HARAS SANTA RITA DA SERRA - BRASIL

HARAS SANTA RITA DA SERRA - BRASIL
HARAS SANTA RITA DA SERRA - CLIQUE NA FOTO PARA CONHECER NOSSO PROJETO

HARAS REGINA

HARAS REGINA
HARAS REGINA - CLIQUE NA FOTO PARA CONHECER NOSSO PROJETO

HARAS FIGUEIRA DO LAGO

HARAS FIGUEIRA DO LAGO
HARAS FIGUEIRA DO LAGO - São Miguel, São Paulo

STUD H & R

STUD H & R
STUD H & R - TOQUE NA FOTO PARA VER UM UM GP. BRASIL QUE VAI FICAR NA HISTÓRIA

HARAS SANTA MARIA DE ARARAS

HARAS SANTA MARIA DE ARARAS
AEROSOL, MESMO DEVOLVIDO PROVOU SER CRAQUE: TOQUE NA FOTOGRAFIA E VENHA CONHECER O BERÇO DE CAMPEÕES

HARAS SANTA TEREZA DO BOM RETIRO

HARAS SANTA TEREZA DO BOM RETIRO
ONDE A VELOCIDADE IMPERA - CLIQUE NA FOTO PARA CONHECER NOSSO PROJETO

HARAS NIJU

HARAS NIJU
toque na foto para conhecer nosso projeto

HARAS SANTA LUZIA DA ÁGUA BRANCA

HARAS SANTA LUZIA DA ÁGUA BRANCA
HARAS SANTA LUZIA DA ÁGUA BRANCA: VENCEDORES INTERNACIONAIS EM TRÊS CONTINENTES

albatroz bloodstock agency, Inc.

albatroz bloodstock agency, Inc.
albatrozusa@yahoo.com

quinta-feira, 12 de setembro de 2019

OPINIIÃO DO MARCELO

GLORIA DE CAMPEÃO E A  FAMÍLIA 3

     Com 183 produtos registrados e 6 gerações em idade de corrida, GLÓRIA DE CAMPEÃO na tarde do dia 07 de setembro, conseguiu como garanhão a sua primeira prova de Grupo 1, através de seu filho MESTRE DO IGUASSU, que levantou o GP IPIRANGA, primeira prova de Triplice Coroa Paulista. GLORIA DE CAMPEÃO já conta com 4 filhos ganhadores de grupo e que chama atenção é que 3 deles advém da família 3, MESTE DO IGUASSÚ, subfamília 3-o, ENERGIA HUPP (G2) e ASDDRUBAL (G3), subfamília 3-i. Foi justamente por causa dos feitos do GLÓRIA DE CAMPEÃO, que nos atrás parti em busca de pesquisas e desenvolvi um estudo sobre o reagrupamento familiar e sua validade como ferramenta estrutural na construção de um pedigree (há diversos artigos de minha autoria nesse blog tratando deste tema). GLÓRIA DE CAMPEÃO é produto desse reagrupamento e pelo visto, através dos resultados de seus filhos, essa ferramenta é uma via válida para quem se utiliza dos seus serviços e deseja obter sucesso, não só ofertando éguas da família 3, como filhas de garanhões desta importante família. 





A família 3 notabilizou-se como aquela que forjou inúmeros chefes de raças que foram os pilares da criação mundial, GALOPIN, da subfamília 3-i, tinha como avô The Flying Dutchman, da mesma subfamília 3-i, um dos seus filhos mais notáveis, o chefe de raça ST. SIMON, da subfamília 11-c, tinha como avô materno King Tom, da subfamília 3-m, sua melhor fêmea, a extraordinária LA FLECHE, da subfamília 3, descendia de uma égua QUIVER (avô de Polymelus e este pai de Phalaris), que tinha como pai, TOXOPHILITE, da subfamília 3-h. JOHN O´GAUNT, filho da La Fleche, era filho de ISINGLASS da subfamília 3-m, sendo este também produto de uma égua super-estruturada na família 3. SWYNFORD,  filho de John O´Gaunt, pai de diversos garanhões, dentre os com mais destaque, o chefe de raça, BLANDFORD, da subfamília 3-m, sua avô, Black Cherry era super-estruturada na família 3, seu filho, BLENHEIM, da subfamília 1-e, até a sua 6ª geração contava com diversas duplicações nos citados GALOPIN, ISINGLASS e no ST.SIMON. MAHMOUD, um Blenheim, na chefe de raça Mah Mahal, tinha até a 6ª geração importantes duplicações em St. Simon, Isinglass e na égua Back Duchess, mãe de BAY RONALD e avô de BLANDFORD. A família 3 foi o mais importante pilar da criação argentina e poderíamos discorrer diversos elementos estruturados ou duplicados nesta importante família com sucesso nas pistas e no haras. Já não se trata de suposição, é FATO, algumas famílias quando se aproximam recuperam todo o seu vigor e herança genética que são transmitidas aos seus descendentes e a família 3 é uma daquelas que agradecem essa reaproximação. No quadro abaixo o pedigree de tríplice coroado norte-americano CITATION, e observem a super-estrutura da sua família materna (a mesma verificada nos irmãos próprios COLORADO e CAERLEON) e as duplicações em chefes de raças e a influência da família 3 nesse equação.