HARAS SANTA RITA DA SERRA - BRASIL

HARAS SANTA RITA DA SERRA - BRASIL
HARAS SANTA RITA DA SERRA - CLIQUE NA FOTO PARA CONHECER NOSSO PROJETO

HARAS REGINA

HARAS REGINA
JOLIE OLIMPICA BRAZILIAN CHAMPION 2YO - HARAS REGINA - CLIQUE NA FOTO PARA CONHECER NOSSO PROJETO

HARAS FIGUEIRA DO LAGO

HARAS FIGUEIRA DO LAGO
NEPAL GAVEA´S CHAMPION 2YO - HARAS FIGUEIRA DO LAGO - São Miguel, São Paulo

STUD H & R

STUD H & R
STUD H & R - TOQUE NA FOTO PARA VER UM UM GP. BRASIL QUE VAI FICAR NA HISTÓRIA

HARAS SANTA MARIA DE ARARAS

HARAS SANTA MARIA DE ARARAS
Santa Maria DE ARARAS: TOQUE NA FOTOGRAFIA E VENHA CONHECER O BERÇO DE CAMPEÕES

HARAS ESTRELA NOVA

HARAS ESTRELA NOVA
Venha nos conhecer melhor no Instagram @haras.estrelanova.

HARAS NIJU

HARAS NIJU
toque na foto para conhecer nosso projeto

HARAS FRONTEIRA

HARAS FRONTEIRA
HARAS Fronteira

HARAS CIFRA

HARAS CIFRA
HARAS CIFRA - HALSTON POR MARILIA LEMOS

HARAS IGUASSU

HARAS IGUASSU
HARAS IGUASSU A PROCURA DA VELOCIDADE CLÁSSICA - Foto de Karol Loureiro

albatroz bloodstock agency, Inc.

albatroz bloodstock agency, Inc.
albatrozusa@yahoo.com

domingo, 18 de outubro de 2020

PONTO CEGO: INTELIGÊNCIA ASSINTOMÁTICA



 



Semanas atrás, publiquei um artigo que deixava claro - acreditava eu - que nem sempre a maior angulação do galão é aquela que representa a maior velocidade. Porém cavalos como por exemplo American Pharoah, Secretariat, Man O´War, Barbaro, Forego tinham angulações extraordinárias - talvez as maiores até hoje medidas - e vieram a ser expoentes em seus tempos. Seattle Slew tinha uma angulação considerava média, mas a capacidade como recolhia e trazia de volta seus membros em contacto com o piso, o faziam um elemento tremendamente veloz.

Vou abrir um parênteses. Vamos falar do subalterno, aquela criatura inferior, que na construção de sua subalternidade tem a capacidade de projetar nos outros os dotes e virtudes dos quais se percebe deficitário. É a idealização do fantasioso. Do subjetivo. Um entendido no assunto definiu-o como um ser que se mira e mede pelo olhar do outro e faz isso de acordo com sua deturpada métrica ou escala de valores. E desta forma cimenta decisivamente sua imensa inferioridade. Fecho parênteses.

Pois bem, um ser subalterno destes afirmou de forma direta que eu estava completamente equivocado, que por mais veloz que o animal reponha seus membros no solo, de maneira alguma irá bater a um que como Secretariat ou Man O´War tinha um galão abissal. Até ai seu ponto de vista poderia ter algum nexo, já que poucos foram os cavalos, todavia o complemento de sua frase, estragou o pouco que poderia ser salvo de sua linha de pensamento. Foi decisivo, galão curto, faz o cavalo cansar com mais facilidade e diminuir sua velocidade em distâncias maiores.

Pois bem, Dancing Brave tinha um galão curto e uma velocidade avassaladora e venceu da milha a milha e meia da mesma forma. Acelerando cada vez mais com a proximidade do espelho. No Derby, seu final em pista pesada foi de 10.3 e ele ficou a meio corpo de Shahrastani. Cruzado o disco em menos de 1o metros já tinha meio corpo a seu favor. E olha que na milha e meia ele ganhou o Arco em recorde, o King George VI quase em recorde.

Outro de galão curto que nos Estados Unidos ganhou até os 2,000 metros foi um tal de Northern Dancer, que como seu neto Dancing Brave tinha uma articulação veloz de reposição dos membros ao tocar o solo. Querem outro grande exemplo? Mill Reef, que ganhou o Arco em recorde, o Derby e o King George VI. Já Green Desert tinha a mesma forma de mover de D,ancing Brave e isto pode ser tranquilamente visto no Two Thousand Guineas, ganho pelo primeiro e secundado pelo segundo mas não tinha stamina- como a grande maioria dos Danzig. O que é outra coisa, completamente distinta 

Desculpem mas não vou perder o meu tempo medindo angulação de galão, muito menos mensurando a velocidade de reposição dos membros no solo. São coisas que você sente. Não sei explicar. Você vê e é capaz de distinguir. Frankel tinha uma mecânica perfeita, assim com Zarkava, Sea the Stars, Camelot e outros que em suas primeira e segunda carreiras vaticinei que seriam craques. Não apenas vaticinei. como igualmente escrevi antes deles se tornarem. Foram, portanto  lavrados em ata. O Thoroughbred Daily News, elege seu Rising  Stars, as  dúzias. Estreiou e meteu três corpos, vira estrela. Só que enuncia 60 para acertar três ou quatro. E até aqui pouquíssimos do quilate dos acima citados.

Que me desculpem as criaturas subalternas, mas estou de saco cheio de abobrinhas. Não gostou do que escrevo, pula fora e vai ler a revistinha da Monica, que aliás é genial. As pessoas inteligentes estão se tornando assintomáticas.