HARAS SANTA RITA DA SERRA - BRASIL

HARAS SANTA RITA DA SERRA - BRASIL
HARAS SANTA RITA DA SERRA - CLIQUE NA FOTO PARA CONHECER NOSSO PROJETO

HARAS REGINA

HARAS REGINA
JOLIE OLIMPICA BRAZILIAN CHAMPION 2YO - HARAS REGINA - CLIQUE NA FOTO PARA CONHECER NOSSO PROJETO

HARAS FIGUEIRA DO LAGO

HARAS FIGUEIRA DO LAGO
NEPAL GAVEA´S CHAMPION 2YO - HARAS FIGUEIRA DO LAGO - São Miguel, São Paulo

STUD H & R

STUD H & R
STUD H & R - TOQUE NA FOTO PARA VER UM UM GP. BRASIL QUE VAI FICAR NA HISTÓRIA

HARAS SANTA MARIA DE ARARAS

HARAS SANTA MARIA DE ARARAS
Santa Maria DE ARARAS: TOQUE NA FOTOGRAFIA E VENHA CONHECER O BERÇO DE CAMPEÕES

HARAS ESTRELA NOVA

HARAS ESTRELA NOVA
Venha nos conhecer melhor no Instagram @haras.estrelanova.

HARAS NIJU

HARAS NIJU
toque na foto para conhecer nosso projeto

HARAS FRONTEIRA

HARAS FRONTEIRA
HARAS Fronteira

albatroz bloodstock agency, Inc.

albatroz bloodstock agency, Inc.
albatrozusa@yahoo.com

quarta-feira, 23 de setembro de 2020

PROTESTO


 

BOM DIA

 


MOMENTO

COLINA VERDE



 

PONTO CEGO. QUE MAL PODERIA FAZER?


É obrigação daquele que escreve, se fazer entender. Já aquele que lê tem o direito de entender ou não. Logo, quanto mais claras forem as explicações e o maior número de dados conclusivos forem apresentados, melhor fica a situação.

Apresentei um video promocional sobre a Stockolm Cup  onde quem o fez, simplesmente deixou claro que ela seria realizada dia 20. E um de meus leitores, perguntou, quem estaria preocupado em saber que a Stockolm Cup iria ser corrida? Provavelmente não muita gente. Outrossim, o problema não me parece este. Se você tem um produto, mesmo que ele não seja de interesse geral, apresenta-lo publicamente me parece ainda a melhor solução.

Deveríamos fazer o mesmo com o Grande Prêmio Brasil e o São Paulo, e não apenas os publica-los na rede internas de nossos Jockey Clubs, mas difundi-lo na internet. Não acredito que um proprietário do exterior se interesse pelo assunto, Outrossim, acredito que seja importante ele ter noção da importância da carreira. Isto o motiva a pensar que os vencedores da mesma poderão ter um valor internacional. Os argentinos exploram esta vereda, não é de hoje, no Pellegrini e na Carrera de las Estrellas. E penso que frutos já foram colhidos.

Leio artigos em vários lugares comentando sobre a Carrera de las Estrellas. E não são poucos por aqui, os que pensam tratar-se de uma Breeders Cup de toda a América do Sul, que nós sabemos não ser verdade. Por alguns anos, houve na África do Sul a crença que o leilão que reunia, o Mondesir, o Old Friend, um tempo o Mossoró e depois o Anderson, era um leilão de seleção do que de melhor havia na criação brasileira. E não propriamente de apenas três ou quatro haras.  O importante é que a difusão em termos internacionais, fê-lo funcionar.

Não irei adquirir cavalos na Suécia, nem acredito que um dia comparecerei a esta prova, mas sei que ela existe, e para mim isto é de suma importância. Proprietários em países limítrofes podem até se interessar em corrê-la. Qual então seria o problema? Mal com certeza não irá fazer.

Reclamamos de nossos prêmios e das condições de nossas corridas. E pergunto, o que fazemos para minimizar esta situação, a não ser reclamar?

AS MAIS PROEMINENTES TRIBOS DO HEMISFÉRIO NORTE - TEMPORADA 2020

 Tentar desvendar a trilha que se torne a mais proeminente aos olhos dos investidores, é e acredito que será sempre, o grande desafio dos analistas do mercado. Creio ser licito se afirmar que Galileo, Deep Impact, Dubawi, e os ascendentes Into Mischief e Bird Kanaloa, são os preferidos no mercado. Em termos do hemisfério norte na temporada são aqueles com os melhores números.

Como pode ser visto na tabela abaixo, 15 são os reprodutores que até aqui, este ano, conseguiram vir a gerar mais de cinco individuais ganhadores de grupo e apenas três não pertencem as tribos Northern Dancer e Mr. Prospector.


OPINIÃO DE UM LEITOR

 
Prezado Renato,

Entendo e compartilho da sua frustração vendo um Grande Prêmio Brasil e um Roberto e Nelson Grimaldi Seabra com apenas nove competidores cada um. Torço para que seja somente um reflexo desse ano atípico que vivemos. No entanto, para responder a sua pergunta inicial eu diria que vale a pena sair de casa para ver o cavalo do Haras Doce Vale, batizado com o simpático nome de Pimper’s Paradise, ótima música do Bob Marley. Ele decepcionou ao perder na preparatória para o Olympic Impact, mas se pegar uma raia mais leve no domingo eu confio em sua vitória. 

Quanto ao páreo das fêmeas, vou torcer para a defensora do Haras Clark Leite: Queen of Rio. O turfe é uma atividade que faz a gente se sentir velho e eu me lembro perfeitamente de ter conhecido a mãe da Queen of Rio em 2009, uma potranca que possuía uma expressão incrível e foi batizada pelos Fragoso Pires de Jet Queen. Ainda com um ano de idade, recordo como se fosse ontem o Zequinha e o pai dele elogiando os atributos da Jet Queen com a confiança de quem sabe que possui algo especial em suas mãos. Por pouco a Jet Queen não venceu o Roberto e Nelson Grimaldi Seabra envergando as cores históricas do Haras Santa Ana do Rio Grande e por esse motivo eu espero que a sua filha vença essa prova nesse final de semana que se aproxima e vingue a derrota da mãe.

Renato, brasileiros que somos, festival do Grande Prêmio Brasil é sempre um momento único. Não tem como deixar de assistir. 

Um grande abraço, 
Gabriel Leme 

MOMENTO

MOMENTO DE ALEGRIA

 

O QUE VEM POR AI


 

 PRICEY KARAKONTIE COLT HIGHLIGHTS BOOK 5 OPENER

By Christie DeBernardis

A colt by Karakontie (Jpn) (Hip 2814) achieved a very rare feat in Keeneland September's Book 5 opener Tuesday, summoning a session-topping $500,000 from Marsha Naify. The Gainesway stallion had another yearling in the top five lots of the day with a full-sister to graded stakes-bound Spanish Loveaffair (Karakontie {Jpn}) (Hip 3161) bringing $220,000 from Ballyfair Bloodstock.

A total of 253 yearlings brought $6,484,100 Tuesday with an average of $25,629 and a median of $15,000.Fifty-five horses failed to meet their reserves Tuesday.

Throughout the first nine days of trade, 1,880 youngsters sold for a gross of $240,340,300 with an average of $127,841 and median of $62,000. There were 743 RNAs.

TIZ THE LAW TO SKIP PREAKNESS, TRAIN UP 
TO BREEDERS' CUP

Sackatoga Stable'Tiz the Law (Constitution), runner-up in the GI Kentucky Derby, will bypass a run in the Oct. 3 GI Preakness S. and instead train up to the Nov. 7 GI Longines Breeders' Cup Classic, according to a statement from Sackatoga principal Jack Knowlton.

SUN CHARIOT NEXT FOR QUADRILATERAL

Juddmonte's juvenile Group 1 winner Quadrilateral (GB) (Frankel {GB}) will appear next in the Oct. 3 G1 Kingdom of Bahrain Sun Chariot S. at Newmarket. A winner of the G1 bet365 Fillies' Mile at Ascot last fall, Quadrilateral has not found the winner=s circle this season, but finished third in both the June 7 G1 1000 Guineas at Newmarket and fourth in the G1 Coronation S. at Royal Ascot later that month. She was last seen in action running fourth in the G3 Atalanta S. at Sandown on Aug. 23. Cont. p10

BEHEMOTH SECURES EVEREST SLOT

By Georgie Dennis

Dual Group 1 winner Behemoth (All Too Hard) has secured himself a slot in the $15-million The Everest to be run on Oct. 17. The race to the $15 million The Everest is heating up as seven of 12 slotholders have secured their representatives, the latest runner set to scale the peak is Behemoth, representing The Star.

The 5-year-old gelding stamped himself as one of the most in-form horses in the country when he took out Saturday's Sir Rupert Clarke S. at Caulfield, prompting The Star to select him to run in their slot.

MOMENTO SAUDADE


 

PAPO DE BOTEQUIM: AONDE NOS LEVA A IMPROVISAÇÃO


Foi noticiado que o haras La Pomme encerrará de forma definitiva seu trabalho na criação argentina este Novembro, concentrando-se no Uruguay e nos Estados Unidos. Qual a razão? O governo, o Covid-19?

Não sei. Mas parece ser irreversível.

Não dá para se improvisar e muita improvisação leva a derrocada. O la Pomme, foi um projeto audacioso, mas que em minha opinião não rendeu o que deveria render, embora haja mais de 25 ganhadores de grupo entre os elementos por eles criados. Arrisco a afirmar que Gentleman, num patamar bem acima e no imediatamente abaixo Asidero, Winning Prize e Painter, foram os pontos mais altos por eles obtidos. O que para mim é pouco, levando-se em conta o investimento adotado. E não poderia ser esquecida a vitória de Lord Grillo, um ainda 3 anos, sobre Silver Charm, no Malibu Stakes (G1).

Mas em meu modo de ver, ele não chegou ao mesmo patamar de outros grandes centros de criação argentinos. O turfe é exigente. Não importa, o grau de investimento. Você tem que ter o diferencial.

O Flamengo, deu uma improvisada ao trazer um auxiliar técnico de um grande técnico de futebol, e parece estar pagando por seus pecados.  Mas há de se levar em consideração que vários outros foram tentados e simplesmente nenhum deles quiz vir. O que veio, fritou. Pois, ele não tinha o diferencial, que Jorge Jesus provou ter. Seria o mesmo de contratar o chofer de Federico Tesio, para gerenciar seu projeto turfístico, mesmo levando-se em conta ser ele o maior confidente do grande criador italiano.

Um haras se monta com suas linhas maternas, e estas não se formam em curto período de tempo. Houveram alguns no Brasil, que iniciaram um processo de adquirir todas as éguas ganhadoras de grupo no pedaço e os dois últimos estabelecimentos que se utilizaram deste expediente, fecharam suas portas de forma melancólica. E é bastante simples de se entender. Se ganhadoras de grupo fossem as melhores reprodutoras, não haveria chance para as outras meras mortais. E mesmo dentro do principio das grandes linhas troncos erigidas por famílias bem sucedidas, existem mensageiras que levam o trabalho adiante e outras que não. Empacam.

È com muita tristeza ver algo tão forte como o La Pomme encerrar suas atividades na Argentina. Mas afirmo que foi ainda muito mais triste ver no Brasil, o mesmo acontecer com o Santa Ana, o São José e Expedictus, o Guanabara, o J. B. Barros, o Sideral, o Inshalla com seus titulares ainda vivos, depois de décadas de um sucesso, a meu ver, bem superior que o La Pomme na Argentina. Ver o Equilia e o TNT, transferirem suas atividades para outros países, como o la Pªomme está fazendo, também me pareceu doloroso.

A grande verdade, é a exceção do Chile, - cujo turfe me parece fictício já que dominado que é por uma família - está em ascensão. Todavia, mesmo esta ascensão hoje visível e respeitada, só se deu por uma mudança radical de rota. Não pela manutenção de uma improvisação. Eles terem deixado a improvisação anterior de importação de reprodutores de grandes pedigrees mas de campanhas pífias, por investimentos sérios capitaneados por Scat Daddy, fizeram toda a diferença.

A fórmula é conhecida. Logo, é preciso apenas ter a coragem de leva-la adiante.


�� LXI Clásico "José María Vargas" ��| Hipódromo La Rinconada | Reunión 32 |



Hipódromo de Monterrico - 6ta. Carrera 19SETIEMBRE20



Hipódromo de Monterrico - 5ta. Carrera 19SETIEMBRE20



11a Carrera Clasico Condicional, Para Machos de 3 Años. 1.500 Metros



Carrera N° 4, Fecha reunión:18-09-2020 Club Hípico de Santiago



Año 2020 Reunión 31 Carrera 11



terça-feira, 22 de setembro de 2020

2020.09.20. 03. futam - GRÓF KÁROLYI GYULA EMLÉKVERSENY (HUN Gd-3) (körp...



TODO SEU INVESTIMENTO INDO PARA BAIXO DA ÁGUA


 

INACREDITAVEL QUE ISTO VOLTE A ACONTECER

 



E VOLTTAMOS A ESTACA DE SEMPRE: ZERO!

Todos os anos, acontece a mesma coisa. Será que a atual gerência do Jockey Club Brasileiro, não tem força suficiência para exigir do município que algo seja feito que evite as constantes enchentes em nossa vila hípica. O que somos? Um clubinho mambembe? Dirigido por gente sem força politica?

As vésperas da realização de nossa festa máxima, vejo a Gávea novamente tomada pelas águas das chuvas. Os campos formados são fracos, a impossibilidade da presença do publico é uma realidade, que independe de nós e agora esta nova enchente, esta sim da qual deveríamos estar de uma vez por todas livre, se medidas de pressão houvessem sido tomadas, desde a última.



BOM DIA

 


APRENDANDO COM A HISTORIA POR MARCELO AUGUSTO

Minha grande paixão no turfe foi o cavalo FULL LOVE, filho do chileno Figuron, ganhador do GP. São Paulo de 1973, na Varanda, por Gabari, que antes havia dado com o mesmo Figuron o craque CAMPAL, vencedor do Derby Paulista de 1980 e do GP Brasil de 1981. Full Love foi ganhador da Taça de Praça numas chegada mais eletrizante de suas edições, além de outras importantes provas do calendários clássico nacional; outrossim, lhe faltou no curriculum um GP. São Paulo e um GP. Brasil. Depois de sua espetacular vitória na Taça de Prata de 1983, deu uma parada para recuperação dos locomotores para voltar diretamente no Derby Paulista, onde secundou nada menos do que a craque Immensity. 

Quando decidi me tornar proprietário nominei o meu stud como Figuron & Varanda em homenagem aos pais dos craques Campal e Full Love. Varanda ainda sobrevive na linha materna graças a descendência de sua filha, INTENSIVA, por Figuron. Fazendo uma viagem no tempo, buscando a origem de sua família, pude verificar que essa linha se estabeleceu no Brasil por iniciativa da família Peixoto de Castro, leia-se Haras Mondesir, que trouxe para o Brasil uma égua argentina chamada HAZEL, por Sir Berkeley, na Ecu d´Argent, por Silverm, da subfamília 11-c, mesmo veio materno do fenomenal St. Simon. 

Hazel era duplicada em St. Simon (3s x 5D) e levada para o haras deu ao seu proprietário 10 produtos, sendo 2 machos e 5 fêmeas, com destaque para MALDITA, por King Salmon, ganhadora do Clássico Barão de Piracicaba, mãe do clássico XADREZ, ganhador do GP Linneo de Paula Machado e avô de Gourmet, vencedor do GP Brasil de 1982 e URUÇU por Swallow Trail, vencedora do GP. José Guathemozim Nogueira e 2º nos Dianas (São Paulo e Rio), sendo esta mãe Gliptica, por Mat de Cocagne, que viria a ser a mãe da VARANDA e também de EMPEROL, por Rhone, ganhador do GP. Nacional do Uruguai, contemporâneo do craque Duplex. 

Outra fêmea da argentina Hazel, com destaque reprodutivo foi a NAVE, por King Salmon, mãe de CAJADO, por Swallow Trail, múltiplo ganhador clássico no Brasil e na argentina que foi levado para o Haras Guayçara como reprodutor, mas tendo um desaparecimento precoce. Outros descendentes da Nave com destaque clássico, são o SEU LEVY, por Cadir, vencedor do GP Major Suckow de 1967, a DEGANHA, por Quiproquo, ganhadora do GP Henrique Passolo, a CEILEMA, por Majors Dilema, vencedora da Taça de Praça e do GP Barão de Pircacicaba, versão 1974 e de ENGUALICHADA, vencedora do OSAF de 1996. BACK BACK BACK, por Tokatee, venceu o GP Juliano Martins – G1 em 1999 e descende de outra filha da Hazel, chamada Livia, cuja manutenção na época havia ficado por conta do Haras Rosa do Sul. Fato curioso que o veio mais ativo da VARANDA, através de sua filha Intensiva, é o da Persifleur, por Midnight Tiger, que deu a ZARA, por Redattore, multi ganhadora clássica, com destaque para a GP. Henrique de Toledo Lara (G1) e GP. Margarida Polak Lara – Taça de Praça (G1), cuja manutenção está à cargo justamente do Haras Guayçara que como já citado havia levado anteriormente para o Haras como reprodutor o clássico Cajado. 

Essa linha da Varanda é outra daquelas que remonta nos grandes criadores do passado que dominaram a época de ouro do turfe brasileiro, onde a importação de matrizes de boa descendência era a tônica para se chegar ao sucesso, sendo assim é nossa obrigação fazer a manutenção dessa herança deixada por esses pioneiros. 

MOMENTO


 

RAPIDINHAS DO TDN

 THE WEEKLY WRAP: AGELESS WONDERS

By Emma Berry

Addeybb (Ire) (Pivotal {GB}) first came to wider prominence when cruising home to an easy victory in the Lincoln on the first weekend of the British turf season in 2018. Behind him that day in second was Lord Glitters (Fr) (Whipper), and the two of them were reunited on Saturday to finish in the same positions in a strong field for the Listed Doonside Cup at Ayr.

In the two and a half years between these two races, both horses have won at Group 1 level, with Addeybb lighting up the gloom of early lockdown for William Haggas's stable by snaring the G1 Ranvet S. and G1 Longines Queen Elizabeth S. in a fruitful sojourn in Sydney earlier this year. Since then he had been seen just once in Britain before Saturday's victory when finishing second to Lord North (Ire) (Dubawi {Ire}) in the Prince of Wales's S. on ground probably a tad faster than ideal. Cont. p6

CON TE PARTIRO RETIRED, WILL SELL AT KEENELAND

By Bren O'Brien

The racetrack career of dual Group 1 winner and "TDN Rising Star" Con Te Partiro (USA) (Scat Daddy {USA}) has come to an end, with the mare to be sold at the Keeneland November Breeding Stock Sale without having another run.

A small setback at trackwork saw her connections, headed by Newgate Managing Director Henry Field, opt not to give her a farewell run in Australia and also skip the Breeders' Cup meeting.


PONTO CEGO: ALGO A SE LAMENTAR

Não me lembro de ter assistido um Grande Prêmio Brasil e a um OSAF - que agora se chama com inteira razão Roberto e Nelson Seabra - numa mesmo fim de semana, com apenas nove participantes, cada um. 

Desculpem, aos que assim não pensam, mas isto é para mim, o fim da picada. Daí ao abismo, é menos que um passo.

Quando isto acontece na Europa, é por conta da presença de um ou dois elementos extra-serie que afugentam os demais. Seria o caso destas duas provas citadas para o fim semana - que já foi considerado como o mais importante do turfe brasileiro? Acredito que não. O último Arco do Triunfo onde era esperada uma vitória de Enable, que destoava da turma, mesmo assim teve 12 participantes e eu considerei um Arco vazio.

Logo, vem a minha mente a possibilidade de tratar-se de um total descredito por parte dos turfístas brasileiros ou de um sistema de addeds que não pareceu racional, aos que são obrigados a pagá-lo, da forma que o mesmo veio a ser proposto.

O que será desta que deveria ser uma festa, sem publico, sem competidores, sem prêmios racionais? E isto num ano eleitoral, onde o turfe da Gávea está nitidamente descendo a ladeira e pelo que me conta como mero observador, acaba de perder o freio.

Acham que estou exagerando? 

Se acham, por favor, analisem as carreiras principais. Quais seriam os cavalos que em sua opinião, se possível fosse comparecer ao hipódromo como turfísta, o faria deixar a sua casa para assisti-lo?

Desculpem, mas parece-me a pior configuração até hoje já proposta. Acho que optarei por Flamengo e Palmeiras. 


EUROPEAN LEADING SIRES E BROODMARE SIRES - 2020 POR PRÊMIOS GANHOS

 




RAPIDINHAS DO TDN

MAXIMUM SECURITY, IMPROBABLE TO MEET IN AWESOME AGAIN

by Bill Finley

Stablemates Maximum Security (New Year=s Day) and
"TDN Rising Star" Improbable (City Zip) will face one another in Saturday's GI Awesome Again S. at Santa Anita, trainer Bob Baffert has confirmed.

Baffert had earlier discussed shipping Maximum Security to New York for the GI Jockey Club Gold Cup, but instead will race him this weekend in his own backyard.

Via text, Baffert said he thought the race was a good fit for both horses because he likes the spacing and the fact that no one has to ship. The Jockey Club Gold Cup will be run Oct. 10, two weeks after the Awesome Again.

With the two Baffert stars set to meet one another, the Awesome Again could decide who will be the favorite in theGI BreedersCup Classic. Coming off wins in the GII San Diego H. and the GI TVG Pacific Classic, Maximum Security will be favored in the Awesome Again, but Improbable has strong credentials, as well. He has won two in a row, the GI Hollywood Gold Cup and the GI Whitney S.

The list of possible starters for the $300,000 race also includes Higher Power (Medaglia d'Oro), Midcourt (Midnight Lute), Sharp Samurai (First Samurai), Sleepy Eyes Todd (Paddy o'Prado) and Take the One O One (Acclamation). 

VANDERBILT WINNER VOLATILE INJURED;

RETIRED TO THREE CHIMNEYS Saratoga's GI Alfred G. Vanderbilt H. winner Volatile

(Violence--Melody Lady, by Unbridled's Song) has been injured with a hairline fracture of his right front cannon bone and has been retired. He will stand the 2021 season at Three Chimneys in Central Kentucky.

While competing for the partnership of Three Chimneys Farm and Phoenix Thoroughbreds, Volatile was undefeated in three starts in 2020. In addition to his Vanderbilt win July 25, in which he clocked a final quarter in :22.94, the fastest in the race's history, the gray also captured Churchill's Aristides S. by eight lengths in June and an allowance/optional claimer by 7 1/2 lengths in April at Oaklawn. The Steve Asmussen trainee retires with a record of 6-5-1-0 and earnings of $341,040. He received a Beyer Speed Figure of 112 in the Aristides, the highest on record for 2020. Cont. p3

CALIFORNIA'S MORE RESTRICTIVE WHIP
REGULATIONS TO GO INTO EFFECT OCT. 1

by Bill Finley

California racing regulators, who have long sought measures that would limit the use of the whip, announced Monday that a set of more restrictive rules will be implemented starting Oct. 1.

The rules were approved June 11 at a meeting of the California Horse Racing Board (CHRB) ,but could not go into effect until undergoing a regulatory review process.

The new rules will bring about three major changes:

(*) Riders cannot use the crop more than six times during a race, excluding showing or waving the crop or tapping the horse on the shoulder.

(*) Riders cannot use the crop more than two times in succession (within the six-time limit) without giving the horse a chance to respond before using the crop again.

(*) The crop must be used in an underhanded position with the crop always at or below the shoulder level of the jockey.

BRISK TRADE AS BOOK 4 CONCLUDES AT
KEENELAND 

by Jessica Martini

The two-session Book 4 portion of the Keeneland September

Yearling Sale concluded Monday in Lexington with spirited action at the top of the market. Bloodstock agent Donato Lanni, the most prolific buyer of the auction, made the day's highest bid when going to $320,000 to acquire a colt by hot freshman sire Not This Time (hip 2739) for an undisclosed client. For the session, 255 yearlings sold for $11,832,500 for an average of $46,402 and a median of $25,000. The buy-back rate, which was as high as 40% during sessions last week, was 23.88% Monday.

For the two-day Book 4 section, 492 yearlings sold for an aggregate of $23,349,000. The average was $47,457 and the median was $32,000. The book's $320,000 top price was one of 11 to sell for $200,000 or over for the two days.

During last year's two-session Book 4 section, 562 yearlings sold for $28,329,200 for an average of $50,408 and a median of $37,000. The top Book 4 price in 2019 was $310,000 and 10 horses sold for $200,000 or over.

CODE OF HONOR POINTING FOR KELSO
HANDICAP 
by Bill Finley
Code of Honor (Noble Mission {GB}) will not be back to defend
his title in the GI Jockey Club Gold Cup and will instead make his next start going a mile in the GII Kelso H. at Belmont Oct. 3.

PNEUMATIC WORKS BULLET FOR PREAKNESS
 
"TDN Rising Star" Pneumatic (Uncle Mo), last-out winner of the
Aug. 15 Pegasus S. at Monmouth Park, breezed five furlongs in company in a bullet 1:00.85 over the Oklahoma training track at Saratoga Monday morning as he continues towards a start in the GI Preakness S. at Pimlico Oct. 3.


PAPO DE BOTEQUIM: AS MAS PROEMINENTES FAMILIAS DO HEMISFÉRIO NORTE - TEMPORADA 2020

Como é de conhecimento de todos que acompanham este blog, tenho um respeito especial para com as grandes famílias. Pois, acredito que elas são a maior prova da existência de uma transmissão linear, que mesmo de vez em quando seja atacada por verdadeiros eletricistas se mantém vivas por mais de um século.

Tendo como base as 593 carreiras de grupo disputadas este ano no hemisfério norte, 15 famílias, já demonstram ter a capacidade de ter vindo a produzir pelo menos 12 individuas ganhadores de grupo na atual temporada do hemisfério norte. E nota-se que sestes 15 - não por coincidência - 13 deles, estiveram presentes, nas primeiras colocações das dez ultimas temporadas européias do hemisfério norte.

O que pode se concluir disto?

Que estes veio são de inestimável capacidade de transmissão de classicismo. E que a crença nas transmissões retilíneas em linhas baixas é uma realidade que pode até ser discutida, mas nunca negada e muito menos desrespeitada. 

Sei que é muito fácil um cara arrumar um diploma de geneticista ou zootequinista e negar este fato. O difícil será ele contradizer esta constância que se perpetua por décadas.

Por isto uma das armas que você tem quando examina um catalogo e tem plena consciência que não poderá examinar a todos os inscritos, uma lista com as principais linhas tronco, tais como 13-c, 1-x, 9-c, 14-c, devem fazer parte da mesma. Sei que em todas as grandes árvores haverão frutas podres, mas ao mesmo tempo tenho conhecimento que as que cairem ao solo, e tenham qualidade, não estarão afastadas da árvore que as produziu.

O que vale são também o fisico, o restante do pedigree e a impressão que aquele elemento a sua frente lhe causou. neste somatório igualmente sei, que aquele que seleciona tem o direito de colocar em sua lista outras linhagens, algumas das quais que nunca figuraram entre as mais proeminentes. Elas existem, funcionam e anda retém 25% dos resultados clássicos a seu favor.

Mas aqui entre nós, sinto-me mais seguro quando minhas chances são de 75%.




PARAONDE VOCE OLHA, TEM GALILEO FATURANDO


 

OLHA A 9-h FAZENDO DAS SUAS


 

2020 G1 Sir Rupert Clarke Stakes: Behemoth



2020 Kingston Town Stakes | Shared Ambition, Taikomochi & Zebrowski





EM RANDWICK

 



Kolding | 2020 George Main Stakes (G1). Randwick. Australia.



Probabeel | Bill Ritchie Handicap 2020 (G3). Randwick. Australia



2020 Tea Rose Stakes



NA NOVA ZELANDIA


 

NA AUSTRALIA

 



2020 Newcastle Gold Cup | Mugatoo