HARAS SANTA RITA DA SERRA - BRASIL

HARAS SANTA RITA DA SERRA - BRASIL
HARAS SANTA RITA DA SERRA - CLIQUE NA FOTO PARA CONHECER NOSSO PROJETO

HARAS REGINA

HARAS REGINA
HARAS REGINA - CLIQUE NA FOTO PARA CONHECER NOSSO PROJETO

HARAS FIGUEIRA DO LAGO

HARAS FIGUEIRA DO LAGO
HARAS FIGUEIRA DO LAGO - São Miguel, São Paulo

STUD H & R

STUD H & R
STUD H & R - TOQUE NA FOTO PARA VER UM UM GP. BRASIL QUE VAI FICAR NA HISTÓRIA

HARAS SANTA MARIA DE ARARAS

HARAS SANTA MARIA DE ARARAS
AEROSOL, MESMO DEVOLVIDO PROVOU SER CRAQUE: TOQUE NA FOTOGRAFIA E VENHA CONHECER O BERÇO DE CAMPEÕES

BLACK OPAL

BLACK OPAL
BLACK OPAL: THE NEW POWER AT SOUTH AMERICAN RACING

HARAS SANTA TEREZA DO BOM RETIRO

HARAS SANTA TEREZA DO BOM RETIRO
ONDE A VELOCIDADE IMPERA - CLIQUE NA FOTO PARA CONHECER NOSSO PROJETO

HARAS NIJU

HARAS NIJU
toque na foto para conhecer nosso projeto

HARAS SANTA LUZIA DA ÁGUA BRANCA

HARAS SANTA LUZIA DA ÁGUA BRANCA
HARAS SANTA LUZIA DA ÁGUA BRANCA: VENCEDORES INTERNACIONAIS EM TRÊS CONTINENTES

albatroz bloodstock agency, Inc.

albatroz bloodstock agency, Inc.
albatrozusa@yahoo.com

domingo, 25 de setembro de 2016

PAPO DE BOTEQUIM: PORQUE KEENELAND É FUNDAMENTAL - PARTE 4

Quero deixar claro, que em minha maneira de ver, existem muitas formas de se comprar um cavalo em cinco digitos e se dar melhor do que aquele de sete digitos. Já provei isto, aqui nos Estados Unidos com Cara Rafaela. Eu tenho meus métodos que são todos baseados em sucessos anteriores. Não sou geneticista, muito menos gênio, mas sei copiar. Sei ver que certas estruturas estão funcionando melhor, no jogo da dominância, e procuro equalizar num pedigrees ações que acredito que possam dar certo. E querendo a torcida do Fluminense ou não, elas tem dado. Sobrevivi até aqui, e a cada ano que passo meus clientes atingem patamares maiores. Sorte? Como se nunca ganhei nada em jogo ou loteria?

Eduardo Bueno em sua grande obra, Brasil uma história, ele comenta ao dar inicio a um de seus capitulos, que Vila Rica não era Florença, pedra sabão não é marmore e o Aleijadinho não foi Michelangelo. Assim, desta forma porque acreditar que o que os filhos de Danehill fizeram com as mãe Sadler´s Wells, se repetirão, com seus netos e bisnetos? Realmente não existe nenhuma garantia. E aceito até que os céticos duvidem, pois, a plausibilidade da situação pode requerer. Mas por incrivel que pareça, elas acontecem com muito maior frequencia que se possa imaginar. O que corrobora a minha tese, que estruturas genéticas, funcionam, assim como as linha maternas. Que são justamente com o fisico, os três pilares de minha tese de seleção. Esta tese não garante infabilidade, mas aumenta em muito as suas chances de sucesso. E ademais o fato de Aleijadinho não ser Michelangelo, que trabalhar com pedra sabão é tão complicado como com mármore, e por isto tratam-se assim de dois mestres, guardadas as devidas proporções. E tenham em mente que Alejadinho não tinha este apelido por acaso. Nem mãos tinha...

Portanto, não me venham que sucesso é sinônimo de sorte. Vó Adelina dizia, que a sorte ajuda a quem cedo madruga. Eu pelo menos sou uma pessoa de hábitos diurnos, e acordo muito cedo. E aqui em Keeneland, se você quiser examinar o maior número possível de cavalos, tem que estar as 7.00 da manha com catalogo na mão, a espera da abertura do primeiro barn. E porque você ter que ver o de sua lista e aqueles que não pertence a esta? Porque um dia, eles vão ser seus adversários e assim torna-se melhor conhece-los antes de comprar aquilo que lhe apetece, do que depois na pista, ter o dissabor de descobrir na forma mais dura - a da derrota - que existe coisa melhor. Mas vamos voltar aos trilhos explicando o porque de meus primeiros paragrafos.

No grupo que compunha a short list, hevia uma que carregava consigo o tripe mágico de imbreeds em Northern Dancer, Mr. Prospector e Buckpasser, além de uma duplicação em Somethingroyal. Era filha do jovem reprodutor The Factor. numa mãe El Prado e esta em uma mãr Mr. Prospector. Linha 10-a.



Esta teve seu preço mais salgado, US$75,000 mas de longe é uma futura reprodutora para quem quer que seja. Não estava ainda amadurecida para a venda, Faltava-lhe carne e acima de tudo um final, já que irá se tornar numa belíssima égua. Lembrava a mim demais, Cara Rafaela. Mas como a anterior, estava antes do alvo que realmente nos fazia ter maior anseio de possuir.

Não olho em uma potranca, apenas fisico, andatura e pedigree. Tenho muito respeito por expressão e temperamento. Gosto das impassiveis, aquela que o mundo pode estar acabando à sua volta e nada a abala. Ela normalmente darão boas corredoras e admiraveis mães.



Com certeza a filha do igualmente jovem reprodutor Tapizar era uma delas, Passadas largas sem perda, em momento algum, de ritmo, e um olhar perdido no horizonte que realmente me cativou.  Coisas que uma fotografia não consegue transmitir, mas que você in loco, é capaz de assimilar. Mãe Storm Cat em mãe Capote, da linha 8-f e com imbreeds em dois Kentucky derby winners, Northern Dancer e Seattle Slew. são coisas que não poderiam passar a desparcebido. E um preço de US$80,000.

Concordo que são preços altos para o Brasil, mas não para aqui, já que com duas vitórias você pode ressarcir seu investimento inicial e ao contrário do Brasil, uma ganhadora de duas em hipófromos de primeira linha, vale grana. No Brasil ela pode a ser desvalorizada, pois, tem poucos páreos a correr. Mas voltemos aos trilhos.

E a medida que a escolhida ia se aproximando, bem lá no fundo de seu ser, uma questão. Será que conseguiriamos comprar, abrindo mão de outras de similar qualidade? Como diria o filósovo fatalista, O que há de ser, será.

Se você é criador tem que pensar como um, mesmo que como proprietarios existam outras opções tão boas, quanto, nunca melhores. Melhor é melhor, em qualquer idioma. Comprar um cavalo imaginando que ele vai ser segundo não está em minha personalidade. Compro aqueles que acredito que possam ser ganhadores de grupo e por isto talvez de quatro adquiridos, por mim, um, vai lá e emplaca.

A grande maioria do norte-americano conhece pouco pedigree, mas principalmente os treinadores, conhecem fisicos. E em Setembro, os treinadores comparecem nas vendas e alastram seus tentaculos, com agentes trabalhando para eles. E um dos segredos de Keeneland, é proibir do agente ganhar nas duas pontas. Aqui a comissão é sempre paga pelo comprador, afinal foi ele que requisitou seus serviços. O comprador paga sua comissão de 10% a Keeneland. No Brasil, tenta-se ganhar de todos os lados. O que não deixa de sefr um conflito de interesses.

Mais deixemos para amanhã o desfecho destas notas, pois, o assunto é ainda extenso.

EM WOODBINE



EM LAUREL




EM BELMONT PARK


sábado, 24 de setembro de 2016

SUCESSO PARA SONGBIRD, UM INFERNO PARA NYQUIST




QUAL É A SUA OPINIÃO? SERÁ QUE HENNESSY IRÁ VIRAR UM DIA., CHEFE DE RAÇA?

Seu pai Storm Cat, inegavelmente o é, e Hennerry talvez tenha sido um dos melhores de seus filhos na pista. Sua Breeders Cup Juvenile, quando bateu ao favorito Unbridleds Song, foi simplesmente eletrizante, porém, no breeding-shed ele deixou a desejar. Nem na Argentina ou mesmo na Australia - onde fez shuttle - conseguiu se firmar, porém vários são seus filhos capazes de produzir ganhadores de grupo e produtores de ganhadores de grupo.

Scat Daddy é o melhor descendente de Hennessy no setor reprodutivo. Se não tivesse morte prematura, dificilmente teria chances de ser eleito um dos melhores reprodutores do pedaço. E Sageburg me parece estar indo na direção certa,

.....Hennessy
..........Cactus Ridge
...............CACTUS KRIS (Gr.3 - CAN)
..........Henny Hughes
...............BEHOLDER (Gr.1 - USA)
...............MOANIN (Gr.1 - JPN)
..........Irish Brother
...............CANDY'S SUN (Gr.3 - CHI)
..........Johannesburg
...............Grand Daddy
....................BIG DADDY (Gr.1 - CHI)
...............Jupiter Pluvius
....................LIFE LONG (Gr.3-VEN)
...............Sageburg
...................SI SAGE (Gr.2-USA)
...................SPAIN BLUES (Gr.2-GB)
...............Scat Daddy
...................CARAVAGGIO (Gr.3-GB)
...................CELESTINE (Gr.1-USA)
...................DACITA (Gr.1-USA)
...................DADDY'S LIL GIRL (Gr.2-USA)
...................DON LUCAS (Gr.3-VEN)
...................EL BROMISTA (Gr.2-CHI)
...................EL REY IVAN (Gr.3-CHI)
...................HARMONIZE (Gr.1-USA)
...................KITCAT (Gr.1-CHI)
...................LADY AURELIA (GR.1-FR; Gr.2-GB)
...................PANZER BARCELONA (Gr.1-VEN)

FIQUEM LIGADOS

NÃO SE ESQUENÇAM
HOJE É DIA DE SONGBIRD
E DE NYQUIST
FIQUEM LIGADOS,
POIS PINTA SER UM DIA
DE GRANDES EMOÇÕES


EUROPEAN LISTED



HOJE PELA MANHÃ EM NEWMARKET



HOJE

PONTO CEGO: ANABAA

Venho alertado por aqui, e não é de hoje, a importãncia que as filhas de Anabaa vem tendo no desenvolvimento da criação mundial. Creio ser hoje licito se afirmar que Anabaa e um avô materno de primeiro escalão. 

São 22 individuiais ganhadores de grupo, de 2011aité o presente momento

HALO
.....Southern Halo
..........More than Ready
...............Sebring
....................DISSIDENT by Dianas Secret (Anabaa)
.....Sunday Silence
..........Deep Impact
...............AKIHIRO by Bahaama (Anabaa)
..........Manhattan Cafe
...............QUEENS RING by Aqua King (Anabaa)

NASRULLAH
.....Grey Sovereign
..........Zeddaan
...............Kalamoun
....................Kenmare
.........................Higuest Honor
..............................Dunquerque
...................................BLACKTYPE by Theorie (Anabaa)
.........................Kendor
.............................Kendargent
..................................JIMMY TWO TIMES by Steel Woman (Anabaa)
.....Red God
..........Blushing Groom
...............Rahy
....................Noverre
.........................Le Havre
..............................ZGHORTA by Ana Zghorta (Anabaa)

MR. PROSPECTOR
.....Fusaichi Pegasus
..........Haradasun
...............HARRYS SON by Dash on Ruby (Anabaa)
.....Machiavellin
..........Medicean
...............YAKABA by Kayaba (Anabaa)


NORTHERN DANCER
.....Danzig
..........Danehill
...............Redoutes Choice
....................TANGOS DAUGHTER by Tango Fire (Anabaa)
.....Fairy King
..........Encosta de Lago
...............ENGLISH by Court (Anabaa)
.....Lyphard
..........Bellypha
...............Mendez
....................Linamix
.........................Slickly
...............................MOBACO by Lunaa (Anabaa)
.....Nureyev
..........Polar Falcon
...............Pivotal
....................Excellent Art
.........................AIM TO PLEASE by Midnight Flash (Anabaa Blue)
..........Soviet Star
...............Starcraft
....................HAVANA by Top Cuban (Anabaa)
.....Sadlers Wells
..........Galileo
...............SOPIRITJIM by Hidden Silver (Anabaa)
..........Montjeu
...............Authorized
....................HARTNELL by Debonnaire (Anabaa)
...............Motivador
....................TREVE by Trevise (Anabaa)
.....Storm Bird
..........Storm Cat
...............Giants Causeway
....................DALKALA by Daltaya (Anabaa)
...............Hennessy
....................Johannesburg
.........................Sageburg
..............................SPAIN BURG by Spain Blues (Anabaa Blue)
.....Try My Best
..........Last Tycoon
...............OReally
....................MUWAARY by Silently (Anabaa)

PRINCEQUILLO
.....Prince John
..........Speak John
...............Hold Your Peace
....................Success Express
.........................Mossman
..............................BUFFERING by Action Annie (Anabaa)

SEA BIRD
.....Arctic Tern
..........Bering
...............American Post
....................AMEERAH by Miximaa (Anabaa)


SIR GAYLORD
.....Sir Ivor
..........Sir Tristram
...............Zabeel
....................Octagonal
.........................Lonhro
..............................Denman
...................................FITICRACY by Reine de Jeu (Anabaa)
.........................Niello
..............................NAUTICAL by Magda (Anabaa)

PAPO DE BOTEQUIM: PORQUE KEENELAND É FUNDAMENTAL . PARTE 3


Gosto de citar exemplos e mais do que isto abrir parênteses, e inicio a terceira parte deste depoimento, abrindo a um que para mim ilustra bem o que levo em consideração como a força do dinheiro. Uma vez estava em Deauville, onde commpareci para as suas vendas em Agosto, quando encontrei em meu jogging matinal ao criador argentino Ignacio Correas. Uma das figuras mais extraordinárias deste mercado. Seguimos juntos dali para frente, e quando passavamos à porta do casino, eis que surge a nossa frente Naji Nahas - que ainda esta vivo - e o ator Omar Shariff - do qual não posso dizer o mesmo. Eram oito horas da manhã, eu iniciava meu dia e eles, provavelmente estavam acabando o seu anterior.

Ignácio os conhecia bem e depois da troca de cumprimentos, uma coversa foi jogada fora. Quando já estavamos prontos para seguir o nosso caminho, eis que aparece o treinador de Nahas. um egipcio com cara de louco e que parecia estar mais agitado que o normal. Com um catalogo de Deaville em suas mãos, fez ver a seus patrôes que naquele volume estavam presentes os futuros ganhadores do Arco, do Jockey Club, do Diana e do Vermeille, e achava que por isto deviam ir lá examina-los, pois, se não fizessem isto iria perde-los. Ao que o ator, respondeu: se você tem certeza que todos estão ai, vá lá em compre o catalogo inteiro, e não teremos chance de perder. Fecho o parênteses na certeza que me fiz entender do que possa a ser a força do dinheiro e que no caso citado, não passei de uma simples testemunha da história. 

Disse e repito, quando se juntam as forças que se degladiam em um venda, - força do dinheiro, instinto e raciocinio légico - num só elemento, este elemento leva na grande maioria das vezes a melhor. O sucesso da Juddmonte Farms está consubstanciado exatamente nisto. Nesta perfeita integração dos três elementos: lógica, instinto e força financeira, agoea sim na orden exata de importância. Fui chamado uma vez com os responsáveis da Juddmonte, a conversar sobre uma possivel posição no grupo que elaborava os pedigrees, por ter comprado deles uma potranca de descarte e esta ter se tornado clássica do Brasil. Du Chatillon, voces lembram dela?

Quero deixar claro que as coisas acontecem por que tem que acontecer. Mas que para isto aconteça. você tem que ter a sorte de estar presente. É este o quarto elemento que diferencia os investidores: sorte. Uns tem mais e outras tem menos.

Sem sorte você se entala, simplesmente chupando um chicabom, ou é atropleado, atravessando a avenida Nossa Senhora de Copacabana, diria Nelson Rodrigues. Eu não chegaria a tanto, mas lembro que se não tivesse examinado a Drollig, English Major, Giulia, Estrela Monarchos, Perfectly Associat, e Nothing Tomorrow, meus seis últimos cavalos de grupo1, a quem estive associado e que adquiri nos últimos seis anos, em Keenalnd ou na Gávea, a sorte litetralmente não iria cair do céu.

Nesta vendas recem findas tive contato com um jovem criador brasileiro, que somente tivera uma conversa uma vez em Cidade Jardim. Ele queria contratar meus serviços para as vendas de Setembro em Keenland, mas tinha a sua própria short list. Aliás, sem que seja necessário abrir-se um parênteses, afirmo que uma caracteristrica marcantes, da maioria dos investidores brasileiros, é marcar catalogos, independentemente de seu agente. Mas quando recebi dele sua lista, vi que em mais de 80%, no catalogo 3, ela coincidia com a minha. Fiquei surpreso, pois, isto não é muito normal, pelo menos comigo. Interessei-me vivamente no assunto, pois, tive a plena certeza que estar conversando com alguém, que queria mais do que adquirir uma simples potranca.

Em seu primeiro parágrafo, que aqui tomo a liberdade de transcrever em parte, assimilei, imediatamente, onde ele queria chegar e com certeza chegará.

Faz algum tempo que nos nao nos falamos, mas mesmo assim nunca deixei de ler seu blog. Primeiramente, devo agradecer voce por ser um dos mais ativos escritores sobre o tema, mas tambem por ter aberto meus olhos, ha uns 4-5 anos atras, para me aprofundar em temas que antes nao abordava e que hoje julgo fundamentais. Meu objetivo que um dia foi ganhar um G1 na Argentina, hoje passou a ser ganhar um G1 em um grande centro e acredito ser possivel sem investir milhoes...

Com a liberdade que ele meu deu, com suas palavras, no inicio do parágrafo descrito, trocamos mensagens, e em uma das primeiras alertei que achava sua short list muito boa mas que ainda poderia melhorar se ele atentasse para um ou dois mais fatores. Em uma semana ele veio com outra mais ampliada, onde os meus mais importantes 5 piques, estavam representados. A lista estava excelente. Quero deixar claro, que não estamos aqui falando no caso de Omar Shariff, de marcar o catalogo todo, para se atingir a um objetivo. Era uma short list de pouco mais de 30 elementos dos mais de 800 existentes no catalogo 3.

Quando você elabora uma short list dentro de uma lógica concentuais na grande maioria das vezes, a lógica funciona com o fisico, e daqueles pouco mais do que 30, depois de uma inspeção fisica, diria que bastante critica, o número caiu para 12, o que me parece ser um percentual ainda bastante elevado. Ai entra outro raciocinio lógico. A lei das prioridades. Se seu mais importante pico é o nono, o que fazer no caso dos oito primeiros se a idéia é comprar apenas um. E é ai, que o investidor tem que raciocinar friamente e esperar por aquilo que o conhecimento, o instinto e a lógica teimem em lhe dizer ser o mais apropriado. 

Mas se quando chegar lá, o dinheiro disposto não for suficiente? É ai que entra a sorte. É torcer que o que você elegeu como o seu pique, não tenha sido notado por outro disposto a gastar mais dinheiro. Foi assim, pelo menos para mim, em relação a Giulia, Estrela Monarcos e Notting Tomorrow. Outrossim, a "tenebrosidade" dos pais, foi a razão... Mas respondendo a pergunta do inicio deste paragrafo. É preferivel se tentar aquilo em que mais acredita do que tentar em algo bom, mas que não está no topo de seus desejos. Se der deu, se não der ...

Esta são as decisões que você tem que tomar quando o objetivo esta bem delimitado.

Mas mesmo na lógica tem que haver exceções. E ai que entra o instinto. Eu nunca gosto de comprar produtos filhos de éguas de idade avançada, principalmente aquelas que deram um ganhador de grupo 1, mas que nada fizeram, dali para cá. Poucas são as éguas que produzem dois ganhadores de grupo no hemisfério norte. Mas como disse antes, toda regra tem exceção, fiz duas em minha vida e não me arrependo. A primeira com Victorica e a segunda com Baby Victory, ambas ganhadoras de grupo e que posteriormente vendi por boas somas em Keeneland. É aquela história de se encantar com o produto e arriscar que ele possa ser o segundo, daquela égua, com qualidade, E era o caso no domingo da potranca que achei ser uma das duas de melhor fisico entre as doze.

Sua mãe tinha bastante idade e nos idos tempos havia produzido a um ganhador de grupo 1. O mercado penalizou-a, e ela saiu por US$40,000. Todavia, não me supreenderei se ela algum dia luzir em algum lugar deste universo.

Era pelo estreante Astrology, numa mãe da linha 1-n, que o pariu com 15 anos e filha de nosso conhecido Roy.

Porque ela não atimgiu mais? Um misto do pai não ser fashionable, a mãe ser velha e ela não ter sido muito inspecionada pelas duas razões anteriores. Resumo da ópera, em em nosso caso ela era uma das oito anterioras.

Amanhã continuaremos, pois, o assunto é extenso.





sexta-feira, 23 de setembro de 2016

EM MONEEY VALLEY


EUROPEAN LISTED



EM NEWMARKET




PONTO CEGO: A SAIDA DO TNT DO MERCADO BRASILEIRO

E o boato foi confirmado. Stud TNT encerrara suas atividades de criação de cavalos de corrida, no Brasil, e tentara melhor sorte nos Estados Unidos, onde ele já aprendeu que exige muita competência e um foco muito grande de atenção.

Não me surpreendi quando este boato começou a circular, pois, na verdade, havia indicios claros que isto aconteceria. Gonçalo Borges Tprrealba não era mais visto, com muita frequência na Gávea, houve um abandono de éguas no pasto que não foram cobertas e que resultaram no desaparecimento de várias delas. Algumas vendas de diminuição de plantel e um fraco resultado nas pistas. Tudo isto somado deve ter tido um peso significativo na balança.

Confesso que tinha esperanças que isto não acontecesse, e via em seu filho, a chance de continuídade aqui no Brasil. O rapaz era fervoroso torcedor de suas cores e assiduo, por um bom tempo, às corridas, na Gávea.

Tenho muito carinho pelo TNT, que praticamente vi começar e sinceramente penso o ter ajudado a se colocar no lugar que veio a se colocar  e que até as cores fui responsavel pela compra no leilão de encerramento de outro grande haras, a Calumet farm. Ou como diria um dileto amigo, eu creiei o mosntro.

De monstro, pelo menos para mim, o Gonçalo nunca teve nada. Afavel, inteligente e impetuoso, ele queria estar no topo, e creio que com Much Better na América do Sul, e com Cara Rafaela nos Estados Unidos, em pouco tempo ele chegou lá. Diria que como no caso do Stud Estrela Energia, bem rápido.

Creio que devemos torcer para que as coisas nos Estados Unidos funcionem para ele, pois, é o nome brasileiro que passa a ter maior projeção por lá, desde a saida de Ocala, do Santa Maria de Araras.

OS NUMEROS DA CRIAÇÃO NORTEAMERICANA


ESTATISTICAS


O SUCESSO DAS VENDAS DE KEENELAND


KEENELAND CONTINUA EM ALTA




AGORA O TIME ESTÁ COMPLETO !


A BLACK OPAL
A ENTIDADE MAIS "SORTUDA" 
DO BRASIL
AGRADECE AOS PROFISSIONAIS
Renato Gameiro - consultor e selecionador
Christian Schlegel - veterinário
Beto Solanês - treinador
Beto Feltran - treinador
PELA "SORTE" QUE NOS TROUXE
OS PRIMEIROS RESULTADOS 
DE ENGLISH CHANEL E ENERGIA HALO.

AQUI ESTÁ NOSSO TIME
PARA A TEMPORADA DE 2017

DIA DE CAMPO 
REDATTORE e PRINCESS ZUCA (Dubai Dust)
Haras Fronteira
EPAEPAEPA 
PUBLIC PURSE e TARPEIN QUALITY (Elusive Quality)
Haras Niju
FANTASTIC BOY 
WILD EVENT e UNA BELEZA (Signal Tap)
Haraas Sta. Maria de Araras
FILLMORE 
WILD EVENT e OFICIAL GLORY (Jules)
Haras Sta. Maria de Araras
FLIGHT TIME 
PUT IT BACK e QUANTO CARINA (Wild Event)
Haras Santa Maria de Araras 
FRONTEIRA AROUND 
DROSSELMEYER e STICK AROUND (Roi Normand)
Haras Fronteira
GRAND CRU 
FIRST AMERICAN e JUST LUCKY (Spend a Buck)
Haras Santa Rita da Serra
LOOKING AHEAD
SETEMBRO CHOVE e HEMEROCALLE (Parme)
Haras Chesapeake
ZEUS  
REDATTORE  e MAGIC ROBERTA (Elusive Quality) 
Haras Old Friends

PAPO DE BOTEQUIM: PORQUE KEENELAND É FUNDAMENTAL - PARTE 2

Comentei ontem aqui mesmo, que em Keeneland você tem que fazer valer, o raciocinio lógico que cada um tem dentro de si. Sim, todos nós temos, um raciocinio lógico, mas quando se fala em paixão - como o turfe por exemplo - poucos são aqueles que conseguem exerce-lo. A paixão o leva a cegueira ambiental e seus instintos ficam sempre mais acurados que sua razão. Logo, é necessário treino e muita paciência.

Fui honesto quando um dia escrevi, que o desavisado chega em Keeneland e tem vontade de comprar os cinco primeiros lotes que passam à sua frente. Pois, o nivel físico do que aqui é apresentado excede ao que estamos acostumados a ver no Brasil. Desculpem aqueles que acham que eu esteja exagerando, mas esta é a mais pura verdade. Esta sensação veio a mim em 1985, quando com um criador compareci ao meu primeiro leilão, as já finadas vendas de Julho, que como já expliquei na nota anterior, é hoje o catalogo 1 de Setembro.

Tudo para mim era novo e excitante. Descobri que se tivesse que comprar aqueles que estavam a cima dos padrões normais da criação brasileira, teria que comprar quase a totalidade daquele catalogo. O tempo me ensinou, que daquele mesmo catalogo, somente 10% - do que de mais refinado existia na criação norteamericana segundo os selecionadores de Keeneland - chegavam com sucesso a esfera classica, no eixo Europa-Estados Unidos. E posteriormente, com o passar dos anos, minhas pesquinas determinarame me tornaram ciente, que 10% era um percentual mais do que razoável de se atingir. Contudo, não a aquele preço. Por que assim o digo? Pois, com um percentual inferior, mas com um número excessivamente maior de ganhadores, igualmente se chegava com sucesso a esfera clássica no eixo determinado, com as aquisições de Setembro e a um preço que era apenas uma fração dos conseguidos em Julho.



Eu notei, Keeneland notou e toda a torcida do Flamengo - que anda sentindo um cheirinho de hepta - o fez também. Moral da história, o pensamento lógico do mercado resolveu acabar com as vendas de Julho e simplesmente encaixa-la, inicialmente, nos primeiros dois dias de Setembro. E assim todos ganharam com isto, menos os hoteis e restaurantes de Lexington, que na época não eram muitos, diga-se de passagem.

Vim para Lexington em 1987, embora só tenha jogado ancoras de maneira definitiva, três anos depois. Nos três primeiros anos eram seis meses aqui e seis meses no Brasil. Viajando com os cavalos que adquiria para clientes. Logo, creio não me tornar um "metido", ao dizer que convivi com as mudanças de Keeneland e com o raciocinio lógico inerente a este mercado. Posso afirmar que não houve um outro brasileiro que tenha participado mais assiduamente do que eu, em todas as vendas levadas a efeito em Lexington. Este ano completaram-se 30 anos de September Sale, para mim. Praticamente uma vida. E espero chegar a marca dos 50.

O raciocinio lógico neste setor - o da compra de cavalos de corrida e reprodução para estes fins - exige dois pontos. Uma short list, onde você coloca todo o seu conhecimento e segundo, uma isenção de sentimentos na inspeção fisica dos lotes. Se você conseguir levar adiante este raciocinio lógico, não é preciso um caminhão de dinheiro para se chegar a bem mais do que 10% de acerto clássico em suas compras.

Ai alguns hão de perguntar, mas se todos fizerem isto, como vai ser? Acalmo aos inquisidores desta questão. Não haverá um empate técnico, como podem estar pensando. E sabem porque? Nem 10% dos investidores deste mercado, querem perder o seu tempo com esta linha de raciocinio. Eles tem e acreditam no poder do dinheiro e dos irmãos dos irmãos. Chegam até ao cumulo de levantar aquela já batida tese, de que bom com o bom, haverá sempre de nascer o melhor. E ai comparecem apenas no catalogo 1, e se tornam menos ricos e mais perplexos, porque as coisas não aconteceram.



Abro um primeiro parênteses. Nas vendas brasileiras em que adquiri a Drollig, só a ele me ative. Mas houve um investidor que comprou naquela noite exclusiva dos produtos do Santa Maria de Araras, outros 12 lotes e foi o lance perdedor nele, Como Drollig, para mim, é o segundo melhor cavalo de sua geração, e para um seu colega de haras, que defendeu as cores do criador, Daniel Boone, eu atingi meus objetivos e gastei ¼ do que este investidor fez.  No momento que nenhum dos dozes seus, chegaram a algum ligar. Evidente, que para tal, usei o raciocinio lógico, que é ver a todos - e não me refiro apenas aos elementos daquela venda - mais os que pude examinar pelo Brasil, e unir à escolha do fisico-pedigre, o conhecimento, para se chegar a uma decisão final. Fecho parênteses.

E se não tivesse por trás de mim um proprietario afim de gastar o preço recorde daquele ano?  Minhas três viagens de inxpeção? O investidor que levou 12 lotes, naquela venda, levaria 13, e seria visto como o gênio da lâmpada, principalmente para aqueles que não notaram, o volume final de suas aquisições durante todos os leilões.

Em Keeneland, os grandes investidores como os membros da familia Maktoun, compram mais de uma duzia de elementos no catálogo 1, e por incrivel que possa parecer, não são eles os que melhor resultados angariam em pista. E eles contam com uma equipe de gente olhando para eles. Existe força de dinheiro, mas não vejo muita lógica de se eleger uma "junta consultora" que parece agir apenas por instinto, para se adquirir a um cavalo de corrida.

Logo, embora exista muita subjetividade na seleção de um cavalo de corrida, a lógica, quando bem aplicada , acaba por se sobrepor ao instinto e muito mais ainda à força do dinheiro. 

Não pensem que não respeito instintos e a força do dinheiro, mas acredito que ambos possam ser batidos pela lógica. Agora quando você conta com a ventura de pode se utilizar destes três elementos, você vai lá e ganha uma Dubai Cup, um Santa Anita Handicap, uma Breeders Cup e chega até a sentir um cheirinho de King George....

Amanhã continuaremos, com o alvo em Keeneland. pois, o assunto é extenso.


O QUE VEM POR AI: DOMINGO NOS ESTADOS UNIDOS


EUROPEAN LISTED



EM NEWMARKET


quinta-feira, 22 de setembro de 2016

21/09/2016 Prix Eclipse G3 SANS EQUIVOQUE

21/09/2016 Prix Bertrand de Tarragon G3 AIM TO PLEASE

2016 Presque Isle Downs Masters Stakes - Sarah Sis - Presque Isle Downs

PAPO DE BOTEQUIM: PORQUE KEENELAND É FUNDAMENTAL - PARTE 1

Acredito que as vendas de Setembro sejam hoje as vendas de maior impacto do turfe mundial, já que congrega agentes, proprietarios e treinadores do mundo inteiro. São duas semanas de intensos trabalhos divididos em seis catalogos, que teoricamente vão dos melhores aos piores pedigrees. Eu disse teoricamente.

Porque teoricamente? Porque não é no catalogo 1, que se encontram o maior número de ganhadores de grupo. E sim nos catalogos 2 e 3, que na verdade são originalmente os antigos catalodos 1 e 2, do antigo September Sale e o atual 1, era a venda selecionada de Julho instinta a décadas. Vamos voltar décadas atrás.

Fasig Tipton em New York era o centro das vendas norte-americanas de yearlings, mas a II Guerra propiciou o aumento excessivo dos combustiveis e chegou-se a conclusão que seria mais barato se vender os cavalos em Lexington, do que traze-los de Kentucky para serem vendidos em New York.

Keeneland nasceu da união de criadores de Lexington, que assumiram a responsabilidade de vender seus próprios produtos formando assim um associação sem fins lucrativos, onde o percentual a ela cabivel era para pagar suas despesas e os premios dos meetings disputados no hipódromo de mesmo nome. Assim verdadeiramente nasceram as vendas de Keeneland

Desde o inicio, tanto nas carreiras, quanto nas vendas, Keeneland passaram a ser vistos como um sinal de alta classe. Um must, no nivel Saratoga, então apenas representado pela alta sociedade novayorkina. Para o setor de vendas, o importante era vender bem na representação do vendedor e garantir os direitos do comprador na representação daqueles que compareciam e colocavam a mão no bolso.  Keeneland tentou e tenta se manter neutro nas situações de discordâncias. E cada vez mais aumenta seu regulamento, na tentativa de minimizar estas divergências que possam surgir.

Havia inicialmente um leilão milionário em Julho e outro maior em número de participantes em Setembro onde era vendida o restante da produção. O tempo, como frisei anteriormente, fez ver aos responsáveis que Keenland, que era melhor extinguir as vendas de Julho e transforma-las no primeiro catalogo de Setembro. E assim foi feito, quando o mercado parecia fadado a uma queda constante. Esta mudança mudou a direção das tendências.




O catalogo 1 preenchia os dois primeiros dias da venda. Antigamente era uma venda corrida. Mas os responsaveis descobriram que com a transição de publico do catalogo 1, para o catalodo 2, - saida dos Sheikhs entrada dos magnatas - havia na primeira parte deste último, um quebra drastica de ritmo de preços, e assim hoje o catalogo 1, é composto de três dias, -segunda, terça e quarta - e levado a efeito, só na parte da tarde para dar bastante tempo aos investidores pela manhã de examinarem os produtos. Quinta feira, não tem venda, para que haja a mudança de publico, bem como tempo para que os animais que serão vendidos na sexta e no sabado e formam o catalogo dois, sejam examinados. O novo formato funcionou, embora tenha encarecido o custo do investidor em estadia e manutenção própria.

Isto deu uma força grande ao catalogo 2, mas expremeu o resto da venda. Logo hoje o cavalo que vai ser vendido domingo, - primeira parte do catalogo 3 - só pode ser examinado a partir das 8 horas de sabado e como se tratam de mais de 400 cavalos, muita coisa pode passar a desapercebido. É a chance daquele que tem menos a gastar, mas que quer adquirir algo com chances a se tornar um bom cavalo de corrida. No nível dos constantes seis e sete digitos existentes nos catálagos anteriores. E lembrem-se que são seis catálogos. Logo tem cavalo para todo mundo e de todos os gostos e preços.

Hoje posso afirmar, sem medo de errar, que os catalogos três e quatro estão recheados de grandes animais, principalmente para nós brasileiros. Mas mesmo assim você tem que estar pronto a gastar médios e altos cinco digitos,

Não seria este o modelo que o turfe brasileiro deveria adotar? As vendas de São Paulo organizadas pela ABCPCC são as mais semelhantes em seu formato a estas, porém os haras que conseguem maiores resultados em pista, portanto os que melhor vendem, o fazem em Julho, com noites personalisadas.

Como sempre digo o bom cavalo de corrida pode vir de qualquer lugar, mas percentualmente eles aparecem com mais frequência nas vendas de Keeneland. Isto não é uma opinião. Isto é um fato. Todavia, você tem que ter um raciocinio lógico para descobrir entre os quase 5,000 lotes quais são aqueles que realmente lhe poderão trazer o que você almeja. Não dá para ver todos, o jeito é formar short lists e estas tem que ser inteligênte e assim formadas pelos pontos que realmente podem vir a fazer diferença. O grande cavalo de corrida, tem seu inicio em sua short list.



Uma short list, bem feita, é meio caminho andado. Vide cara Rafaela, Giulia, Estrel Monarchos, Little Baby Bear, Indian Hope e muitas outras mais.

Os investidores brasileiros estão sendo obrigados pelos altos custos de viagem somados a uma taxação absurda do govermo, a se afastarem das vendas internacionais. Hoje somos um peso morto nas mesmas. E, graças a isto, cada vez descapitalizando mais nosso banco genético, que já não era importante, mas pelo menos vinha de algumas atualizações.

Keeneland é fundamental. O criador moderno de um mercado de segundo e terceiro mundos, deve investir nestas vendas, principalmente em potrancas que possam ser o futuro de suas criações. O resto não passa de conversa para inglês ver.

Amanhã continuaremos, pois, o assunto é extenso.

THIRIUGHBRED DAILY NEWS



O QUE VEM POR AI: SABADO NO CONTINENTE NORTE-AMERICANO