HARAS SANTA RITA DA SERRA - BRASIL

HARAS SANTA RITA DA SERRA - BRASIL
HARAS SANTA RITA DA SERRA - CLIQUE NA FOTO PARA CONHECER NOSSO PROJETO

HARAS REGINA

HARAS REGINA
HARAS REGINA - CLIQUE NA FOTO PARA CONHECER NOSSO PROJETO

HARAS FIGUEIRA DO LAGO

HARAS FIGUEIRA DO LAGO
HARAS FIGUEIRA DO LAGO - São Miguel, São Paulo

STUD H & R

STUD H & R
STUD H & R - TOQUE NA FOTO PARA VER UM UM GP. BRASIL QUE VAI FICAR NA HISTÓRIA

HARAS SANTA MARIA DE ARARAS

HARAS SANTA MARIA DE ARARAS
AEROSOL, MESMO DEVOLVIDO PROVOU SER CRAQUE: TOQUE NA FOTOGRAFIA E VENHA CONHECER O BERÇO DE CAMPEÕES

HARAS SANTA TEREZA DO BOM RETIRO

HARAS SANTA TEREZA DO BOM RETIRO
ONDE A VELOCIDADE IMPERA - CLIQUE NA FOTO PARA CONHECER NOSSO PROJETO

HARAS NIJU

HARAS NIJU
toque na foto para conhecer nosso projeto

HARAS SANTA LUZIA DA ÁGUA BRANCA

HARAS SANTA LUZIA DA ÁGUA BRANCA
HARAS SANTA LUZIA DA ÁGUA BRANCA: VENCEDORES INTERNACIONAIS EM TRÊS CONTINENTES

albatroz bloodstock agency, Inc.

albatroz bloodstock agency, Inc.
albatrozusa@yahoo.com

sexta-feira, 23 de dezembro de 2016

ESTARIA NEVER BEND CAMINHANDO PARA A SEGUNDA DIVISÃO?

Quem diria, mas estamos prester a terminar a temporada de 2016, e vemos que a tribo Damascues, só conseguiu quatro ganhadores de grupo em seu total, sendo três no Brasil e um no Peru. Nada no hemisfério norte. Quatro também foi o número de ganhadores de grupo, descendentes de Hyperion. Igualmente quatro foi o número de Tourbillons, que conseguiram ganhar provas de grupo. Novamente quatro foram os decendentes de St. Simon. Três descendentes de Quesionnaire - linha de Holy Bull. E o que dizer da linha Domino, com apenas dois ganhadores de grupo, e ambos na Argentina.

Isto é que podemos chamar de linhas em extinção. Elas se mantem vivas, mas caem para uma expécie de segunda divisão, se esta houvesse no turfe. Esporadicamente um ou outro de seus descendentes irão surgir, mas quem investe no turfe e quer se manter vivo no âmbito clássico, para este tipo de investimento, todo cuidado é pouco. Ao contrário do futebol, onde um grande desce e no ano seguinte já está de volta, na criação de cavalos de corrida, dificilmente isto acontece. Aconteceu, por exemplo com Monsun. Equando o derby winner alemão se manteve vivo, a chama dos Blandfords, não foi apagada, mas há de se optar que ela não mais brilha, embora apenas 13 de seus descendentes conseguirm ganhar provas de grupo, 12 dos mesmos, filhos ou netos de Monsun. Eu diria que é pouco. Muito pouco.


CONFESSO QUE ESTAS SÃO TRIBOS 
QUE JÁ ME CONVENCI, 
QUE DIFICILMENTE VOLTARÃO 
A PRIMEIRA DIVISÃO

Mas o que dizer de Never Bend, que tanto por Mill Reef, quanto por Riverman, exalaram qualidade e quantidade no final do século passado? estaria ela também a caminho da segunda divisão? Apenas dez individuais ganhadores de grupo na temporada de 2016, Há de se preocupar que dentro destes dez, apenas quatro o fizeram na Europa e dois nos Estados Unidos. E mesmo na Europa, nenhum no Reino Unido.




NEVER BEND
.....Mill Reef
..........Shirley Heights
...............Darshaan
....................Dalakhani
........................GOLDEN VALENTINE (Gr.3-FR)
........................GUARDINI (Gr.3-AUS)
....................Mark of Esteem
.........................Sir Percy
..............................SIR JOHN HAWKWOOD (Gr.1-AUS)
..............................WAKE FOREST (Gr.1-USA)
...............Elegant Air
....................Dashing Blade
.........................Lord of England
..............................ISFAHAN (Gr.1-GER)
..............................NEAR ENGLAND (Gr.3-GER)
..............................OLORDA (Gr.3-USA)
.........................Soave
...............................COSACHOPE (Gr.3-FR)
.....Riverman
..........Irish River
...............Irish Fighter
....................E do Sul
.........................DA-LHE SECRETARIA (Gr.3-BRZ)
....................Sandtrap
.........................SUPER JOCKEY (Gr.1-KOR)