJETO

HARAS FIGUEIRA DO LAGO

HARAS FIGUEIRA DO LAGO
HARAS FIGUEIRA DO LAGO - São Miguel, São Paulo

STUD H & R

STUD H & R
STUD H & R - TOQUE NA FOTO PARA VER UM UM GP. BRASIL QUE VAI FICAR NA HISTÓRIA

HARAS SANTA MARIA DE ARARAS

HARAS SANTA MARIA DE ARARAS
AEROSOL, MESMO DEVOLVIDO PROVOU SER CRAQUE: TOQUE NA FOTOGRAFIA E VENHA CONHECER O BERÇO DE CAMPEÕES

HARAS SANTA TEREZA DO BOM RETIRO

HARAS SANTA TEREZA DO BOM RETIRO
ONDE A VELOCIDADE IMPERA - CLIQUE NA FOTO PARA CONHECER NOSSO PROJETO

HARAS NIJU

HARAS NIJU
toque na foto para conhecer nosso projeto

HARAS SANTA LUZIA DA ÁGUA BRANCA

HARAS SANTA LUZIA DA ÁGUA BRANCA
HARAS SANTA LUZIA DA ÁGUA BRANCA: VENCEDORES INTERNACIONAIS EM TRÊS CONTINENTES

albatroz bloodstock agency, Inc.

albatroz bloodstock agency, Inc.
albatrozusa@yahoo.com

quinta-feira, 20 de outubro de 2016

PONTO CEDO: A MATERIA E A ENERGIA


Escrevi este que se segue, no avião a caminho de Lexington. Porque? Não sei, mas sei que sempre isto esteve em minha mente guardado, esperando a hora oportuna de ser colocado no papel.

Muita gente me pergunta, o porque de minha imensa admiração por Albert Einstein. E eu não entendo o porque da pergunta, afinal qualquer um de mediana capacidade de discernimento  e observação, chegará rapidamente a conclusão que Einstein era mais do que um gênio. Ele era um ser dotado de tremenda curiosidade e imensa imaginação. Superior intelecto, imaginação e curiosidade é a receita que difere o cientista, do bem sucedido em outras atividades. Então porque não admira-lo?

O que as pessoas devem levar em consideração, mas do que tudo, foi a época que Eisntein viveu. A era Victoriana. Não hoje, onde os recursos tecnológicos e de comunicação, produzem muitos “pretensos gênios” que a meu ver não passam de seres bem dotados e que usam do marketing, para vender o seu peixe.

Na época em que Einstein veio ao mundo, o final dos anos 1,800, o conhecimento da humanidade cientifica versava, de forma significativa sobre dois aspectos: energia e matéria. A conservação destes dois elementos eram a base do conhecimento da época. A lei da conservação da energia tinha como base ser ela expontânea e conectada de várias formas, O senso que ela não podia ser criada, quanto mais destruída, era a base da defesa do conhecimento dito científico da época.

Por sua vez, a matéria era vista como algo que podia ser mudado em sua forma original, como a madeira queimada que se torna cinzas, mas que não desaparece de nossa existência. Se tivessemos a capacidade de pesar as cinzas, a fumaçã e a evaporação do oxigênio, chegariamos a conclusão, que seus pesos eram o mesmo da matéria destruída ou queimada.

Não tenho a imaginação, muito menos a inteligência de Einstein, mas acredito que um cavalo de corrida é materia que contém dentro de si, energia. Como os humanos e demais animais. O cavalo de corrida tem sua energia própria, que não lhe foi imbutida ou criada. Ela simplesmente existe. Pode ser explorada e polida. Cabe a voce como criador e mais tarde ao treinador e o jóckey, saberem explora-la de uma forma conveniente.

Cavalos não possuem cerebros, como os macacos, os petistas e os vegetais, Estão inabilitados a criarem para si, uma capacidade de raciocinar, outrossim, são matéria infestada de instintos capaz de ficarem de pé e procurarem seu sustento físico em coisa de minutos. Diferentemente de nós, reconhecidos como humanos. Nunca entrei no mérito da criação da humanidade, mas não acredito que o homem veio do barro e a mulher de uma costela. Mas penso, que tanto matéria, como energia, foram criadas, por um toque especial de um ser superior e depois de um processo evolutivo de adaptação ao meio ambiente, transformados em seres. Voltando aos cavalos, eempre tive em mente que aquele que primeiro levanta e acha com mais rapidez a teta a ser explorada, demonstra uma capacidade maior que outros que custam a  levar adiante estas duas operações. Isto não determina um senso de superioridade. Nada garante que ele será mais veloz que seus adversários. Apenas demonstra uma precocidade maior e uma mais acurada forma de discernimento do que está a sua volta.

Um parênteses. Um dos mais importantes cavalos que selecionei, chamava-se coincidentemente Einstein, o que aumentou ainda mais a minha estima por este nome. Fecho parênteses.

Adoro ver os cavalos em seu primeiro estágio e como se comportam soltos no campo. Não acredito que aquele que lidera o grupo em suas debandadas, seja no futuro o mais rápido em pista, mas há de se convir, que existe uma liderança irrefutável em sua atitude. O mesmo pode ser dito em relação ao horário da ração. Cavalos possuem um relógio biológico dentro de si. Postam-se perto do portão prontos para serem recolhidos. O primeiro que toma a posição e a mantém por autoridade, pode não ser futuramente o lider daquela geração, mas há de se convir, que não deve ser visto apenas como o mais glutão, mas sim como aquele que se acha no direito de estar afrente dos demais.

Sempre me curvei a aquele cavalo que me compra. Explico-me melhor. Existem cavalos, cuja forma de comportamento o seduz, E se ele tiver o desenho que você acredita ser o certo, suas chances de chegar a Roma, mais rápido que os outros, crescem de forma vertiginosa. E voce volta a aquele conceito básico da era Victoriana, a energia não pode ser criada, nem destruída, ele pode sim abandonar uma matéria, em determinado momento.

EINSTEIN, NÃO CRIOU UM APARELHO 
QUE PUDESSE VER ATRAVÉS DA CARNE
COMO WILHELM RONTGEN
OU UMA FORMA DE ELETRO ONDAS
QUE FIZESSE A COMUNICAÇÃO
ENTRE OS POVOS
COMO GUGLIELMO MARCONI

Todavia primeiramente em 1905 com sua famosa equação de uma simpliidade imaginativa, E=mc2 e posteriormente em 1915, com seu conceito que deu asas, a tudo que usufru]imos de moderno no mundo atual, a imaginação humana, provando que não exitia limites relativos entre espaço e tempo foi completo. Como uma tocata de Bach, um texto de Shakespeare, uma pincelada de Rubens, uma invenção de Da Vinci, ou a tranformação de pedra em quase vida de Michelângelo.

Custo a crer que não possam haver outros gênios além dos humanos. Frankel, Ribot, Sea-Bird, Nearco, Dancing Brave, Secretariat, Zenyatta e tantos outros não seriam uma forma de genealidade equina? O que faz a energia dos mesmos, ser imensamente superior a de seus adversários? Acaso? Sorte? Genética?

Eu acredito que seja genética, pois como disse anteriormente todos os tipos de energia são conectadas. E no caso dos citados, eles apresentaram uma maior conexão com as demais energias a sua volta, que forma o meio ambiente e seu modus vivendi.


O universo é composto de energia e matéria. O cavalo de corrida, para mim, é produto tambem desta equação. Cabe você detecta-la e resolve-la a seu favor.