HARAS SANTA RITA DA SERRA - BRASIL

HARAS SANTA RITA DA SERRA - BRASIL
HARAS SANTA RITA DA SERRA - CLIQUE NA FOTO PARA CONHECER NOSSO PROJETO

HARAS REGINA

HARAS REGINA
HARAS REGINA - CLIQUE NA FOTO PARA CONHECER NOSSO PROJETO

HARAS FIGUEIRA DO LAGO

HARAS FIGUEIRA DO LAGO
HARAS FIGUEIRA DO LAGO - São Miguel, São Paulo

STUD H & R

STUD H & R
STUD H & R - TOQUE NA FOTO PARA VER UM UM GP. BRASIL QUE VAI FICAR NA HISTÓRIA

HARAS SANTA MARIA DE ARARAS

HARAS SANTA MARIA DE ARARAS
AEROSOL, MESMO DEVOLVIDO PROVOU SER CRAQUE: TOQUE NA FOTOGRAFIA E VENHA CONHECER O BERÇO DE CAMPEÕES

HARAS SANTA TEREZA DO BOM RETIRO

HARAS SANTA TEREZA DO BOM RETIRO
ONDE A VELOCIDADE IMPERA - CLIQUE NA FOTO PARA CONHECER NOSSO PROJETO

HARAS NIJU

HARAS NIJU
toque na foto para conhecer nosso projeto

HARAS SANTA LUZIA DA ÁGUA BRANCA

HARAS SANTA LUZIA DA ÁGUA BRANCA
HARAS SANTA LUZIA DA ÁGUA BRANCA: VENCEDORES INTERNACIONAIS EM TRÊS CONTINENTES

albatroz bloodstock agency, Inc.

albatroz bloodstock agency, Inc.
albatrozusa@yahoo.com

segunda-feira, 7 de novembro de 2016

PEQUENO PAPO DE BOTEQUIM: ONDE ESTÃO OS REPRESENTANTES DA CRIAÇÃO PAULISTA?

Não sou um sonhador, embora sonhe todas as noites e não me lembre de nada ao acordar. Mas quando desperto meus sonhos na verdade são projetos onde tento antever o próximo passo a tomar. O que isto quer dizer? Um absoluto nada.

Em São Paulo um Diana vazio e um Derby estranho, disputados em Cidade Jardim, com um fraco movimento de apostas, atraíram minha atenção a certa altura de minha tarde de domingo. Estava na Gávea e achei que estava tendo um pesadelo em plena tarde.

Eu já presenciei grandes Dianas e Derbies em Cidade Jardim, como os de Immensity, Rasharkin, Riboletta, Kigrandi, Grimaldi, Cacique Negro, Palemon, Quari Bravo, isto apenas para exemplificar alguns das décadas de 80 e 90. E a coisa a partir de aí, não me emocionou mais. Desculpem, mas é o que sinto. E sentimento não é coisa que se discuta. 

Nada contra os ganhadores. Não entra ai, nenhum resquicio de bairrísmo,  pois, como sempre digo, o bom cavalo pode vir de qualquer lugar. Outrossim, neste século não parecem vir do Diana e do Derby de Cidade Jardim e muito menos da criação paulista. Porque? Eu acredito que os problemas que envolveram este hipódromo, acabaram por refletir na pista e nos haras.

Não consigo ver tanto Kiss me Now, quanto Vettori Kin, como lídimos lideres de suas respectivas gerações, embora eles tenham que ser reconhecidos, como no minimo, lideres em São Paulo. Mas poderiam ser eles, elevados a categoria dos citados? Acredito que no momento, ainda não. E ai eu me pergunto, o que está havendo com Cidade Jardim? O exodo do grande cavalo das disputas em Cidade Jardim é devido ao não pagamentop de prêmios, ou do decrescimo a olhos vistos da criação paulista? Que há meu ver, teve seu inicio com o fechamento do posto de Monta do Jockey Clube de São Paulo. E vou mais ao âmago da questão. Poderiam os animais hoje em serviço no Estado, serem comparados a  Coaraze, Zenabre, Henti le Balafre, Executioner e Breeders Dreams? Eu acho que não.

Entre os vencedores, um representante da criação paulista e um, nascido em Bagé. Na Gávea, semanas atrás, quando da disputa dos 2,000 do Grande Premio Linneo de Paula Machado (Gr.1), supremacia dos representantes de Bagé.  Sou do tempo que Malurica, Faxina, São Çuiz é que davam as cartas. Hoje não mais. Não seria este um tema a ser discutido?


CONVERSAREMOS SOBRE ISTO 
NO DECORRER DESTA SEMANA