HARAS SANTA RITA DA SERRA - BRASIL

HARAS SANTA RITA DA SERRA - BRASIL
HARAS SANTA RITA DA SERRA - CLIQUE NA FOTO PARA CONHECER NOSSO PROJETO

HARAS REGINA

HARAS REGINA
HARAS REGINA - CLIQUE NA FOTO PARA CONHECER NOSSO PROJETO

HARAS FIGUEIRA DO LAGO

HARAS FIGUEIRA DO LAGO
HARAS FIGUEIRA DO LAGO - São Miguel, São Paulo

STUD H & R

STUD H & R
STUD H & R - TOQUE NA FOTO PARA VER UM UM GP. BRASIL QUE VAI FICAR NA HISTÓRIA

HARAS SANTA MARIA DE ARARAS

HARAS SANTA MARIA DE ARARAS
AEROSOL, MESMO DEVOLVIDO PROVOU SER CRAQUE: TOQUE NA FOTOGRAFIA E VENHA CONHECER O BERÇO DE CAMPEÕES

HARAS SANTA TEREZA DO BOM RETIRO

HARAS SANTA TEREZA DO BOM RETIRO
ONDE A VELOCIDADE IMPERA - CLIQUE NA FOTO PARA CONHECER NOSSO PROJETO

HARAS NIJU

HARAS NIJU
toque na foto para conhecer nosso projeto

HARAS SANTA LUZIA DA ÁGUA BRANCA

HARAS SANTA LUZIA DA ÁGUA BRANCA
HARAS SANTA LUZIA DA ÁGUA BRANCA: VENCEDORES INTERNACIONAIS EM TRÊS CONTINENTES

albatroz bloodstock agency, Inc.

albatroz bloodstock agency, Inc.
albatrozusa@yahoo.com

domingo, 25 de setembro de 2016

PAPO DE BOTEQUIM: PORQUE KEENELAND É FUNDAMENTAL - PARTE 4

Quero deixar claro, que em minha maneira de ver, existem muitas formas de se comprar um cavalo em cinco digitos e se dar melhor do que aquele de sete digitos. Já provei isto, aqui nos Estados Unidos com Cara Rafaela. Eu tenho meus métodos que são todos baseados em sucessos anteriores. Não sou geneticista, muito menos gênio, mas sei copiar. Sei ver que certas estruturas estão funcionando melhor, no jogo da dominância, e procuro equalizar num pedigrees ações que acredito que possam dar certo. E querendo a torcida do Fluminense ou não, elas tem dado. Sobrevivi até aqui, e a cada ano que passo meus clientes atingem patamares maiores. Sorte? Como se nunca ganhei nada em jogo ou loteria?

Eduardo Bueno em sua grande obra, Brasil uma história, ele comenta ao dar inicio a um de seus capitulos, que Vila Rica não era Florença, pedra sabão não é marmore e o Aleijadinho não foi Michelangelo. Assim, desta forma porque acreditar que o que os filhos de Danehill fizeram com as mãe Sadler´s Wells, se repetirão, com seus netos e bisnetos? Realmente não existe nenhuma garantia. E aceito até que os céticos duvidem, pois, a plausibilidade da situação pode requerer. Mas por incrivel que pareça, elas acontecem com muito maior frequencia que se possa imaginar. O que corrobora a minha tese, que estruturas genéticas, funcionam, assim como as linha maternas. Que são justamente com o fisico, os três pilares de minha tese de seleção. Esta tese não garante infabilidade, mas aumenta em muito as suas chances de sucesso. E ademais o fato de Aleijadinho não ser Michelangelo, que trabalhar com pedra sabão é tão complicado como com mármore, e por isto tratam-se assim de dois mestres, guardadas as devidas proporções. E tenham em mente que Alejadinho não tinha este apelido por acaso. Nem mãos tinha...

Portanto, não me venham que sucesso é sinônimo de sorte. Vó Adelina dizia, que a sorte ajuda a quem cedo madruga. Eu pelo menos sou uma pessoa de hábitos diurnos, e acordo muito cedo. E aqui em Keeneland, se você quiser examinar o maior número possível de cavalos, tem que estar as 7.00 da manha com catalogo na mão, a espera da abertura do primeiro barn. E porque você ter que ver o de sua lista e aqueles que não pertence a esta? Porque um dia, eles vão ser seus adversários e assim torna-se melhor conhece-los antes de comprar aquilo que lhe apetece, do que depois na pista, ter o dissabor de descobrir na forma mais dura - a da derrota - que existe coisa melhor. Mas vamos voltar aos trilhos explicando o porque de meus primeiros paragrafos.

No grupo que compunha a short list, hevia uma que carregava consigo o tripe mágico de imbreeds em Northern Dancer, Mr. Prospector e Buckpasser, além de uma duplicação em Somethingroyal. Era filha do jovem reprodutor The Factor. numa mãe El Prado e esta em uma mãr Mr. Prospector. Linha 10-a.



Esta teve seu preço mais salgado, US$75,000 mas de longe é uma futura reprodutora para quem quer que seja. Não estava ainda amadurecida para a venda, Faltava-lhe carne e acima de tudo um final, já que irá se tornar numa belíssima égua. Lembrava a mim demais, Cara Rafaela. Mas como a anterior, estava antes do alvo que realmente nos fazia ter maior anseio de possuir.

Não olho em uma potranca, apenas fisico, andatura e pedigree. Tenho muito respeito por expressão e temperamento. Gosto das impassiveis, aquela que o mundo pode estar acabando à sua volta e nada a abala. Ela normalmente darão boas corredoras e admiraveis mães.



Com certeza a filha do igualmente jovem reprodutor Tapizar era uma delas, Passadas largas sem perda, em momento algum, de ritmo, e um olhar perdido no horizonte que realmente me cativou.  Coisas que uma fotografia não consegue transmitir, mas que você in loco, é capaz de assimilar. Mãe Storm Cat em mãe Capote, da linha 8-f e com imbreeds em dois Kentucky derby winners, Northern Dancer e Seattle Slew. são coisas que não poderiam passar a desparcebido. E um preço de US$80,000.

Concordo que são preços altos para o Brasil, mas não para aqui, já que com duas vitórias você pode ressarcir seu investimento inicial e ao contrário do Brasil, uma ganhadora de duas em hipófromos de primeira linha, vale grana. No Brasil ela pode a ser desvalorizada, pois, tem poucos páreos a correr. Mas voltemos aos trilhos.

E a medida que a escolhida ia se aproximando, bem lá no fundo de seu ser, uma questão. Será que conseguiriamos comprar, abrindo mão de outras de similar qualidade? Como diria o filósovo fatalista, O que há de ser, será.

Se você é criador tem que pensar como um, mesmo que como proprietarios existam outras opções tão boas, quanto, nunca melhores. Melhor é melhor, em qualquer idioma. Comprar um cavalo imaginando que ele vai ser segundo não está em minha personalidade. Compro aqueles que acredito que possam ser ganhadores de grupo e por isto talvez de quatro adquiridos, por mim, um, vai lá e emplaca.

A grande maioria do norte-americano conhece pouco pedigree, mas principalmente os treinadores, conhecem fisicos. E em Setembro, os treinadores comparecem nas vendas e alastram seus tentaculos, com agentes trabalhando para eles. E um dos segredos de Keeneland, é proibir do agente ganhar nas duas pontas. Aqui a comissão é sempre paga pelo comprador, afinal foi ele que requisitou seus serviços. O comprador paga sua comissão de 10% a Keeneland. No Brasil, tenta-se ganhar de todos os lados. O que não deixa de sefr um conflito de interesses.

Mais deixemos para amanhã o desfecho destas notas, pois, o assunto é ainda extenso.