HARAS SANTA RITA DA SERRA - BRASIL

HARAS SANTA RITA DA SERRA - BRASIL
HARAS SANTA RITA DA SERRA - CLIQUE NA FOTO PARA CONHECER NOSSO PROJETO

HARAS REGINA

HARAS REGINA
HARAS REGINA - CLIQUE NA FOTO PARA CONHECER NOSSO PROJETO

HARAS FIGUEIRA DO LAGO

HARAS FIGUEIRA DO LAGO
HARAS FIGUEIRA DO LAGO - São Miguel, São Paulo

STUD H & R

STUD H & R
STUD H & R - TOQUE NA FOTO PARA VER UM UM GP. BRASIL QUE VAI FICAR NA HISTÓRIA

HARAS SANTA MARIA DE ARARAS

HARAS SANTA MARIA DE ARARAS
AEROSOL, MESMO DEVOLVIDO PROVOU SER CRAQUE: TOQUE NA FOTOGRAFIA E VENHA CONHECER O BERÇO DE CAMPEÕES

HARAS SANTA TEREZA DO BOM RETIRO

HARAS SANTA TEREZA DO BOM RETIRO
ONDE A VELOCIDADE IMPERA - CLIQUE NA FOTO PARA CONHECER NOSSO PROJETO

HARAS NIJU

HARAS NIJU
toque na foto para conhecer nosso projeto

HARAS SANTA LUZIA DA ÁGUA BRANCA

HARAS SANTA LUZIA DA ÁGUA BRANCA
HARAS SANTA LUZIA DA ÁGUA BRANCA: VENCEDORES INTERNACIONAIS EM TRÊS CONTINENTES

albatroz bloodstock agency, Inc.

albatroz bloodstock agency, Inc.
albatrozusa@yahoo.com

quinta-feira, 29 de junho de 2017

PAPO DE BOTEQUIM: A LISURA E A TRANSPARÊNCIA DE QUALQUER TRANSAÇÃO

Uma coisa puxa a outra. Muita gente ficou preocupada com os resultados obtidos nas vendas da Associação, no hipódromo da Gavea. Eu confesso que achei bom, principalmente no inicio onde constavam os quatro cavalos que haviam me agradado, cujos numeros eram 5,6,10 e 13. Não vi a todos. Mas quase todos, e lhes garanto que estes sobravam na turma. O fato dos dois mais caros, irem, um para os Estados Unidos, num acerto de possivel sociedade, e o outro para o agente do Mondesir na Argentina, sucitou em muitos uma certa desconfiança.

Antes de mais nada, aviso aos navegantes, que anualmente faço visitas ao Mondesir, ainda no periodo de crescimento dos potros. Foi assim que identifiquei Einstein. Não havia este ano outro Einstein, mas três de seus lotes me agradavam muito. E quando adquirimos a Einstein, a idéia era a de leva-lo para ser domado nos Estados Unidos.

Eu penso que os números 5 e 6, são aqueles que dão o inicio a veracidade de um leilão. E eles atingiram preços altos, segundo quatro de meus leitores, considerando-se o fato - que segundo eles - o Mondesir não ter os mesmos resultados em pista do Sta. Maria de Araras, outrossim, tem que se levar em consideração, que cavalo é individuo. Não importa onde tenha vindo a nascer.

A verdade tem perna curta, diz um de meus leitores. Eu não me preocupo com isto, pois, você tenta comprar aquilo que mais lhe apetece, e se há defesa camuflada ou venda límpida, não importa. Importa é que pelo menos alguém que animal mais que você. A responsabilidade do agente é repassar para seus clientes aquilo que julga ser o melhor apresentado. O valor e em que condições estes animais irão a ser adquitidos, não esyá mais sob a responsabilidade daquele que o indicou.

Acredito que tenhamos que ter mais atenção em outros aspectos de nosso mercado, do que se um cavalo foi defendido ou não. Aliás, eu sou a favor da defesa aberta, ou da RNA, a reserva não atendida de Keeneland, que é imediatamente publicada, no máximo 15 minutos após a passagem do animal, pelo palco. E se você quiser saber antes, basta se encaminhar para a secretaría, que fica a dez passos do tattersall e imediatamente a informação lhe será cedida. Isto implica na lisura e transparência da venda. Isto facilita a você ir lá e adquitir o lote antes que ele seja transferido para casa. Por isto, Keeneland talvez seja o mais concorrido leilão neste planeta.

Em Setembro último fui lance perdedor em uma potranca em Keeneland. Fui verificar e descobrir ser defesa. Passei a informação para o interessado que me autorizou a confirmar o ultimo lance. O fiz, e o vendedor agradeceu mas disse o valor de sua reserva, que era ainda um pouco acima do valor que a potranca viera a ser defendida. Ele não apenas me disse. Como é de praxe, mostrou o papel que tinha com o pedido de reserva. Passei a informação para o interessado e finalmente a transação foi concretizada, tendo Keeneland como avalista. Isto é lisura. Isto é transparência.

Infelizmente assisto ainda no Brasil, pedirem um lance minimo para determinado cavalo e depois de confirmado, este lance é batido por outro. E como este último não é rebatido, volta-se atrás, confirmando-se o anterior. Está claro neste tipo de ação, que alguém tentou inflar o preço final do cavalo. Todavia, isto acontece em Keeneland e em qualquer outro leilão. Faz parte do jogo. E as vezes até cola.

Concordo que ainda exista muita nebulosidade nas vendas de potros no Brasil. O que eu considero uma pena, pois, num mercado tão frágil, qualquer duvida sucitada, gera resultados negativos. O disse me disse pouco me importa. O que me apavora é a tal da ilação, palavra que esta tão em moda Brasil. São suposições que nada ajudam a veracidade dos fatos. A base de um mercado sólido é a certeza que está se pagando o preço de mercado, para aqiele loye que lhe despertou interesse. O que não sinto muito concreto nas insipidas vendas brasileiras. Mas nada que a tal da experiência que um comprador tem que ter, não possa contornar.

O que realmente um agente tem que ter em foco, é a qualidade do elemento que vai indicar a seu cliente. A compra é decisão do cliente. O fato do lote escolhido ser pretensamente defendido, não altera a transação, apenas determina que aquele que está vendendo, acha, que não foi dinheiro suficiente, o ofertado.

O errado é usar dois ou três lotes, como cerejas de bolo, para que o bolo em si, seja mais apreciado. É ai que entram aquilo que chamo de defesas camufladas e se como disse um dos leitores em desacordo, a mentira tem perna curta, e ela será imediatamente descoberta.