HARAS SANTA RITA DA SERRA - BRASIL

HARAS SANTA RITA DA SERRA - BRASIL
HARAS SANTA RITA DA SERRA - CLIQUE NA FOTO PARA CONHECER NOSSO PROJETO

HARAS REGINA

HARAS REGINA
HARAS REGINA - CLIQUE NA FOTO PARA CONHECER NOSSO PROJETO

HARAS FIGUEIRA DO LAGO

HARAS FIGUEIRA DO LAGO
HARAS FIGUEIRA DO LAGO - São Miguel, São Paulo

STUD H & R

STUD H & R
STUD H & R - TOQUE NA FOTO PARA VER UM UM GP. BRASIL QUE VAI FICAR NA HISTÓRIA

HARAS SANTA MARIA DE ARARAS

HARAS SANTA MARIA DE ARARAS
AEROSOL, MESMO DEVOLVIDO PROVOU SER CRAQUE: TOQUE NA FOTOGRAFIA E VENHA CONHECER O BERÇO DE CAMPEÕES

HARAS SANTA TEREZA DO BOM RETIRO

HARAS SANTA TEREZA DO BOM RETIRO
ONDE A VELOCIDADE IMPERA - CLIQUE NA FOTO PARA CONHECER NOSSO PROJETO

HARAS NIJU

HARAS NIJU
toque na foto para conhecer nosso projeto

HARAS SANTA LUZIA DA ÁGUA BRANCA

HARAS SANTA LUZIA DA ÁGUA BRANCA
HARAS SANTA LUZIA DA ÁGUA BRANCA: VENCEDORES INTERNACIONAIS EM TRÊS CONTINENTES

albatroz bloodstock agency, Inc.

albatroz bloodstock agency, Inc.
albatrozusa@yahoo.com

sábado, 19 de novembro de 2016

PAPO DE BOTEQUIM: PORQUE UM CAVALO É TARDIO?

Belo Acteon
(Gerson Martins)

Em minhs viagens ao Brasil, conheço leitores, que vem até mim, se apresentam e apresentam suas duvidas e certezas. Muitas interessantes, outras nem tanto. O importante é o interesse. Sinto que a cada dia o número aumenta. O interesse parece que se multiplica. O que me incentiva, pois, como sempre defendi, o mundo é dos jovens, e infelizmente no turfe, poucos são os jovens que se abraçam a esta atividade.  

Eu já fui jovem. Acreditava na minha imortalidade e que achava que sabia tudo. A vida e principalmente o turfe, me ensinaram que as coisas não eram bem assim. A gente tem que lutar pelo que quer e aproveitar a oportunidade, quando ela aparece. Por isto sempre que me é possivel, cito três nomes que foram de suma importância no meu crescimento profissional. Atualpa Soares, Roberto Prado Telles e George Blackwell. Se é que sou alguma coisa, a eles devo isto. E um dia espero eu, que eu faça parte da lista de importância de alguém.

A pergunta que me foi feita foi simples. Porque um cavalo é tardio? Eu juro que sabia a resposta, ou pelo menos acredito saber, pois, muito já pensei sobre este assunto. Hoje trabalho com um cavalo, que tem uma caracterisca marcante. Produz elementos de fundo e de desenvolvimento técnico, tardio. E ele simplesmente corroborou o que pensava sobre o assunto.
Famous Acteon
(Gerson Martins)

Não é a principio, o que o mercado quer, pois, o dois anos, veloz e que sai ganhando tudo, é o atual sonho de consumo de qualquer nação turfística. Respeito-os muito, mas tenho que confessar minhas escandalosas preferências, por aquele elemento capaz de gerar ganhadores das principais provas na milha e meia.

Galileo, é a exceção. Talvez por isto seja considerado um dos maiores fenomenos da longa história da criação mundial de cavalos de corrida. seus filhos são precoces e isto não os impedem de com o aumento da idade e da distância, de manter o mesmo tonus vivendi. São craques aos dois, três, quatro e alguns ainda vão mais longe. Se não vão, é porque são tirados da pista prematuramente, pois, hoje mais vale um Galileo no breeding-shed do que em pista aos cinco anos de idade.

Mas voltemos aos trilhos. Os filhos de Acteon Man, o reprodutor a quem me refiro, melhoram com a idade e a distância. mas eu diria que a razão desta melhora, é mais idade que propriamente a distância. Um cavalo não decide de uma hora para outra, ser ou não ser precoce. Quando seu desenvolvimento fisico e mental necessita de mais tempo, ele tende a ser tardio. E quando eu falo de desenvolvimento físico, não estou apenas me referindo a pernas e tronco. Estou me referindo a coração, pulmões e sistema circulatório.

Quando estes últimos só se desenvolvem de maneira conveniente, mais tardiamente, esta pode vir a ser considerada a razão, do porque certas raças são mais tardias que outras. Eu acredito que no caso dos filhos, deste citado reprodutor, o seja. E tenho números que me fazem crer que isto não mais seja uma opinião, e sim um fato.

Eles demonstram timidez em suas primeiras corridas, e vão se desenvolvendo paulatinamente. Vejam os casos de Belo Acteon e Famous Acteon, respectivamente ganhadores do Brasil e do Derby. Pesquisem o que eles fizeram no inicio de suas carreiras e comparem com suas performances dos três anos e meio, para frente. São campanhas, completamente distintas e como ambos vieram a ser treinados por um mesmo treinador, não se pode imputar ao profissional, esta tendência. Ainda mais por este ser reconhecido como um mestre em qualquer distância e idade. Logo, a meu ver, não é esta a razão do ato tardio.


Huber 

Esta semana, uma potranca que nada demonstrara quando dois anos, ganhou por mais de dez corpos, quando aumentada a distância e ao se tornar mais madura. Seu nome Hot Acteon. Eu acho, por exemplo que Huber, cuja derrota em sua última carreira disputada em 2,400 metros, tenha que ser imputada a má direção dada por seu jóquei, do que a uma falta de stamina ou experiência. É cavalo para o Derby.

O importante é se respeitar as características de um cavalo. Se ele nada mostrar no inicio, não que dizer que ele seja um matungo. Evidente que um profissional de experiência em treinamento, saberá separar o joio do trigo. Treinador bom tem faro para cavalo distinto. Outros não e a ansiedade de seus proprietários os leva a cometer erros, numa hora em que o cavalo não está ainda fisicamente e psicológicamente apto, a exercer aquilo, que a ele é exigido.

Foi esta a resposta que dei. E espero que aquele que a mim veio e perguntou, tenha ficado satisfeito com a mesma. E que sirva de ensinamento, para aqueles que antes da hora desistem, do que poderá ser uma jóia com o passar do tempo.