HARAS SANTA RITA DA SERRA - BRASIL

HARAS SANTA RITA DA SERRA - BRASIL
HARAS SANTA RITA DA SERRA - CLIQUE NA FOTO PARA CONHECER NOSSO PROJETO

HARAS REGINA

HARAS REGINA
HARAS REGINA - CLIQUE NA FOTO PARA CONHECER NOSSO PROJETO

HARAS FIGUEIRA DO LAGO

HARAS FIGUEIRA DO LAGO
HARAS FIGUEIRA DO LAGO - São Miguel, São Paulo

STUD H & R

STUD H & R
STUD H & R - TOQUE NA FOTO PARA VER UM UM GP. BRASIL QUE VAI FICAR NA HISTÓRIA

HARAS SANTA MARIA DE ARARAS

HARAS SANTA MARIA DE ARARAS
AEROSOL, MESMO DEVOLVIDO PROVOU SER CRAQUE: TOQUE NA FOTOGRAFIA E VENHA CONHECER O BERÇO DE CAMPEÕES

HARAS SANTA TEREZA DO BOM RETIRO

HARAS SANTA TEREZA DO BOM RETIRO
ONDE A VELOCIDADE IMPERA - CLIQUE NA FOTO PARA CONHECER NOSSO PROJETO

HARAS NIJU

HARAS NIJU
toque na foto para conhecer nosso projeto

HARAS SANTA LUZIA DA ÁGUA BRANCA

HARAS SANTA LUZIA DA ÁGUA BRANCA
HARAS SANTA LUZIA DA ÁGUA BRANCA: VENCEDORES INTERNACIONAIS EM TRÊS CONTINENTES

albatroz bloodstock agency, Inc.

albatroz bloodstock agency, Inc.
albatrozusa@yahoo.com

sábado, 29 de abril de 2017

PAPO DE BOTEQUIM. UMA QUESTÃO DE OPINIÃO


Vó Adelina dizia que o maior chato, é aquele que é repetitivo. E eu sei que sou repetitivo. Principalmente em conceitos que acredito e que dia a dia, aparecem certos a frente de meus olhos, com os resultados no turfe do primeiro mundo. Muitos confundem isto com intrasigencia. mas na realidade não é. Certeza é uma coisa. intrasigência é outra. Aceito criticas e dialogar com aqueles que duvidam. Agora que meu ouvido de há muito deixou de ser pinico, isto não deixo em ninguém, a dúvida.

Venho dissertando sobre a importância das duplicações, sejam elas masculinas ou femininas em um pedigree, não é de hoje. Antes mesmo de iniciar este blog em 2008, já defendia esta posição. Uns ouvem, outros não. Paciência. Mas a aqueles que estão resolutos em adotar esta tomada de posição, aviso, a coisa tenderá a se fechar ainda mais, no período que ainda tenho de vida. Pois, a ascenção de Sadler´s Wells via Galileo, e Danehill via vários de seus filhos, iniciarão um processo de duplicações entre ambos em um mesmo pedigree, que a meu ver criarão um moderno doublé magico. 

E para aqueles que possam pensar ser mais de uma alucinações, avido que o primeiro caso acaba de acontecer. Cunco, o mais novo ganhador de grupo filho do invicto Frankel, demonstrou isto em sua vitória nos 2,000 metros do Classic Trial (Gr.3) em Sandown. Reparem na salada genética de seu pedihree: Natalma 4x5x5x64 Northern Dancer 4x4x5x4, Sadlers Wells 3x3 e Danehill 3x3.

Da mesma que depois de sua primeira vitória vaticinei aqui neste blog, que poderiamos estar a frente de um novo Ribot, afirmo sem constragimkento, que daqui a 10 anos estaremos vendo outro doublé mágico, como foram Bold Ruler-Princequillo, o é Northern Dancer-Mr. Prospector e o será Sadlers Wells-Danehill.

E a razão é logica. São elementos dominantes. Ou será que mais ainda?

Vamos por partes. Ninguém domina a toa. Acho que até o senhor LuiZ irá concordar - no alto de sua sabedoria - com esta missiva. A não ser em paises, que alguém tem que ganhar. Southern Halo e Ghadeer, são os melhores exemplos. O que eles contribuiram em relação a duplicações, a nivel de grande importância? 

Dou como exemplo o Fla-Flu. Um titulo que representa um jogo, que Nelsom Rodrigues diz, haver desde antes 80 anos do inicio do mundo. Você imaginar que nominações como Atletiba, Grenal, Bavi existam, é normal, pois, nestes estados existe uma dominância flagrante de dois clubes. Mas em Rio e São Paulo, são quatro as dominâncias e diria até que em São Paulo, hoje podem ser identificadas outras forças. Logo num estado que no minimo quatro times são força, e um jogo tem um rotulo próprio dos mais difundidos pelo resto do pais e aceito mesmos pelas outras torcidas, isto é mais do que dominância. Chamo de supremacia.


Diria que Sadlers Wells e Danzig, tem hoje supremacia. Em pelos menos três continentes. A. P. Indy, Mr. Prospector e Storm Cat são igualmente dominantes, mas não me parecem ter ainda aquilo que rotulo como supremacia. Evidentemente que me refiro aos dias atuais. O turfe é dinamico, e se Nasrullah-Bold Ruler, Hyperion, Bull Lea, um dia dominaram, outros os substituirão com o passar dos tempos. Apenas Northern Dancer e Mr. Prospector parece ter demonstrado a um tempo, supremacias evidentes.

Volto a repetir, quem não se adaptar ao que o turfe moderno exige, vai ser barrado no baile. Ontem foi o fechamento de Keeneland e no Bewitched Stakes deu uma égua chamada Quiet Business. Uma filha de Quiet American numa mãe A. P. Indy, chamada Indy Business, que com quatro filhos em idade de corrida acaba de ser responsável pelo seu segundo elemento de grupo.

Antes havia produzido com Giant´s Causeway a Itsonlyactingdad, segunda colocada no Belmont Oaks (Gr.1) e agora Quiet Business com Quiet American. E o que isto tem haver com o que defendo? Já notaram seu pedigree. Seu pai A. P. Indy é duplicado em Somethingroyal e sua mãe Minning my Business. em Gay Hostesse.

Não lhes parece licito se acreditar, que uma reprodutora formada por pais com duplicações em grandes éguas, não possa ser a razão de seu sucesso reprodutivo? Eu me sinto no direito de pensar que sim. Mas como sempre gosto de lembrar, trata-se de uma questão de opinião.