HARAS SANTA RITA DA SERRA - BRASIL

HARAS SANTA RITA DA SERRA - BRASIL
HARAS SANTA RITA DA SERRA - CLIQUE NA FOTO PARA CONHECER NOSSO PROJETO

HARAS REGINA

HARAS REGINA
HARAS REGINA - CLIQUE NA FOTO PARA CONHECER NOSSO PROJETO

HARAS FIGUEIRA DO LAGO

HARAS FIGUEIRA DO LAGO
HARAS FIGUEIRA DO LAGO - São Miguel, São Paulo

STUD H & R

STUD H & R
STUD H & R - TOQUE NA FOTO PARA VER UM UM GP. BRASIL QUE VAI FICAR NA HISTÓRIA

HARAS SANTA MARIA DE ARARAS

HARAS SANTA MARIA DE ARARAS
AEROSOL, MESMO DEVOLVIDO PROVOU SER CRAQUE: TOQUE NA FOTOGRAFIA E VENHA CONHECER O BERÇO DE CAMPEÕES

HARAS SANTA TEREZA DO BOM RETIRO

HARAS SANTA TEREZA DO BOM RETIRO
ONDE A VELOCIDADE IMPERA - CLIQUE NA FOTO PARA CONHECER NOSSO PROJETO

HARAS NIJU

HARAS NIJU
toque na foto para conhecer nosso projeto

HARAS SANTA LUZIA DA ÁGUA BRANCA

HARAS SANTA LUZIA DA ÁGUA BRANCA
HARAS SANTA LUZIA DA ÁGUA BRANCA: VENCEDORES INTERNACIONAIS EM TRÊS CONTINENTES

albatroz bloodstock agency, Inc.

albatroz bloodstock agency, Inc.
albatrozusa@yahoo.com

sábado, 26 de novembro de 2016

PEQUENO PAPO DE BOTEQUIM. UM TURFE QUE DIMINUI MAS SE MANTÉM FIRME

Eu já estou começando a ficar preocupado com a visão de muitos que o turfe brasileiro, está acabando. Eu diria que diminuindo, não acabando. Vejam o caso do Brasil, foi saqueado, sacaneado.seduzido e apesar de tudo, continua vivo e produzindo. O PT, dona Dilma e seu Lula, foram piores que dez tsunamis juntos.

O que estão fazendo com o turfe e a criação paulista, não tem qualificação. Primeiro se foi o Posto de Monta do Jockey Club de São Paulo. Ai veio a Chacara dos Ferreiros e não vai duarar muito o hipódromo de Cidade Jardim… Isto sim é a morte de uma atividade.

E pensar que São Paulo é nosso estado mais poderoso. Maos é o que se exercita menos, e como vi ontem na Globo, pouco se movimentar, faz o cerebro diminuir. Não sou eu quem o diz, foi o Globo Reporter. Talvez tenha sido isto que aconteceu com os dirigentes do Jockey Club de São Paulo, abusaram da gomalina e do charuto e tiveram seus cerebros encurtados.

Bagé e o Paraná estão de pé. Foi só o São José da Serra cerrar suas portas, que imediatamente um dos mais importantes haras de São Paulo, assumiu sua operações por lá. Isto demonstra confiança. Gente que acredita no turfe, e principalmente que se a coisa diminuiu de um lado é hora de faze-la crescer de outro. Isto se chama fé na atividade. Crensa. Vontade de levar a coisa para frente.

Abro aqui um parênteses. Conhecidas são minhas acerbadas preferências para com o Haras Santa Rita da Serra, porém, tenho que confesar vislumbrar  o São José da Serra, entre os haras médios, como o melhor em resultados, tanto no Paraná, quanto no Brasil. Logo, quando ele termina suas funções e imediatamente volta a abrir as suas portas para alguém que confia que o turfe não está morrendo, apenas passando por uma situação dificil, minha alegria se torna incontrolável. Chego as araia da felicidade ºlena. Fecho parênteses.

Muitos vão torcer contra, pois, esta é uma característica bem brasileira, No futebol, na politica e na religião. A cada vez mais crescente lei de Lula, nós e eles, ou melhor, se não estiver com ele, automaticamente estará contra ele. Como vó Adelina dizia, o ladrão sempre ataca primeiro, antes de ser atacado.

Houve uma mexida no mercado, com este leilão de oferta total de plantel do TNT. Não há dúvidas que o haras cerrou suas portas. Mas teriam sido vendidos todos os animais, como era de cinco em cinco minutos, alardeado pelos dois leiloeiros? A mais cara égua do leilão oficialmente foi adquirida por um haras que dificilmente pagaria este valor por uma éguas de cria. O melhor produto de 2015, para não se dizer o único, foi o maior preço e omitido seu comprador. E uma serie de lotes, "oficialmente" vendidos como adquiridos para o Uruguay, soaram como falsos. Confiar sempre desconfiandp é sempre, a primeira lei do turfe.

Existe uma diferença grande em quem hoje investe, Esta pessoa acredita no turfe. O mesmo não pode ser dito por quem o abandona, seja a razão que for. E, hoje somos obrigados a aceitar, que razões judiciais estão forçando vários destes, ao abandono.

Volto a repetir, um turfe que se sustenta de pessoas hoje no radar da Lava Jato, é um turfe que não merece se manter, Mas se este turfe tem gente que disto não depende, sobreviverá para sempre.