HARAS SANTA RITA DA SERRA - BRASIL

HARAS SANTA RITA DA SERRA - BRASIL
HARAS SANTA RITA DA SERRA - CLIQUE NA FOTO PARA CONHECER NOSSO PROJETO

HARAS REGINA

HARAS REGINA
HARAS REGINA - CLIQUE NA FOTO PARA CONHECER NOSSO PROJETO

HARAS FIGUEIRA DO LAGO

HARAS FIGUEIRA DO LAGO
HARAS FIGUEIRA DO LAGO - São Miguel, São Paulo

STUD H & R

STUD H & R
STUD H & R - TOQUE NA FOTO PARA VER UM UM GP. BRASIL QUE VAI FICAR NA HISTÓRIA

HARAS SANTA MARIA DE ARARAS

HARAS SANTA MARIA DE ARARAS
AEROSOL, MESMO DEVOLVIDO PROVOU SER CRAQUE: TOQUE NA FOTOGRAFIA E VENHA CONHECER O BERÇO DE CAMPEÕES

HARAS SANTA TEREZA DO BOM RETIRO

HARAS SANTA TEREZA DO BOM RETIRO
ONDE A VELOCIDADE IMPERA - CLIQUE NA FOTO PARA CONHECER NOSSO PROJETO

HARAS NIJU

HARAS NIJU
toque na foto para conhecer nosso projeto

HARAS SANTA LUZIA DA ÁGUA BRANCA

HARAS SANTA LUZIA DA ÁGUA BRANCA
HARAS SANTA LUZIA DA ÁGUA BRANCA: VENCEDORES INTERNACIONAIS EM TRÊS CONTINENTES

albatroz bloodstock agency, Inc.

albatroz bloodstock agency, Inc.
albatrozusa@yahoo.com

quinta-feira, 1 de junho de 2017

PAPO DE BOTEQUIM: O TIME E O PLANTEL


Quem, pacientemente e piedosamente acompanha de longa data o que escrevo, sabe de minha tremenda admiração pelo turfe japonês. que sempre foi grande, mesmo antes dele se firmar, agora, como uma reconhecida potência neste setor. Aliás, minha admiração é maior ainda. Deve-se, a grande sociedade que aquela ilha tem, mesmo eu não sendo apreciador de sake, suchi e de mulheres geishas.

O Japão foi destruído no final da II Guerra Mundial e teve que arcar com duas bombas atômicas, que aniquilaram com grande parte de sua população. Pensando bem, talvez fosse esta a solução para Brasilia... Quem sabe ... 

Mas hoje,o Japão é respeitado comercialmente em todos os setores. na política, na economia, nos costumes, na defea dos direitos humanos, na luta por melhores condições climáticas e creio que até nos esportes, que ainda engatinham. Penso que cada dia vai se impondo de uma forma mais do que significativa, em tudo inerente a raça humana. Vejam que já possuem tenistas e golfistas nas primeiras posições do ranking. São grandes no volley. Excepcionais nas artes marciais, e agora possuem até um piloto ganhador das 500 milhas de Indianapolis. No turfe estão a cada ano, mais perto de ganhar um Arco, coisa, que por exemplo acho quase impossível de sorrir para nós. Embora me envaideça ter ganho uma Dubai Word Cup e conseguido uma segunda colocação no King George, com cavalos brasileiros que selecionei

Como todos os povos de ilhas, são obstinados. Lá existe também corrupção, mas enquanto nos Estados Unidos quando alguém é pego, é prisão na certa, no Japão é suicidio imediato, no Brasil, vai depender de STF, cujos juizes tem seus empregos ganhos, graças aos acusados que tem que julgar.




O que quero dizer? Simples. Você para chegar a qualquer lugar, tem que primeiramente querer. Mas como querer não é garantia de poder, tem que lutar, mesmo com resultados adversos em seu inicio. Vejam o caso do futebol brasileiro, com três rodadas completadas em nossa disputa de âmbito nacional, aqueles três times, que mais investiram, e que por toda a midia eram cantados em prosa e verso como favoritos, não estão indo bem. O Flamengo é o menos pior, o Palmeiras é uma caricatura do que pintaram antes do campeonato. Vem de três derrotas consecutivas, sem hoje a desculpa de não ser mais treinado pelo Cuca. E o Atlético Mineiro, ainda não disse ao que veio. Todos os três estão nas oitavas de final da Copa Brasil. mas algim convenceu?

Na segundona, dá para entender o que está acontecendo com o Internacional? Se bem que cinco treinadores do  nivel de Argel, Falcão, Roth, Liska e Zago, não ajudam em nada qualquer que seja a causa. E isto  num periodo de dois anos. Talvez a contratação de Gordiola, explique muita coisa... 

Escuto aquela frase, que time ganha jogo e plantel ganha campeonato de pontos corridos. Outrossim, lembro aos navegantes que se você no inicio não ganhar um suficiente número de jogos, não chega a ganhar o campeonato mesmo contando com plantel.


John Magnier

O turfe tem que ser construído como uma escada. Do degrau mais baixo, no térreo, ao mais alto, que garanta uma segura chegada ao segundo pavimento. Foi a trilha seguida por John Magnier, a principio associado a seu sogro Vicent O'Brien e ao playboy Robert Sangster, - herdeiro de uma empresa de bookmakers, que vendeu por quantia milionária - logo que assumiu o lugar do fundador, Tim Vigors, um piloto da II Guerra Mundial, que inicialmente era associado a Goffs, Magnier mostrou ter um objetivo. 

Com filhos de Forli e depois de Northern Dancer, a Coolmore foi montando seu império genético que hoje desfruta. Mas para chegar a Sadlers Wells, Danzig, Danehill e Galileo, ela iniciou, modestamente com Be My Guest, Try My Best e outros. Nunca sediou The Minstrel ou Alleged, embora estes tenham sidos os alicerces financeiros da empreitada. Sindicalizou-os e manteve a construção em movimento. 


George Washington

Cada uma de suas atitudes, era a garantia de construção de mais um degrau. A intervenção na fazenda que não conseguiu cumprir com o contrato assinado de sindicalização de Storm Bird, lhe propiciou a ter a Asford, a custo zero. O aparente engodo na derrota de Alleged no St. Leger e suas não idas aos derbies da Irlanda, da Inglaterra, e ao King George, preterido que foi por The Minstrel, a morte surpreendente de George Washington, que depois que dado como infertil foi trazido de volta as pistas, onde acidentou-se e foi coberto por um polpudo seguro e outras atitudes "mandraques", os fizeram ficar conhecidos com os Gangsters. Que rima com Sangster, mas que tinha muito de uma inveja, ante o dominio que eles rapidamente exerceram. Mas ele conseguiram terminar a escada e hoje gozam do prazer de estar no segundo andar. E lá ficarão por muito tempo.


Sadlers Wells

Temos que lutar pelo que acreditamos. Temos que acreditar que nossos sonhos possam se tornar realidades. Temos que arregaçar as mangas e brigar pelo pão de cada dia. Papai do céu, não vai nos proporcionar um caminho onde hajam apenas flores. Se assim não o fosse, Gloria de Campeão nunca teria ido à Dubai e Hard Buck à Inglaterra. Foi tudo planejado e executado. A sorte apenas contribuiu como um prêmio.

Os japoneses, os australianos e os sul africanos, necessariamente nesta ordem, são os mercados emergentes que mais sonham e que melhor tem transformado estes sonhos em realidade. E nós brasileiros, continuamos ainda acreditando que com plantel o campeonato vai cair no colo?