HARAS SANTA RITA DA SERRA - BRASIL

HARAS SANTA RITA DA SERRA - BRASIL
HARAS SANTA RITA DA SERRA - CLIQUE NA FOTO PARA CONHECER NOSSO PROJETO

HARAS REGINA

HARAS REGINA
HARAS REGINA - CLIQUE NA FOTO PARA CONHECER NOSSO PROJETO

HARAS FIGUEIRA DO LAGO

HARAS FIGUEIRA DO LAGO
HARAS FIGUEIRA DO LAGO - São Miguel, São Paulo

STUD H & R

STUD H & R
STUD H & R - TOQUE NA FOTO PARA VER UM UM GP. BRASIL QUE VAI FICAR NA HISTÓRIA

HARAS SANTA MARIA DE ARARAS

HARAS SANTA MARIA DE ARARAS
AEROSOL, MESMO DEVOLVIDO PROVOU SER CRAQUE: TOQUE NA FOTOGRAFIA E VENHA CONHECER O BERÇO DE CAMPEÕES

HARAS SANTA TEREZA DO BOM RETIRO

HARAS SANTA TEREZA DO BOM RETIRO
ONDE A VELOCIDADE IMPERA - CLIQUE NA FOTO PARA CONHECER NOSSO PROJETO

HARAS NIJU

HARAS NIJU
toque na foto para conhecer nosso projeto

HARAS SANTA LUZIA DA ÁGUA BRANCA

HARAS SANTA LUZIA DA ÁGUA BRANCA
HARAS SANTA LUZIA DA ÁGUA BRANCA: VENCEDORES INTERNACIONAIS EM TRÊS CONTINENTES

albatroz bloodstock agency, Inc.

albatroz bloodstock agency, Inc.
albatrozusa@yahoo.com

segunda-feira, 12 de março de 2018

PONTO CEGO: TEMOS QUE APERTAR OS PARAFUSOS.

O que é óbvio pode não ser original ou divertido, mas diria ser contundente. A obviedade têm uma contundência que desafia até a unanimidade. O que é óbvio, está na cara. Até um leigo há de notar.


Este fim de semana assisti pela televisão 23 provas de grupo, entre Estados Unidos, Dubai, Austrália e Japão. Quando a Europa entra no circuito a dança fica ainda mais intensa. Chego a assistir de 30 a 40 provas pela TV. Canal aberto. Logo, a TV têm uma importante função no desenvolvimento da atividade. Infelizmente no Brasil, a televisão parece não tem interesse algum. Falta de patrocinio? Publico não identificado como importante? Algum razão há de haver, pois, ligar a televisão no domingo e ver a Globo transmitindo algo como nas Ondas de Barbados, não me parece a melhor coisa da vida. Seºa que as ondas de Barbados, atraem mais publico que um Bal a Bali?

Ter as corridas brasileiras na Youtube e na Internet, é importante. Mas isto são publicos já cativos. Não acredito que tragam novos turfistas. Só a televisão aberta trás a massa. Temos o recordista mundial de vitórias em cavalos de corrida, o Ricardo. Temos os lideres dos jóckeys na Inglaterra, em Macau, em Hong Kong, na Argentina e no Canadá. Profissionais que lá chegaram, por esforço próprio. Não seria isto noticia? Já ganhamos a Dubai Cup, o Santa Anita handicap e quase o King George e parece que ninguém se ligou no fato, simplesmente pelo fato que a midia de massa, não deu a minima bola. Alguma coisa está errada. Tem que apertar um parafuso, para a máquina engrenar? Dois parafusos? Três? Não sei, o que sei é que algo tem que se feito para atrair o interesse da TV aberta.