HARAS SANTA RITA DA SERRA - BRASIL

HARAS SANTA RITA DA SERRA - BRASIL
HARAS SANTA RITA DA SERRA - CLIQUE NA FOTO PARA CONHECER NOSSO PROJETO

HARAS REGINA

HARAS REGINA
HARAS REGINA - CLIQUE NA FOTO PARA CONHECER NOSSO PROJETO

HARAS FIGUEIRA DO LAGO

HARAS FIGUEIRA DO LAGO
HARAS FIGUEIRA DO LAGO - São Miguel, São Paulo

STUD H & R

STUD H & R
STUD H & R - TOQUE NA FOTO PARA VER UM UM GP. BRASIL QUE VAI FICAR NA HISTÓRIA

HARAS SANTA MARIA DE ARARAS

HARAS SANTA MARIA DE ARARAS
AEROSOL, MESMO DEVOLVIDO PROVOU SER CRAQUE: TOQUE NA FOTOGRAFIA E VENHA CONHECER O BERÇO DE CAMPEÕES

HARAS SANTA TEREZA DO BOM RETIRO

HARAS SANTA TEREZA DO BOM RETIRO
ONDE A VELOCIDADE IMPERA - CLIQUE NA FOTO PARA CONHECER NOSSO PROJETO

HARAS NIJU

HARAS NIJU
toque na foto para conhecer nosso projeto

HARAS SANTA LUZIA DA ÁGUA BRANCA

HARAS SANTA LUZIA DA ÁGUA BRANCA
HARAS SANTA LUZIA DA ÁGUA BRANCA: VENCEDORES INTERNACIONAIS EM TRÊS CONTINENTES

albatroz bloodstock agency, Inc.

albatroz bloodstock agency, Inc.
albatrozusa@yahoo.com

segunda-feira, 31 de julho de 2017

PAPO DE BOTEQUIM: OS INCOMODADOS QUE SE MUDEM

Os incomodados que se mudem. Vocês se lembram desta frase tipica de vó? Vó Adelina a tinha na ponta da lingua. Pois bem, isto virou a maneira de ser do brasileiro. Nos estádios de futebol as crianças e torcedoes sendo expulsos, pelas torcidas organizadas. O povo deixando de sair no Rio de Janeiro, pois, a bandidagem está solta na buraqueira. E assim por diante. Logo, deixar de ler este blog, por divergir de suas opiniões, também. Nós, os incomodados com a subversão, com a bandidagem, com a corrupção, temos que mudar e os marginais acabam tomando conta do pedaço. os que não gostam do que aqui está escrito, devem igualmente migrar, pois, a tribuna é kivre até para o exodo.

Quanto vale o voto de um deputado federal? Perguntem a Michael Temer e ele lhe apresentará a tabela. E de um senador da Republica? Ai é mais complicado pois, entraremos na seára de distribuição de ministérios, altos cargos publicos e outras coisitas parecidas.

Pois bem, Deus criou este mundo a zilênios atrás. E determinou um sistema simples onde o ar seria dos pássaros, o mar dos peixes e a terra dos animais - sejam eles humanos e selvagens - e vegetais. E os incomodades que se mudem. Ele criou as nuvens, para irrigar a terra, e os rios para levar as águas para o mar e num sistema de evaporação todo o processo se renovar. Porisso, não me surpreendo quando um tubarão aparece aqui em Hallandale, quando as águas estão claras e o sol forte. O mar é lugar dele. A areia da praia, minha. Não tenho medo de viajar de avião, mas também não tenho notícia que uma ave - se não for abatida - cair por falha mecânica. 

A isto minha avó Adelina, retrucava que cada macaco no seu galho. E sempre, os incomodados que se mudem, quando eu reclamava do quiabo ou da berinjela.

Abro parêntese. Eu nunca conheci uma pessoa que gostasse de quiabo e muito poucos que adoram berinjela ou nabo, mas para dona Adelina, eram importantes para o seu desenvolvimento físico, principalmente na fase do crescimento. Aprendi, no Estados Unidos, que se você tem um haras, o cavalo pula cerca e morre atropelado na rodovia, você ainda tem que pagar os danos feitos ao carro. E porque? Porque o cavalo estava onde não deveria estar. Fecho parêntese.

Para você criar o atleta a que me referi, em outro Papo de Botequim, você tem que ter terra boa, espaço, equipe profissional e alimentação suplementar. Isto se chama trato. Que tem um custo e demanda certo conhecimento. Trato não ganha corrida sózinho, mas ajuda para burro a genética, a fazê-lo. Imaginem colocar o motor da Ferrari do Vetel numa Kombi, caida aos pedaços? Os resultados serão desastrosos, já na primeira curva. Logo criar bem, é uma fase do projeto de se ter um craque. Na verdade o segundo passo, pois, houve uma seleção anterior de reprodutores e éguas de cria, que propiciarão os acasalamentos, dos quais nascerão os elementos a serem criados.

Isto parece elementar, mas não é.

Genética sem formação atlética, em 90% dos casos é desastre. Formação atlética sem genética é pior ainda. E isto não levando em consideração que você entregará a um treinador e a um jockey todo o produto de seu trabalho. E se o treinador for uma Dilma e o jóquei o Hortelino Troca-Letras, o projeto irá para o brejo.

Todo o processo de formação de um cavalo de corrida, está consubstanciado em vários fatores. Como uma corrente de ferro. Se um dos elos fracassar, fica muito dificil se manter an âncora no lugar. E em algum ponto, de mar bravio, irá se perder do navio.

Criar bem é básico. Ter uma genética a altura se torna possível dentro de nossa realidade financeira, E criar um equipe profissional, impressíndivel. Para mim, estes são os três fatores básicos, na formação de um grande cavalo de corrida. A partir da daí o silêncio se torna maior.