HARAS SANTA RITA DA SERRA - BRASIL

HARAS SANTA RITA DA SERRA - BRASIL
HARAS SANTA RITA DA SERRA - CLIQUE NA FOTO PARA CONHECER NOSSO PROJETO

HARAS REGINA

HARAS REGINA
HARAS REGINA - CLIQUE NA FOTO PARA CONHECER NOSSO PROJETO

HARAS FIGUEIRA DO LAGO

HARAS FIGUEIRA DO LAGO
HARAS FIGUEIRA DO LAGO - São Miguel, São Paulo

STUD H & R

STUD H & R
STUD H & R - TOQUE NA FOTO PARA VER UM UM GP. BRASIL QUE VAI FICAR NA HISTÓRIA

HARAS SANTA MARIA DE ARARAS

HARAS SANTA MARIA DE ARARAS
AEROSOL, MESMO DEVOLVIDO PROVOU SER CRAQUE: TOQUE NA FOTOGRAFIA E VENHA CONHECER O BERÇO DE CAMPEÕES

HARAS SANTA TEREZA DO BOM RETIRO

HARAS SANTA TEREZA DO BOM RETIRO
ONDE A VELOCIDADE IMPERA - CLIQUE NA FOTO PARA CONHECER NOSSO PROJETO

HARAS NIJU

HARAS NIJU
toque na foto para conhecer nosso projeto

HARAS SANTA LUZIA DA ÁGUA BRANCA

HARAS SANTA LUZIA DA ÁGUA BRANCA
HARAS SANTA LUZIA DA ÁGUA BRANCA: VENCEDORES INTERNACIONAIS EM TRÊS CONTINENTES

albatroz bloodstock agency, Inc.

albatroz bloodstock agency, Inc.
albatrozusa@yahoo.com

segunda-feira, 6 de fevereiro de 2017

PONTO CEGO: AS TRILHAS A SEREM SEGUIDAS

Foram disputadas até sexta feira próxima passada nada menos que 41 carreiras de grupo no hemisfério sul. Como houve um elemento a ganhar duas provas, estaremos tratando na verdade de 40 individuais ganhadores. Estes 40, descendem de apenas 14 segmentos maternos e destes, sete segmentos aparecem na lista em duas oportunidades, representando 14 ganhadores. 

O que há de tão interessante nisto é que destes 14 segmentos maternos, nove deles estiveram pelo menos uma vez entre os que mais produziram ganhadores de grupo no período de 2010 até a temporada de 2016. O que isto representa? Que a transmissão de classe, mesmo no hemisfério sul, está concentrada em um pequeno grupo de familias

Pergunto-me, porque então arriscar em outro ramos? Eu acho que arriscar faz parte do jogo, mas depende do preço a ser pago. Quero deixar mais uma vez claro, que não existem certezas no turfe, porém existem probabilidades e estas se tornam maiores quando algo vem se repetindo nos ultimos sete anos, pois, uma coisa aprendi nestes mais do que quarenta anos de labuta: dificilmente as coisas acontecem por sorte ou mesmo por pura coincidência, em corridas de cavalos. Elas acontecem porque tem que acontecer e pertencem a um grupo de resoluções, que previos resultados tornam possivel o ensejo de os copiar. Vocês podem chamá-los de transmissão de classe, prepotências que se repita, nicks, enfim do que quizer. Outrpssim, quando eles acontecem em vºarias oportunidades é porque existe algo superior acontecendo.

Pois bem, vocês tem noção de quantas destas familias, apareceram entre as 20 mais cotadas na produção de individuas ganhadores de grupo, em mais de uma oportunidade, nos dois hemisférios? Vos digo, não mais de 25, sendo que até ano passado, apenas 18, o fizeram por mais de de três vezes.

Não existe fórmila milagrosa. Não é possivel se traçar uma equação e esperar que ela funcione. Outrossim, sempre existirão certas trilhas repetitivas e estas devem ser respeitadas.