HARAS SANTA RITA DA SERRA - BRASIL

HARAS SANTA RITA DA SERRA - BRASIL
HARAS SANTA RITA DA SERRA - CLIQUE NA FOTO PARA CONHECER NOSSO PROJETO

HARAS REGINA

HARAS REGINA
HARAS REGINA - CLIQUE NA FOTO PARA CONHECER NOSSO PROJETO

HARAS FIGUEIRA DO LAGO

HARAS FIGUEIRA DO LAGO
HARAS FIGUEIRA DO LAGO - São Miguel, São Paulo

STUD H & R

STUD H & R
STUD H & R - TOQUE NA FOTO PARA VER UM UM GP. BRASIL QUE VAI FICAR NA HISTÓRIA

HARAS SANTA MARIA DE ARARAS

HARAS SANTA MARIA DE ARARAS
AEROSOL, MESMO DEVOLVIDO PROVOU SER CRAQUE: TOQUE NA FOTOGRAFIA E VENHA CONHECER O BERÇO DE CAMPEÕES

HARAS SANTA TEREZA DO BOM RETIRO

HARAS SANTA TEREZA DO BOM RETIRO
ONDE A VELOCIDADE IMPERA - CLIQUE NA FOTO PARA CONHECER NOSSO PROJETO

HARAS NIJU

HARAS NIJU
toque na foto para conhecer nosso projeto

HARAS SANTA LUZIA DA ÁGUA BRANCA

HARAS SANTA LUZIA DA ÁGUA BRANCA
HARAS SANTA LUZIA DA ÁGUA BRANCA: VENCEDORES INTERNACIONAIS EM TRÊS CONTINENTES

albatroz bloodstock agency, Inc.

albatroz bloodstock agency, Inc.
albatrozusa@yahoo.com

sábado, 22 de outubro de 2016

PONTO CEGO: EM LAGOA DE PIRANHA, MOSQUITO NÃO DÁ RASANTE E JACARÉ NADA DE COSTAS


Quando há anos atrás assumi a responsabilidade de colocar um blog no ar, o fiz ciente que ele não poderia faltar com a verdade. Afinal de colunas de fofocas já estamos cheios. E tomei esta decisão, pois, queria arcar sozinho com o preço de minhas palavras e de minha escrita. Não queria de maneira alguma, que outro veículo, que não me pertencia, viesse a ter que responder pelo que minha pena, não tiver pena.

Estamos vivendo talvez os piores dias de nossa atividade. Cidade Jardim que o diga. Até prato e talheres estão sendo obrigados a vender. Não sou melhor do que ninguém, mas da mesma forma não me sinto pior de quem quer que seja. Apenas sou um prestador de serviços, em uma atividade que exerco não por contigência ou vocação direcionada. O faço, porque amo o que faço, e me mantenho por quase meio século na mesma, porque alguns resultados, os tenho. Logo, não quero tapar o sol com a peneira ou dourar uma pipula de barro, querendo transforma-la numa pepita de ouro. Estamos na verdade colhendo o que plantamos.

Sou contra a atirar pedras em alguém que tanto tenha contribuído para esta atividade. É muito fácil agredir, se nenhuma proposta de ganhar milhões tenha sido oferecida por alguém, ou porque simplesmente a sobrevivência de seu negócio dependa disto ou daquilo, ou de A, B ou C. E aqui não vai de minha parte qualquer apelo de condescendência para fulano ou cicrano

Tenho total convicção que no Brasil, foi instalado um projeto de corrupção. Não é novo. Desde os tempo dos Tupinambas ele existe. Mas de forma institunalizada, acredito eu, que apenas de 2003 para cá. A chamada era Lula. Aquele senhor que se diz a alma mais pura do universo. E desde então, a coisa apenas se propagou dentro de uma impunidade que parecia eterna. O tempo e o Sergio Moro, apenas contestou que ela existia,  e foi duradora enquanto durou. 

Não quero dizer com isto que a corrupção e a imounidade como um pássaro migratório, bateu asas e voou. Ela apenas foi contida por um espaço de tempo. Dificultaram-se as tramóias e como diria vó Adelina, que tem nazriz, preserva o seu.

Eu iria mais longe. Em lagoa de piranha, mosquito não dá rasante e jacaré nada de costas. A Lava Jato é legitima e tem apoio popular. Veio para ficar e pouco a pouco está se estabilizando. Cada vez mais, cabeças hão de voar e nosso turfe será severamente penalizado. A sociedade tem uma visão errada sobre a nossa atividade. Paciência, Não tenho poderes para convence-los do contrário. E quem tem, a meu ver está se mexendo muito devagar. Temos sim que ao invéz de jogar pedras, urgentemente criar mecanismos de sobrevivência. Necessitamos colocar as cabeças pensantes, para pensar e acabar de uma vez por todas com este clima de pessimismo e de muito ti-ti-ti que nunca nos levou a lugar algum. Mas do que nunca é hora de pensar grande. Quem se deixar levar pelo medo ou pela excessiva cautela, será dragado pela onda que está mais perto do que possamos supor.

Se construirmos e soubermos manter nosso baquinho, dificilmente nos tornaremos banquete de piranhas.