HARAS SANTA RITA DA SERRA - BRASIL

HARAS SANTA RITA DA SERRA - BRASIL
HARAS SANTA RITA DA SERRA - CLIQUE NA FOTO PARA CONHECER NOSSO PROJETO

HARAS REGINA

HARAS REGINA
JOLIE OLIMPICA BRAZILIAN CHAMPION 2YO - HARAS REGINA - CLIQUE NA FOTO PARA CONHECER NOSSO PROJETO

HARAS FIGUEIRA DO LAGO

HARAS FIGUEIRA DO LAGO
NEPAL GAVEA´S CHAMPION 2YO - HARAS FIGUEIRA DO LAGO - São Miguel, São Paulo

STUD H & R

STUD H & R
STUD H & R - TOQUE NA FOTO PARA VER UM UM GP. BRASIL QUE VAI FICAR NA HISTÓRIA

HARAS SANTA MARIA DE ARARAS

HARAS SANTA MARIA DE ARARAS
Santa Maria DE ARARAS: TOQUE NA FOTOGRAFIA E VENHA CONHECER O BERÇO DE CAMPEÕES

HARAS ESTRELA NOVA

HARAS ESTRELA NOVA
Venha nos conhecer melhor no Instagram @haras.estrelanova.

HARAS NIJU

HARAS NIJU
toque na foto para conhecer nosso projeto

HARAS FRONTEIRA

HARAS FRONTEIRA
HARAS Fronteira

HARAS CIFRA

HARAS CIFRA
HARAS CIFRA - HALSTON POR MARILIA LEMOS

HARAS IGUASSU

HARAS IGUASSU
HARAS IGUASSU A PROCURA DA VELOCIDADE CLÁSSICA - Foto de Karol Loureiro

albatroz bloodstock agency, Inc.

albatroz bloodstock agency, Inc.
albatrozusa@yahoo.com

quinta-feira, 23 de julho de 2020

PAPO DE BOTEQUIM: A CAÇA A RAPOSA OU A MORTE DO LOBO?



Uma vez George Blackwell me disse: caçar uma raposa não é o mesmo que que matar um lobo. A conversa girava em torno dos cuidados a serem tomados, ao mudar-se o foco de sua atenção dos catalogados 4 e 5 de Keeneland para os de número 1 e 2, em vendas como as de Setembro. São criaturas distintas, complementava ele. E acreditem ou não, são mesmo.




Quando você inspeciona cavalos de um determinado catalogo, estes representam um perfil de um tipo de mercado. Nos leilões norte-americanos, estão nos primeiros catálogos, aqueles elementos que teoricamente alcançarão maior preço. E você tem que se aproveitar da presença dos mais importantes investidores na cidade. Poucos são aqueles que permanecem mais de cinco dias. Conforme o tempo vai passando, o publico se modifica. E o preço médio, decai.

Keeneland cria todas as facilidades para você se sentir seguro e facilitar suas inspeções. Mas o problema são seus adversários, que igualmente devem as mesmas benesses e na grande maioria das vezes tem mais dinheiro para gastar. Logo, o que deverá haver, de sua parte é um compromisso de procurar o melhor que o seu dinheiro possa gastar, preferencialmente com o inusitado, aqueles que poucos serão inspecionados. E como 9'% do mercado internacional rejeita o garanhão fracassado, ai está a sua grande oportunidade de pescar o que chamo de inusitado.




O mercado de cavalos de corrida nos Estados Unidos é uma coisa seria. Ganha-se e perde-se muito dinheiro. Um passo em falso, e a coisa se degringola  85% dos criadores o fazem de uma forma profissional, visando lucros. Ofertam aquilo que a demanda exige, mas tem que se ter noção que esta demanda varia de ano para ano.  O mercado flutua conforme resultados em pista. Assim sendo, tem que estar atento nas mudanças exigidas pelo mercado.

O estado de Kentucky é responsável por 35% da produção de Thoroughbreds nos Estados Unidos.  É também o mais forte mercado do mundo. Em 2006, estabeleceu-se o record de vendas com um montante de US$ 399,791,800, com o yearling mais caro já vendido em Setembro, US$11,700,000.

Keeneland a casa principal de vendas já ofereceu a seus clientes 22 ganhadores do Kentucky Derby e são as vendas que mais comercializam inéditos que se tornarão elementos clássicos em termos mundiais. Nas últimas vendas de Setembro, agentes de mais de 27 países estiveram ativamente presentes.




A atividade é intensa. A pressão é enorme, E você tem que ter o controle de suas ações, para levar adiante as escolhas certas. Não há espaços para indecisões e muito menos para erros. Estes últimos são pagos ao peso de dólares.

Compareço aos leilões de Keeneland desde 1983 e passei a participar dos mesmos como agente, a partir de 1987. Minha primeira aquisição foi Lady Munnings, uma Sir Gaylord, imbreed em Nearco, em Pharos e duplicada em Mumtaz Mahal. A segunda Gleaming Water, uma Fast Gold na linha materna de La Troienne e de grão em grão minha galinha foi enchendo seu papo ...