HARAS SANTA RITA DA SERRA - BRASIL

HARAS SANTA RITA DA SERRA - BRASIL
HARAS SANTA RITA DA SERRA - CLIQUE NA FOTO PARA CONHECER NOSSO PROJETO

HARAS REGINA

HARAS REGINA
JOLIE OLIMPICA BRAZILIAN CHAMPION 2YO - HARAS REGINA - CLIQUE NA FOTO PARA CONHECER NOSSO PROJETO

HARAS FIGUEIRA DO LAGO

HARAS FIGUEIRA DO LAGO
NEPAL GAVEA´S CHAMPION 2YO - HARAS FIGUEIRA DO LAGO - São Miguel, São Paulo

STUD H & R

STUD H & R
STUD H & R - TOQUE NA FOTO PARA VER UM UM GP. BRASIL QUE VAI FICAR NA HISTÓRIA

HARAS SANTA MARIA DE ARARAS

HARAS SANTA MARIA DE ARARAS
Santa Maria DE ARARAS: TOQUE NA FOTOGRAFIA E VENHA CONHECER O BERÇO DE CAMPEÕES

HARAS ESTRELA NOVA

HARAS ESTRELA NOVA
Venha nos conhecer melhor no Instagram @haras.estrelanova.

HARAS NIJU

HARAS NIJU
toque na foto para conhecer nosso projeto

HARAS FRONTEIRA

HARAS FRONTEIRA
HARAS Fronteira

HARAS CIFRA

HARAS CIFRA
HARAS CIFRA - HALSTON POR MARILIA LEMOS

HARAS IGUASSU

HARAS IGUASSU
HARAS IGUASSU A PROCURA DA VELOCIDADE CLÁSSICA - Foto de Karol Loureiro

albatroz bloodstock agency, Inc.

albatroz bloodstock agency, Inc.
albatrozusa@yahoo.com

segunda-feira, 10 de agosto de 2020

PONTO CEGO: NUNCA GENERALIZAR

Frankel

Não acredito que deveríamos generalizar. Nem todo alemão é austero. Nem todo francês é esquerdista. Nem todo norte-americano é liberal. Nem todo grego é perdulário. E nem todo brasileiro é malandro. O mesmo acontece com cavalos de corrida. Não podemos simplesmente separar tribos ou famílias, por aptidões, mesmo que em alguns casos específicos, estas aptidões possam ser dominantes em sua grande maioria. 

Maioria não é totalidade. Portanto cada individuo tem que ser estudado separadamente e como dissemos, mensageiros variam de caso em caso. Uns tem a qualidade de transmitir. Uns de receber. E uns de cortar a corrente.

Por exemplo, O segmento que ora sobrevive de Try My Best, é o de velocidade, mas não quer dizer que de uma hora para outra ele não possa vir com um elemento apto de mais stamina na área de clássicos. Outrossim, é verdade que os especialistas, na era antiga, tiveram um triste final. Son-in-Law, o rei dos stayers e The Tetrarch o rei dos sprinters, sucumbiram. È necessário uma miscigenação de aptidões, para que a linha prospere ou simplesmente se mantenha.

Como? Por intermédio dos cruzamentos.

Stayer com stayer com stayer pode erigir um galopador sem consequências, assim como sprinter com sprinter com sprinter pode vir a gerar a um animal sem muita resistência.

Não tenho um conceito formado para estruturas genéticas com um determinado padrão de maior poderio clássico e meio fundo, com estruturas genéticas baseadas em milheiros ou sprinters. Onde estas estruturas deveriam se localizar. Ou melhor, seriam mais bem utilizadas. Se na mãe ou se no pai. O senhor Atualpa acredita que havia mais possibilidades de acerto, se a stamina viesse do pai e a velocidade da mãe. Mas ele viveu numa época que era difícil se montar fidedignos universos de pesquisa.


Deep Impact

Gosto de estruturas mistas mas formadas por cavalos de grande poderio locomotor, independentemente da distância em que demonstraram suas maiores virtudes. Por exemplo me agrada uma estrutura nacional de Clackson- Ghadeer-Waldmeister, onde classicismo-brilhantismo-stamina se mostram presentes. Mas vocês viram pelo estudo apresentado aqui pelo Marcel Bacelo, que Ghadeer fez a vida de muita gente ser mais colorida. O que em outras palavras, afirma que um dominador molda um pedigree a seu critério.

Não sendo galopador, matungo ou dotado de apenas velocidade pontual, aceito de bom grado em minhas estruturas, qualquer elemento que tenha demonstrado classe e creio que no caso das éguas, tendo reforçados os seus pontos de força, por um reprodutor que lhe convenha, chances haverão de existir sucesso. este é o critério que julgo básico.


Danehill

Danehill foi um reprodutor, com menor sucesso, que Galileo, porém mais completo. Deu de tudo. Do puro sprinter ao pleno stayer, passando com êxito por todas as categorias. Coisa, que principalmente entre os velozes, Galileo tem ainda certas dificuldades. Montjeu provou dar mais stamina que velocidade. E sua stamina para as distâncias chamadas clássicas, me parece equiparável e até superior que a de Galileo.

Deep Impact me parece um reprodutor completo, pois, atua em todas as categorias. Ele, Redoute´s Choice, Fastnet Rock, Exceed and Excel e Lohnro, trazem daquele canto do mundo, algo bem distinto, que muito pode ser explorado pela Europa - e a Coolmore o está fazendo - e até pelos Estados Unidos, se houvesse este interesse dos últimos. Eles dominam as ações daquilo que considero velocidade através da distância. Os grandes legados de St. Simon, Hyperion, Nearco. E mais recentemente Northern Dancer e Mr. Prospector. Mais o primeiro que o segundo, ressalvo.

Mas para todo chefe de raça, há um mensageiro. Uns são capazes de retransmitir a mensagem. Outros a encerram ali mesmo. Logo, como disse, cada caso tem que ser tratado de forma distinta.