HARAS SANTA RITA DA SERRA - BRASIL

HARAS SANTA RITA DA SERRA - BRASIL
HARAS SANTA RITA DA SERRA - CLIQUE NA FOTO PARA CONHECER NOSSO PROJETO

HARAS REGINA

HARAS REGINA
HARAS REGINA - CLIQUE NA FOTO PARA CONHECER NOSSO PROJETO

HARAS FIGUEIRA DO LAGO

HARAS FIGUEIRA DO LAGO
HARAS FIGUEIRA DO LAGO - São Miguel, São Paulo

STUD H & R

STUD H & R
STUD H & R - TOQUE NA FOTO PARA VER UM UM GP. BRASIL QUE VAI FICAR NA HISTÓRIA

HARAS SANTA MARIA DE ARARAS

HARAS SANTA MARIA DE ARARAS
AEROSOL, MESMO DEVOLVIDO PROVOU SER CRAQUE: TOQUE NA FOTOGRAFIA E VENHA CONHECER O BERÇO DE CAMPEÕES

HARAS SANTA TEREZA DO BOM RETIRO

HARAS SANTA TEREZA DO BOM RETIRO
ONDE A VELOCIDADE IMPERA - CLIQUE NA FOTO PARA CONHECER NOSSO PROJETO

HARAS NIJU

HARAS NIJU
toque na foto para conhecer nosso projeto

HARAS SANTA LUZIA DA ÁGUA BRANCA

HARAS SANTA LUZIA DA ÁGUA BRANCA
HARAS SANTA LUZIA DA ÁGUA BRANCA: VENCEDORES INTERNACIONAIS EM TRÊS CONTINENTES

albatroz bloodstock agency, Inc.

albatroz bloodstock agency, Inc.
albatrozusa@yahoo.com

domingo, 8 de dezembro de 2019

PONTO CEGO: INSÓLITAS INSTITUIÇÕES


Insólitas instituições nos reduzem a categoria de primatas. 

Confesso que tenho pavor do insólito. Quando era jovem havia até uma certa tolerância. Mas quando você é jovem você acredita em coisas que a vida lhe ensina que não são bem assim. Por exemplo eu me sentia imortal, que a justiça tardava mas não faltava e que com valor do conhecimento e de sua imaginação, todo e qualquer objetivo seria alcançado. As duas primeiras desacreditei e a última as vezes pode ser considerada verdadeira.

Lembro exatamente quando a então poderosa e intocável União Soviética foi extinta com o reflexo da aplicação dos preceitos da Glasnost de Gorbachev. Considerada uma das mais sólidas instituições do século XX,  a União Soviética simplesmente desfez-se como leite Glória na água, enquanto no ar estava um senhor chamado Sergei Krikalev. Lançado de uma base no Cazaquistão, a bordo da estação MIR, ele estava em orbita em volta da terra quando tomou conhecimento que seu pais havia acabado de implodir sobre a pressão politica e isto o obrigou a manter-se em órbita até que as coisas viessem a ser resolvidas, lá em baixo. Este período acrescentado de cinco meses, o fez - somando-se as outras missões que havia feito anteriormente - constituir-se no ser humano que mais tempo permaneceu fora de nosso planeta: 803 dias, nove horas e 39 minutos. Um recorde que acredito que ninou~em gostaria de bater.

Não seria uma ação digna de primatas, autoridades manterem um ser humano por mais de cinco meses fora de seu planeta, pelo simples fato de necessitar-se de tempo para se reorganizar um sistema? Recordes normalmente devem ser louvados, mas não acredito que este tenha sido dos mais bem vistos, por aquele que o foi obrigado a bater.

No turfe existem ações de incrível semelhança como a aberração descrita. Ações como a de não se pagar prêmios, adotada por antigas direções de Cidade Jardim. O de deixar comprar em leilões aqueles de comprovada e constante inadimplência. A de se fazer tratamentos veterinários de cortinas de fumaça, em elementos portadores de doenças que não são aceitas em outros mercados, para fins de exportação. A de inscrever lotes sem sua situação resolvida em vendas publicas ou com qualquer tipo de pendência financeira. De vôos diários de sémen congelados, numa atividade que este procedimento é proibido. Mas isto ocorre em nosso mercado. Ou pelo menos ocorria, pois, agora, pouco a pouco está sendo debelada por ação de uma ABCPCC que resolveu moralizar a atividade.

Teóricamente o cara hoje para se candidatar politicamente, tem que ter aquilo que chamam de ficha limpa. Não seria inteligente de nossa parte fazer o mesmo para aceitar alguém como proprietário. Nem que seja um atestado que não se trata de um inadimplente?

Não consigo visualizar um futuro brilhante para nosso turfe sem primeiro moralizar a atividade em todos os seus degraus. Algo está sendo feito, mas precisamos ainda de mais intervenções. E principalmente da ajuda daqueles que acreditam numa moralização da atividade. Mesmo sendo por muitos, considerada uma atividade em processo terminal. Criem-se instâncias onde haveria uma oportunidade de redenção para quem um dia errou. Outrossim, a reincidência e a constância deveriam ser melhor combatidas, para a sanidade do paciente, que talvez não seja terminal, mas que está a um passo da CTI.

Vó Adelina que tinha no radicalismo, uma de suas grandes virtudes, dizia que não adiantava se guardar maças podres ou deixa-las num mesmo cesto com as saudáveis. Seria uma questão de tempo, para todo este cesto corromper-se.