HARAS SANTA RITA DA SERRA - BRASIL

HARAS SANTA RITA DA SERRA - BRASIL
HARAS SANTA RITA DA SERRA - CLIQUE NA FOTO PARA CONHECER NOSSO PROJETO

HARAS REGINA

HARAS REGINA
HARAS REGINA - CLIQUE NA FOTO PARA CONHECER NOSSO PROJETO

HARAS FIGUEIRA DO LAGO

HARAS FIGUEIRA DO LAGO
HARAS FIGUEIRA DO LAGO - São Miguel, São Paulo

STUD H & R

STUD H & R
STUD H & R - TOQUE NA FOTO PARA VER UM UM GP. BRASIL QUE VAI FICAR NA HISTÓRIA

HARAS SANTA MARIA DE ARARAS

HARAS SANTA MARIA DE ARARAS
AEROSOL, MESMO DEVOLVIDO PROVOU SER CRAQUE: TOQUE NA FOTOGRAFIA E VENHA CONHECER O BERÇO DE CAMPEÕES

HARAS SANTA TEREZA DO BOM RETIRO

HARAS SANTA TEREZA DO BOM RETIRO
ONDE A VELOCIDADE IMPERA - CLIQUE NA FOTO PARA CONHECER NOSSO PROJETO

HARAS NIJU

HARAS NIJU
toque na foto para conhecer nosso projeto

HARAS SANTA LUZIA DA ÁGUA BRANCA

HARAS SANTA LUZIA DA ÁGUA BRANCA
HARAS SANTA LUZIA DA ÁGUA BRANCA: VENCEDORES INTERNACIONAIS EM TRÊS CONTINENTES

albatroz bloodstock agency, Inc.

albatroz bloodstock agency, Inc.
albatrozusa@yahoo.com

domingo, 18 de junho de 2017

PAPO DE BOTEQUIM: DEBANDADA GERAL: QUEM VAI FICAR COM A CHAVE

Talvez eu devesse mudar de assunto. Mais estou parecendo uma agulha que vai e vem naqueles antigos LPs. Outrossim, acho o assunto pertinente. E ainda mais que os descontentes sempre poderão mudar se página. 

Passei este fim de semana trabalhando no Figueira do Lago, e não consegui responder a mais basica e simples pergunta de um comvidado como eu. Porque o turfe do Chile é mais desenvolvido que o daqui? O único raciocinio lógico é que o Chile como pais está melhor do que o Brasil.

A decadas atrás estive no Chile e não tenho medo de afirmar que Santiago não agradava. Era a era Allende.  Fui assistir ao Latino Americano de um cavalo do Santa Maria de Araras chamado Latino. Tirou se não me engano terceiro. Mas isto pouco interessa para o momento. Livre de Allende e depois da ditadura Pinochet, o Chile cresceu e hoje a a mais forte economia da America do Sul. Tem um turfe de primeiro nivel, e esta semana o primeiro filho de Frankel ganhou. Sim eu disse Frankel, não Agnes Gold ou Drosselmeyer.

Hoje o titular do Haras Don Alberto é o mais respeitado criador sul-americano que se transladou para Lexington.  E com um plus: ele não deixou de criar no Chile e para lá levou correntes sanguineas que nós brasileiros achamos impossível de trazer. E tudo isto porque? Porque o Chile se arrumou e o Brasil desgringolou. E com ele, nosso cada vez mais combalido turfe. Será que não temos forças suficientes para nos colocarmos novamente de pé?

Hoje perdemos no vinho, na economia e até nos cavalos de corrida. Qual será a nossa próxima derrota?

A festa do GP. Brasil foi boa, mas longe de ser aquilo que a meu ver deveria ter sido. Na pista as emoções não foram grandes pela simples falta de grandes artistas. Mas como poderemos criar um número suficiente de artistas se caimos de quase 8,000 para pouco mais de 1,800, cavalos criados ano.

Vejo poucos entrarem e muitos sairem, e a qualidade cair ano a ano. E não é culpa dos profissionais que a cada dia estão melhores. São das condições impostas. Paramos de importar matrizes e cada vez mais decaimos o nivel de garanhões importados. Penso que isto possa ser visto como o começo do fim.

O maior proprietario e criador do turfe paulista, e a quem Cidade Jardim deve sua sobrevivência, vai mandar muitos dos seus pupilos para a Argentina. O leading trainer paulista, também vai. E sabem para onde? Também para a Argentina! Quem vai ficar com a chave? Eu acho que cada um deve mandar seus cavalos para onde quizer. Mas a cada remador que perdemos fica mais dificil manter no barco em rota firme.

Volto a Miami ciente que cumpri a minha missão representando nas vendas meus clientes, mas também sei que eles deveriam ser canonizados, pelo sacrificio que fazem pela manutenção do turfe brasileiro.