HARAS SANTA RITA DA SERRA - BRASIL

HARAS SANTA RITA DA SERRA - BRASIL
HARAS SANTA RITA DA SERRA - CLIQUE NA FOTO PARA CONHECER NOSSO PROJETO

HARAS REGINA

HARAS REGINA
HARAS REGINA - CLIQUE NA FOTO PARA CONHECER NOSSO PROJETO

HARAS FIGUEIRA DO LAGO

HARAS FIGUEIRA DO LAGO
HARAS FIGUEIRA DO LAGO - São Miguel, São Paulo

STUD H & R

STUD H & R
STUD H & R - TOQUE NA FOTO PARA VER UM UM GP. BRASIL QUE VAI FICAR NA HISTÓRIA

HARAS SANTA MARIA DE ARARAS

HARAS SANTA MARIA DE ARARAS
AEROSOL, MESMO DEVOLVIDO PROVOU SER CRAQUE: TOQUE NA FOTOGRAFIA E VENHA CONHECER O BERÇO DE CAMPEÕES

HARAS SANTA TEREZA DO BOM RETIRO

HARAS SANTA TEREZA DO BOM RETIRO
ONDE A VELOCIDADE IMPERA - CLIQUE NA FOTO PARA CONHECER NOSSO PROJETO

HARAS NIJU

HARAS NIJU
toque na foto para conhecer nosso projeto

HARAS SANTA LUZIA DA ÁGUA BRANCA

HARAS SANTA LUZIA DA ÁGUA BRANCA
HARAS SANTA LUZIA DA ÁGUA BRANCA: VENCEDORES INTERNACIONAIS EM TRÊS CONTINENTES

albatroz bloodstock agency, Inc.

albatroz bloodstock agency, Inc.
albatrozusa@yahoo.com

quarta-feira, 20 de novembro de 2019

SEASONS

ATENTEM PARA A PERFORMANCE DE NIGHT OF THUNDER JÁ AQUI COMENTADA A MAIS DE UM MES.



BOM DIA




THOROUGHBRED DAILY NEWS

VIEWS



GOFFS





ANALISES DAS VENDAS

PONTO CEGO: UM JOCKEY DE PURO TALENTO


Sempre tive imenso apreço e respeito pelo jockey brasileiro. Mesmo no tempo em que nenhuma bola ou crédito era dado para eles. Moreira, Silvestre, Rosa e tantos outros creio que demonstraram até para os mais descrentes, suas importâncias no cenário, com suas atuações no hemisfério norte.

Comecei cedo e ainda vi Rigoni, Irigoyen, Antônio Ricardo no final de suas carreiras. Dava gosto se assistir. E depois, aquele que para meu período foi o melhor de todos, o Juvenal. Acho que Ricardinho deu um novo perfil para a profissionalidade desta profissão e por estas e outras coisas, é o recordista mundial de provas ganhas.

Outrossim num tempo mais recente, outros dois jóckeys me chamaram por demais a atenção, o Moreira e o M ota. E eis que ontem depois de um longo e duradouro afastamento, o Mota voltou a ganhar. Não foi um grande clássico, mas que me perdoem os donos da verdade, contudo ganhar é ganhar!

Tenho acompanhado de perto a luta e o esforço que o Mota vem fazendo para conseguir voltar. A ajuda do veterinário Christian Schlegel foi de suma importância. É duro ajudar a quem nem sempre quer ser ajudado. Sei o que me custou o esforço de fazer Alex Mota e Thignon Boy se entenderem, e me darem um dos meus GPs. Brasil. Hoje, ao contrário do ocorrido no passado, Mota quer. esta é a sua última chance e creio que vai aproveita-la

Creio também que esta vitória é um primeiro passo, que poderá se transformar numa longa e promissora caminhada ou a uma parada subida. Depende apenas dele, o Mota, e da benevolência dos treinadores, pois, talento deus deu ao Mota. Diria que ate se excedeu, mas juízo...

Aleluia !

VIEWS




1984 Epsom Derby Secreto extended footage

1983 Epsom Derby Teenoso extended footage

PAPO DE BOTEQIOM: A VALIDADE DOS NICKS

Existem coisas que combinam e outras que não combinam. Esta foi a resposta que dei a alguém que me perguntou se eu acreditava ou não em nicks. Eu acredito em coisas que combinam, como Tesio o fazia, açucar no café e vinagre na alface,  mas não estou preso a uma teoria relevando apenas pai e avô materno a um posição de comando das ações. Existem outros elementos intervenientes na questão. E será o que tentarei demonstrar aqui.

Feijão combina com arroz, assim como goiabada com queijo catupiry e o que dizer de café com leite? Funcionam. Pois bem, existem cruzamentos em que um determinado pai cruza bem com filhas de outro garanhão. Sadlers Wells e seu filho Galileo, com as filhas de Danehill e seu filho Danehill Dancer, é o must do momento. Como já o foram Nasrullah e seu filho Bold Ruler, com as filhas de Princequillo e seu filho Round Table, em tempos remotos ou Sadlers Wells, com as filhas de Shirley Heights e seu filho Darshaan, mais recentemente. Funcionaram, e funcionaram muito bem, chegando a posição de serem considerados nicks.

E quando um nick passa a ser identificado, num mercado que tenta observar seus musts, os criadores imediatamente avolumam o mesmo, repetido a formula de uma forma segura.

Mas não haveria algo por trás disto? Seria apenas produto de uma compatibilidade? Há e não há.

A ambiguidade da resposta se dá que certos pontos podem ser detectados a olho nu, outros não. Por exemplo em Sadlers Wells e seus filhos com as filhas de Shirley Heights com sua filhas, fica pelo menos para mim claro a importância da duplicação Lalun, mãe de Bold Reason, avô materno do mesmo e igualmente mãe de Neve Sendo, o pai de M Ill Reef dos quais originam.se Shirley Heights e Darshaan.

Já o caso de Nasrullah e seu filho Bold Ruler com filha de Princequillo e de seus filhos, principalmente Round Table, a meu ver é produto de uma grande organização chamada Claiborne. Como o foi no tempo de Fort Napoleon e Formasterus no São José e Expedictus, ou Swallow Tail, King Simon, no Mondesir, e mais recentemente de Clackson e Hang Ten, no haras Nacional. Casamento ideal levado a efeito dentro das dependências de um estabelecimento de cria.

E existe o terceiro caso, ligado única e exclusivamente a aquilo que chamo de dominâncias. E creio que a de Sadlers Wells e seu filho Galileo, com filhas de Danehill e seu filho Danehill Dancer possa ser considerada uma delas.

Vejam o caso relativo a Galileo com as filhas de Danehill e seus descendentes. Parece-me bastante significativo.



mãe por Danzig
.....Anabaa (4)
.....Chiefs Crown
..........Grand Lodge (2)
.....Danehill (34)
..........Clodovil (1)
..........Danehill Dancer (14)
..........Danewin (1)
..........Dansili (2)
...............Choisir (1)
..........Desert King (1)
..........Holy Roman Emperor (2)
..........Mozart (1)
..........Rock of Gibraltar (1)
..........Tiger Hill (1)
.....Dayjur (1)
.....Elnadim (1)
.....Exceed and Exel (1)
.....Fastnet Rock (1)
.....George Washington (1)
.....Green Desert (4)
..........Cape Cross (1)
..........Oasis Dream (1)

O que pode se concluir do diagrama exposto é que Danehill e seu filho Danehill Dancer são os verdadeiros canais de captação de classe. Outros foram testados - não sei a que grau de intensidade - mas não podem ser comparados. Para casos fora da área destes dois citados avôs maternos, fica preferível a adoção de outras vertentes como éguas Storm Cat que aparecem de forma significativa com 12, e Pivotal com 11.

Seria válido se cobrir Goldikovik com filhas de Amigoni, Salto ou Red Runner? Não me ariscaria a firmar que sim ou que não, pois, como igualmente foi visto neste diagrama, os mensageiros divergem em capacidade de produção.

.

VIEWS




OS REIS DO PEDAÇO

ACONTECEU NA VENEZUELA


terça-feira, 19 de novembro de 2019

BOM DIA


VIEWS



THOROUGHBRED DAILY NEWS






views




ARQANA



VIEWS




GOFFS


UMA JANELA PARA O FUTURO: ALGO QUE SINTO NECESSIDADE DE EXPRESSAR

Acredito que tudo na vida tenha que reciclar-se para que uma adequação aos diferentes tempos se torne uma realidade. E vou mais longe, acho que a imagem informativa deve se reciclar quase que diariamente.

Ao mesmo tempo, juro a vocês que não tenho o poder de criar absolutamente nada dentro de um processo de dialise interna. As coisas pintam e as vezes a idéia vem do nada, ou de algo que me sensibilizou e que me obriga extravasar aquilo que sinto.  Como o concernente à esta nova coluna, recém concebida, que sempre que possível escreverei: a das janelas para o futuro.

Imagine que quando você abre uma janela, cria à sua frente a visão de um novo mundo, que se modifica a cada segundo. Poucas são as coisas que permanecer rígidas em seu lugar. Elas, para mim, são as molduras de uma vida pulsante que se renova constantemente.

No turfe, criadores brasileiros estão abrindo novas janelas, cuja profundidade é proporcional ao investimento e resultados obtidos em pista, por aqueles que ele cria.  Criar é um ato divino, que no caso de cavalos de corrida, funciona como uma poesy in motion.
Um cavalo de corrida não é apenas um pedigree e um monte de músculos. Ele é produto de alguém que cria a possibilidade de um cruzamento e faz dele uma nova vida. Em cavalos de corrida, os cruzamentos não são produto do amor entre dois equinos, e sim de um projeto de se criar algo melhor, à luz dos que os seus pais fizeram em pista e poderão fazer no breeding-shed.

Depois de uma visita ao Figueira do Lago, me veio a idéia. Afinal eu que tenho o privilégio de rodar nossos principais centros de criação e desfrutar da dádiva de viver dias em contacto com outro mundo, o da criação de cavalos de corrida, tenho como obrigação, compartilhar meus sentimentos e aprendizado.

Espero que gostem, quando passarem seus olhos.

1982 Derby Stakes

Shergar wins the 1981 Derby - rare commentary by Peter Bromley for BBC R...

1980 Epsom Derby Henbit very rare footage

PAPO DE BOTEQUIM: COMO AUMENTAR A ALTURA DO SARRAFO

Devem haver definições que corroborem conceitos e encima disto devemos implantar nossos projetos e aspirações. A frase é longa e sinuosa, mas seu conteúdo simples e direto.

O que define um cavalo poder ser considerado de classe internacional? É ele ir lá fora e mostrar igual ou superior forma que a demonstrada no Brasil e que levou a alguém um dia decidir move-lo. Assim aconteceu com Pico Central, Siphon, Sandpit e alguns outros. E que não aconteceu com muitos outros, que fracassaram. 

Os primeiros devem ser considerados elementos de nível internacional. Os outros apenas de âmbito local. Outrossim, há de se levar em consideração as conexões que administrarão sua campanha.

Recentemente exportamos vários animais, que chegaram ao topo máximo brasileiro e que simplesmente não conseguiram ser no hemisfério norte, nem 10% do que demonstraram ser no hemisfério sul. Quarteto de Cordas, Arrocha e Flight Time em minha opinião foram cavalos que conseguiram sucesso em nosso patamar mais elevado. Todos Fracassaram ! Com F maiúsculo e com direito a ponto de interrogação... Quarteto de Cordas, foi prejudicado pela falta de aclimatação. Flight Time, vitima de um tratamento para a anulação de uma pyro que tinha desde potro e Arrocha possivelmente sofreu do trauma Pounced, pois, no resto foi feito o que deveria ser feito. Faltou-lhe pernas.

Já Cash do Jaguarete e Halston, foram castrados e levados para Hong Kong num sistema ao qual não tenho informações. O primeiro com altos e baixos, ainda não conseguiu estabelecer-se, como o mesmo cavalo que foi no Brasil. O segundo estreou recentemente e o resultado não o credencia a aspirações promissoras até o presente momento.

Minha pergunta é simples  Não estariam eles entre os dez melhores corredores que tivemos o privilégio de produzir nestes últimos anos? Diria que sim.

Mas nada fizeram no exterior. 

Razões? Para os três primeiros dei minha versão. Quanto aos dois seguintes, me dou ao direito de não opinar, pois, não tenho subsídios sobre a qualidade de suas conexões. Mas, no frigir dos ovos, nosso resultado é no mínimo pífio.

Como são elementos fisicamente bem acima da média, só posso supor que de alguma forma naqueles que não sofreram problemas alheios à sua vontade, faltou genética. A genética que dispomos, é um complicador. Não tenho dúvidas sobre isto. 

O sempre produtivo Haras Regina exportou uma potranca que comprou desmamada ao TNT, que parecia ser o grande nome a luzir na temporada. Trata-se de Jolie Olimpica neta da por nós importada e depois graduada no Brasil China Empresa. Pois bem, não se importou mais. Nesta filha de Drosselmeyer devemos concentrar todo nosso pensamento positivo, nossas rezas noturnas, para que as coisas mudem.

Num pais em que alguém tem que ganhar, necessariamente alguém há também de dominar. E na atual conjuntura a altura de nosso sarrafo parece estar baixinho. Difícil de aquilata-la internacionalmente. Bem mais baixa do que a altura do sarrafo de outros centros de treinamento do hemisfério norte.

O que fazer? Desistir da exportação ou melhorar nossa genética? Eu optaria pela segunda opção..

Nada é pior do que um cavalo que demonstra qualidades aqui. Mas somente aqui. Afinal, cria uma esperança. E lá fora mostra que a nossa realidade é outra. Depois é claro que muito dinheiro foi despendido. É como aquele celebre leão das matinais, mas que a tarde não passa de um gatinho nas pistas. 

A morte de um sonho dói mais que a de uma realidade. O Palmeiras e o Renato Portalupi que o digam. Porque na ficção os objetivos são maiores que na realidade. Você viaja na maionese. Volto a repetir a tia da Crefisa e o Renato Portalupi viajaram mergulhados na crença que poderiam fazer frente a um aves]ario bem mais estruturado Mas é a realidade que vaticina o futuro de cada um, n'ao aquilo que voc"{e pensa que possa acontecer.

Como aumentar a altura do sarrafo? Criando cavalos mais competitivos. E como cria-los? Com uma melhoria genética? E como conseguir melhor genética? Abolindo estas claustrofobicas taxas de importação e deixando o mercado fluir, de uma forma natural. Como o foi at]ee ⅔ do século passado.

Logo, depende só do governo, aquilo que acredito ser a alternativa natural de recuperação de nosso turfe. Mas é necessário cobrar dos dirigentes do turfe, mais premiação como um incentivo a proprietários e criadores. Guardar os ovos de ouro no cofre, é prejudicial se a galinha que põe estes ovos está sendo sufocada e parece estar em estado terminal.

A situação não me parece boa, caminha para se tornar desesperadora mas depende única e exclusivamente de nós, que elegemos diretores e políticos. Temos que pensar em todos estes fatores, pois se varias facções tem os seus lobbies, já era hora do turfe ter os seus. 

Temos ainda exportado aquilo que teóicamengte é o nosso melhor. Trata-se da verdadeira altura de nosso sarrafo, vitimados que somos por taxas opressoras que não resolvem de maneira alguma os problemas do pais, mas que colaboram de uma forma estarrecedora para o decréscimo de nossa produção. Se queriam uma resposta de como aumentar a altura do sarrafo, aqui está a minha.

OS REIS DO PEDAÇO









ACONTECEU NA SANDOWN AUSTRALIANA