HARAS SANTA RITA DA SERRA - BRASIL

HARAS SANTA RITA DA SERRA - BRASIL
HARAS SANTA RITA DA SERRA - CLIQUE NA FOTO PARA CONHECER NOSSO PROJETO

HARAS REGINA

HARAS REGINA
HARAS REGINA - CLIQUE NA FOTO PARA CONHECER NOSSO PROJETO

HARAS FIGUEIRA DO LAGO

HARAS FIGUEIRA DO LAGO
HARAS FIGUEIRA DO LAGO - São Miguel, São Paulo

STUD H & R

STUD H & R
STUD H & R - TOQUE NA FOTO PARA VER UM UM GP. BRASIL QUE VAI FICAR NA HISTÓRIA

HARAS SANTA MARIA DE ARARAS

HARAS SANTA MARIA DE ARARAS
AEROSOL, MESMO DEVOLVIDO PROVOU SER CRAQUE: TOQUE NA FOTOGRAFIA E VENHA CONHECER O BERÇO DE CAMPEÕES

HARAS SANTA TEREZA DO BOM RETIRO

HARAS SANTA TEREZA DO BOM RETIRO
ONDE A VELOCIDADE IMPERA - CLIQUE NA FOTO PARA CONHECER NOSSO PROJETO

HARAS NIJU

HARAS NIJU
toque na foto para conhecer nosso projeto

HARAS SANTA LUZIA DA ÁGUA BRANCA

HARAS SANTA LUZIA DA ÁGUA BRANCA
HARAS SANTA LUZIA DA ÁGUA BRANCA: VENCEDORES INTERNACIONAIS EM TRÊS CONTINENTES

albatroz bloodstock agency, Inc.

albatroz bloodstock agency, Inc.
albatrozusa@yahoo.com

sábado, 21 de julho de 2018

OLHA-SE PARA FRENTE E NÃO SE VÊ NINGUÉM



EUOPEAN LISTED


EM CURRAGH




Bet365 Hackwood Stakes 2018 Yafta

Sea Of Class - Darley Irish Oaks (2018)

PONTO CEGO: DE CEGO ELE NÃO TEM NADA

Ontem mesmo me peguntaram, porque o H e R, que cria seus produtos e os corre, vai as vendas e compra potros? E se esta tomada de posição aconteceu pela recente morte de seu garanhão? Duas perguntas dificeis de serem respondidas pelos outros. Embora não tenha procuração do Aluízio respondo por conhecer parte dos fatos.

O Aluizio Merlin Ribeiro sempre foi um comprador. Era inicialmente proprietario e se tornou criador pelas circunstâncias. Como proprietário atingiu um sucesso que poucos atingiram até aqui. Acteon Man, ganhou o  Ministro de Agricultura, batendo, naquela oportunidade,  a um ganhador do São Paulo e outro do Pellegrini. Gorilla, ganhou o Internacional Pellegrini. Keith Richards, a Taça de Ouro. Estrela Monarchos, o Internacional Roberto e Nelson Seabra. Giulia, o Internacional Ciudade de Montevideo. Com Drollig, andou sendo segundo em várias provas de graduação máxima. Teve também - como não podia deixar de ser - seu lado gaúcho, já que com Starman, venceu bduas vezes o Bento Gonçalves.  Com Mystic Sunset e Power Topten, o Protetora do turfe. E até o turfe gaucho ganhou com uma descartada ainda desmamada do TNT. Logo, comprou pouco, mas muito bem. E como criador já ganhou o Brasil e o Derby.

Logo como diriam os norte-americanos ele cobriu todas as suas bases. E eu completaria, de cego ele não tem nada...

Quando você faz as coisas by the book, suas chances de luzir tanto como proprietário como criador, crescem assustadoramente, seja no turfe que for. Evidente que como proprietario ela o leva a vôos, maiores, pois, o produto já está ali a sua frente. Vivinho. É só o selecionar e levantar o dedo.

Este ano, liberado que estava de outro grande proprietáio, o H e R voltou a adquirir, com minha ajuda, produtos, com um enfaze maior naqueles que pudessem atingir distâncias ao redor da milha e preferencialmente ainda no inicio de suas campanhas. Pois seu reprodutor Acteon Man, já provou que produz mais tardio e com amplas preferências para o meio fundo e distâncias clássicas.

Explicado, aqui fica o meu bom dia.

Catherinethegreat - 2018 - The Schuylerville Stakes

Daddy is a Legend - 2018 - The Lake George Stakes



IRISH OAKS



THOOUGHBRED DAILY NEWS








O QUE VEM POR AI: DAQUI A ALGUMAS HORAS NA EUROPA



PAPO DE BOTEQUIM: EXAMINARIAMOS SECRETARIAT?

Einstein

Isto me foi enviado por um leitor, assiduo, e que investe no turfe como proprietário: ... eu falo que o pessoal no Brasil não enxerga potro como individuo e sim o irmão do irmão... por menor que seja o tamanho do projeto, é procurar ajuda de quem tem experiência profissional. Nas empresas fazemos assim, porque no turfe seria diferente? E complementa, ... com certeza terá risco menor do que se tivesse escolhido um potro sozinho ou indicação chutumetro de um treinador...

Pois é meu caro. Poucos pensam como você. A Gisela foi a única da familia Bundchen a conseguir notoriedade. Logo, alguém em sã conciência, seria capaz hoje, de não eleger Gisela, por não haver em sua familia ninguém conseguido sucesso nas passarelas do mundo? Se vocês tiverem a pachora de levantar os pedigrees de Much Better, Da Hoss e Einstein, compreenderão, que suas respectivas mães já eram consideradas "fracassadas" em termos reprodutivos. Não teria sido esta a razão dos dois primeiros terem custado o valor de uma mariola e duas rapaduras?

Uma mãe considerada fracassada, pode produzir um elemento de exceção depois de vários filhos produzidos. É normal? Não, mas pelas leis das probabilidades o preço do produto ditará a opinião do mercado em relação a sua peformance. Existe gente que se recusa em simplismente examinar, pois, rotula a situação como impossivel de ser revertida. Você sabem qual era a idade da mãe de Secretariat, quando ela veio a gerar o grande alazão? 18 anos. Quantos filhos gerados até seu nascimento do grande craque?  12, e só o terceiro, Sir Gaylord, mostrou uma certa qualidade.

Mas no Brasil, haveria gente que sequer examinaria Secretariat. São dogmas como estes que na verdade diminuem as chances de sucesso. É evidente que se paga mais, em potros de mesmo nivel fisico, levando-se em consideração a qualidade e idade das mães. Mas isto não inviabiliza que uma égua mais velha possa gerar algo de especial. Examinem o individuo e depois decidam quanto ele vale para você, tendo como base o risco de sua mãe não ser nova ou bem sucedida anteriormente.

Coloquem os dogmas para fora de suas mentes. Eles tem uma dose de verdade, todavia, não são verdades absolutas. São possibilidades maiores de não acontecer. Outrossim, apenas o individuo pode fazer a real diferença. E se seu olho for capaz de captar esta diferença, bom para você. Bom para todo mundo.

Não sou um otimista. Prefiro pensar ser um realista e por tal estudo as possibilidades e tomo a partir delas as diretrizes de minhas observações. Todavia, simplesmente deixar de inspecionar um yearling, porque sua mãe, seu pai, sua linha materna ou seu pedigree inviabilizam as boas chances de sucesso, me parece de uma pobreza inenarrável. Um verdadeiro absurdo. Principalmente no basil, que se você aregaçar a camisa, examina quase a totalidade daqueles que serão vendidos.

O Brasil é o pais dos absurdos. Um pais que segundo um ex-presidente encarcerado, afirma que a lava jato é responsavel pelo desemprego de 600 milhões de brasileiros. E eu que pensava que  eramos pouco menos de 210 milhões. Neste mesmo pais, que o poste que sucedeu a este gênio, afirmou que quatro para 13 eram sete, então porque não acreditar que depois de certa idade uma égua está impossibilidade de gerar algo de valor, que não tenha produzido até aquele presente momento.

Você tem que primeiro testar suas crensas e depois levar em consideração os riscos que as mesmas podem trazer a você, encima de decisões tomadas.

Aceito o fato, que no século atual, cada vez está menor o número de grandes ganhadores com mães que os pariram com a idade acima de 14 anos. O fato comercial, tem muita influência sobre esta situação.  Mas o que fazer? Mata-las? Vende-las? Solta-las no pasto? Não sei. Talvez tomar uma decisão a partir de uma certa idade.




HORSES





EM SARATOGA



EUROPEAN LISTEDS



sexta-feira, 20 de julho de 2018

AOS AMIGOS


SECRETARIAT - 1973 Man o' War Stakes

Frankie Dettori's Top 20 Racehorses

THOROUGHBRED DAILY NEWS




HORSES



PAPO DE BOTEQUIM: O REINO DOS IDIOTAS

Os dois maiores gênios do século XIX que na minha opinião revolucionaram a literatura e o jornalismo brasileiro, foram Machado de Assis e Apparicio Torelly, o Barão de Itararé. 

Gosto de ambos estilos e foi com excessivo prazer que descobri, que Machado de Assis finalmente acaba de ser "descoberto" pelos norte-americanos, aqueles que são reconhecidos como o povo que mais lê no mundo. 

Já era hora, deste conhecimento e creio que em muito pouco tempo do merecido reconhecimento que Machado de Assis, que em minha opinião, nada deve em termos do que escreveu, aos prêmios Nobel sul-americanos Gabriel Garcia Marques e Mario Vargas Llosa. 

Faço minhas, as palavras do Barão de Itararé ao responder a um leitor, que não se conforma com as besteiras escritas em um site - recém criado - de mercadologia do turfe brasileiro. Se há um idiota no turfe, é porque os que os escutam e seguem, estão bem representados.

Na vida brasileira muito se diz, pouco se prova e nada se escuta. Mas como para falar precisa-se apenas de cordas vocais, o besterômetro está liberado. E muita gente fica solta na buraqueira. Principalmente profissionais a procura de clientes. Você tem que ter o seu próprio filtro, de modo a poder sepaar o joio do trigo e aceitar o fato que qualquer um tem o direito de emitir sua opinião. Por mais idiota que possa ser. O que se fazer em situações como estas? Entra-se por um ouvido e sai pelo outro, se você tiver paciência e retruca-se se não houver paciência de sua parte. Agora a pergunta? Você acha que quem é capaz de dizer tantas asneiras cederá as suas ponderações? Duvido muito.

Eu diria que os mais importantes reprodutores em termos de lideranças, no mundo moderno, foram, Southern Halo, Ghadeer e Roy na América do Sul. Sunday Silence, Deep Impact e Northern Taste no Japão. Sadlers Wells e Galileo, na Europa. Danehill e Sir Tristram na Australia, Mr. Prospector, Nasullah, Danzig e Northern Dancer nos Estados Unidos. e Foveros na África. Com difeenças de opinião em um ou outro, creio que estes 14 elementos podem ser considerados, entre a maioria dos experts, os mais importantes chefes de raça da era moderna do turfe mundial. 

Apenas Sadlers Wells, seu filho Galileo e Mr. Prospector não tem em seu pedigree, nenhuma influência de duplicações em matriarcas. Os demais 11 (79%), o tem. E assim, em meu modo de ver, fica bem dificil, mesmo para os detratores do óbvio, estabelecer uma barreira lógica contra quase 80% de qualquer coisa que seja.

Southern Halo
   Almahmoud 4x5, Selene 5x6 e Mumtaz Begum 6x6
   
Ghadeer
   pai - Scapa Flow 5x5
   mãe - Plucky Liege 5x5

Roy
   Myrtlewood 6x6

Sunday Silence
   Selene 5x6

Deep Impact
   Almahmoud 4x6

Northern Taste
   Lady Angela 3x2

Danehill
   Natalma 3x3

Northern Dancer
   Selene 4x6

Danzig
   Scapa Flow 5x6

Nasrullah
   Canterbury Pilgrim 5x5

Foveros
   Scapa Flow 5x6 e Lady Juror 5x6x5

Acredito que esta simples amostragem, vem a provar da importância que uma duplicação feminina tem em um pedigree. Principalmente se houver uma responsabilidade de transmitir caracteristicas gerações a frente. Você não pode discutir se os citados foram ou não elementos de exceção no breeding-shed. Não estamos nos reportando a apenas bons reprodutores. Estamos nos referindo a chefes de raça. A leading sires. Tata-se da excelência reprodutiva. Como a excelência reprodutiva está a meu ver embutida, nas matriarcas citadas. Éguas capazes de gerar reprodutores que juntos em um mesmo pedigree, são capazes de fazer a diferença.

A duplicação de matriarcas não é impressíndivel. O foi neste caso em 80%. Mas ela faz uma indiscutivelmente diferença. Todavia, que os idiotas tenham o direito de discordar e preferivelmente se mantenham na atividade, para tornar as coisas ainda mais simples para aqueles que pensam de uma maneira lógica


   

OS REIS DO PEDAÇO


O QUE VEM POR AI: SABADO É DIA DE IRISH OAKS


O QUE VEM POR AI: DOMINGO NOS ESTADOS UNIDOS


quinta-feira, 19 de julho de 2018

PONTO CEGO: HONOUR AND GLORY

Não há o menor resquicio de dúvida que Honour and Glory foi algo de muito especial na segunda parte da década de 90. O vi estrear em Saratoga, e depois ganhar o King's Bishop e a Metropolitan Mile. Todas com atuações que considerei impecáveis. Era uma cavalo voluntarioso em que peze a pouca perfeição de seus anteriores.

No seu King's Bishop, bateu a entre outros, Elusive Quality, Distorted Humor e Gold Fever, num campo pequeno mas de altissima competitividade. Outrossim, na reprodução, só se mostrou superior ao último, sendo inapelavelmente suplantado pelos dois primeiros. Coisas que a própria razão não consegue explicar

Foi descendo na escala de valores e recebeu no Uruguai as homenagens póstumas que merecia, com um video que demonstra o amor que os uruguaios tem pelos cavalos de corrida. Algo similar não deveria ter sido feito em relação a Ghadeer, Clackson, Wild Event e Roi Normand. Algo que ficasse na memória e que um dia seria vislumbrado pelos mais jovens. Algo que inspirasse as novas gerações.

Aos uruguaios tiro o meu chapéu.

1996 Metropolitan Handicap

1996 King's Bishop Stakes - Honour And Glory

Honour And Glory - 1995 Saratoga Maiden Race

OS DONOS DO PEDAÇO


EM HOKKAIDO


HORSES



HONOU AND GLORY