HARAS SANTA RITA DA SERRA - BRASIL

HARAS SANTA RITA DA SERRA - BRASIL
HARAS SANTA RITA DA SERRA - CLIQUE NA FOTO PARA CONHECER NOSSO PROJETO

HARAS REGINA

HARAS REGINA
HARAS REGINA - CLIQUE NA FOTO PARA CONHECER NOSSO PROJETO

HARAS FIGUEIRA DO LAGO

HARAS FIGUEIRA DO LAGO
HARAS FIGUEIRA DO LAGO - São Miguel, São Paulo

STUD H & R

STUD H & R
STUD H & R - TOQUE NA FOTO PARA VER UM UM GP. BRASIL QUE VAI FICAR NA HISTÓRIA

HARAS SANTA MARIA DE ARARAS

HARAS SANTA MARIA DE ARARAS
AEROSOL, MESMO DEVOLVIDO PROVOU SER CRAQUE: TOQUE NA FOTOGRAFIA E VENHA CONHECER O BERÇO DE CAMPEÕES

HARAS SANTA TEREZA DO BOM RETIRO

HARAS SANTA TEREZA DO BOM RETIRO
ONDE A VELOCIDADE IMPERA - CLIQUE NA FOTO PARA CONHECER NOSSO PROJETO

HARAS NIJU

HARAS NIJU
toque na foto para conhecer nosso projeto

HARAS SANTA LUZIA DA ÁGUA BRANCA

HARAS SANTA LUZIA DA ÁGUA BRANCA
HARAS SANTA LUZIA DA ÁGUA BRANCA: VENCEDORES INTERNACIONAIS EM TRÊS CONTINENTES

albatroz bloodstock agency, Inc.

albatroz bloodstock agency, Inc.
albatrozusa@yahoo.com

terça-feira, 21 de fevereiro de 2017

PAPO DE BOTEQUIM: A NECESSIDADE DE UM COMPASSO E UMA REGUA VIRTUAIS

Tenho pavor daquele sujeito que canta a vitória antes do tempo. Parece que alguém de lá de cima, curte estragar a celebração prematura. Sempre que este pensamento vem a minha cabeça, me lembro de um fato histórico que me impressionou muito.

Cartagena é a cidade que mais me impressionou na América do Sul. Principalmente a área onde foram erigidas suas imponentes muralhas. Para mim, é uma das grandes maravilhas do mundo. E quando de minha visita, como sempre, aprendi algo. 

A poderosa marinha britânica mandou cunhar uma medalha onde se dizia do lado onde apareciam três navios ingleses, sediando a cidade de Cartagena: True British heroes took Cartagena - Don Blass - 1747. E no outro lado da medalha, mostra o almirante britânico Vernon, olhando para seu adversário, Admiral Bias de Lazo, que de joelhos lhe entregava a espada em tom de submissão. Pois, é, cunharam as moedas e ai então partiram para Cartagena, pois, para os prepotentes britânicos achavam que aquela guerra contra meia duzia de selvagens, seriam favas contadas. E não é que Bias de Lazo, que não tinha uma perna, um braço e um olho, defendeu as muralhas de Cartagena e fez correr a grande marinha britânica?

Pois é, quem canta a vitória antes da hora está sujeito a pagar um mico inimaginável. Por isto, nunca acreditei no favorito. Favorito de que? Do treinador, do jóckey, do proprietário? Quem foi lá e perguntou ao cavalo? Outrossim, existem superioridades tão evidentes, que tornam cantar a vitória antes da hora, um ato de risco, mas pelo menos, calculado. Mas cavalos como estes são do naipe de Frankel, Sea the Stars, Zarkava, Arrogate, Camelot que você faz afirmações perigosas em suas primeiras carreiras, prevendo coisas maravilhosas no futuro daquele animal.

Existe um risco, mas como disse, calculado, pois seu conhecimento e sua imaginação, calcados em experiências pr]evias, garantem que mesmo existindo um desafio, a coisa é suceptivel de acontecer. E nos casos citados destas minhas previsões, consideradas "até certo ponto prematuras", funcionaram positivamente. Quanto o "até certo prematuras", defendo o meu peixe, que estes cavalos tem para meus olhos, uma forma de correr diferenciada dos demais. Rotulo, como aqueles que respiram um ar distinto dos seus adversários.

Por isto as vendas de animais em treinamento, tem preços recordes, independentemente, deles terem sido aqueles que trabalharam nas melhores marcas. Quem conhece, olha a forma de correr e não propriamente o tempo, pois, em um trabalho de 200m e mesmo em um de 400m, pouco se pode traduzir em certezas. Mas a forma de correr, é outra coisa.

Fala-se muito do peso do coração de Secretariat, mas seria ele a razão deste cavalo ser o que foi? O seu stride, que era superior aos de Barbaro, Man O'War e companhia. Outrossim, isto é apenas um fator. 




Se a gente analisar stride x capacidade locomotora, tem que se levado em consideração que os cavalos considerados diferenciaás tem um stride, igual ou superior que 85º, já que a média do cavalo normal é de 80º. Mas quando este cavalo não atinge o stride minimo que possa diferencia-lo, você acredita que seu coração e seu sistema metabolico são as verdadeiras razões.


Barbaro

Affirmed

Forego

Man O'War

Seattle Slew

Ter um stride inferior a 85º não faz de uma cavalo de corrida, melhor or pior do que ninguém. Seattle Slew, que eu considero com Secretariat e Man O'War, um dos três maiores cavalos já criados nos Estados Unidos, tinha 83º. Não tomei conhecomento do tamanho de seu coração. mas de uma coisa tenho certeza. Eu profetizaria seu futuro, se o tivesse visto em suas primeiras carreiras, pois, ele deslizava na pista.

Visisualmente o stride de Secretariat não parece o maior. Pois este é um dos detalhes que você terá que notar quando inspecionar um cavalo de corrida, ou quando este já está em corrida. Poucos são os cavalos que podem ter coisas diferentes dos grandes cavalos que você viu correr, e mesmo assim ser bom. São aqueles que denomino como exceções a regra. Mas felizmente são 1 em 100.

Então precisamos de uma fita métrica e um compasso? Não necessariamente, o que você precisa, é ter o olho afiado, que funcione qual um compasso e mais que isto, sencibilidade. E então dai se arriscar e entrar na faixa do risco calculado.