HARAS SANTA RITA DA SERRA - BRASIL

HARAS SANTA RITA DA SERRA - BRASIL
HARAS SANTA RITA DA SERRA - CLIQUE NA FOTO PARA CONHECER NOSSO PROJETO

HARAS REGINA

HARAS REGINA
HARAS REGINA - CLIQUE NA FOTO PARA CONHECER NOSSO PROJETO

HARAS FIGUEIRA DO LAGO

HARAS FIGUEIRA DO LAGO
HARAS FIGUEIRA DO LAGO - São Miguel, São Paulo

STUD H & R

STUD H & R
STUD H & R - TOQUE NA FOTO PARA VER UM UM GP. BRASIL QUE VAI FICAR NA HISTÓRIA

HARAS SANTA MARIA DE ARARAS

HARAS SANTA MARIA DE ARARAS
AEROSOL, MESMO DEVOLVIDO PROVOU SER CRAQUE: TOQUE NA FOTOGRAFIA E VENHA CONHECER O BERÇO DE CAMPEÕES

HARAS SANTA TEREZA DO BOM RETIRO

HARAS SANTA TEREZA DO BOM RETIRO
ONDE A VELOCIDADE IMPERA - CLIQUE NA FOTO PARA CONHECER NOSSO PROJETO

HARAS NIJU

HARAS NIJU
toque na foto para conhecer nosso projeto

HARAS SANTA LUZIA DA ÁGUA BRANCA

HARAS SANTA LUZIA DA ÁGUA BRANCA
HARAS SANTA LUZIA DA ÁGUA BRANCA: VENCEDORES INTERNACIONAIS EM TRÊS CONTINENTES

albatroz bloodstock agency, Inc.

albatroz bloodstock agency, Inc.
albatrozusa@yahoo.com

domingo, 1 de dezembro de 2019

PONTO CEGO: O VERDADEIIRO AROMA DA DOMINÂNCIA

Tento sempre, que me parece possível, criar correlações entre o que acontece com outros esportes e o turfe em si. Seja na criação ou na disputa. Funciona? As vezes sim, as vezes não.

Mas o importante a meu ver é que os atores intervenientes podem mudar suas características, mas nunca seu verdadeiro potencial. Você o tem, ou não tem. Lapidar algo inexistente é para mim impossível. Por mais bruta que seja a pedra, a existência da mesma é crucial no processo.

Voltemos ao Flamengo de Jorge Jesus, hoje o exemplo maior de algo que modificou-se para o melhor. Para mim, a relação dos jogadores com o jogo é que muda. Não é o jogador que muda. Muda sim sua participação na contenda. Gabriel Barbosa e Bruno Henrique sempre foram bons jogadores, que agora se superam por terem potencializado suas qualidades, por alguém que lhes ensinou onde ficar sem a bola e o que fazer dela, quando possui o domínio da mesma. E o Flamengo que vivia de cheirinho, até então, passou a sentir o verdadeiro aroma da dominância.

Quando você faz um cruzamento entre equinos, você tem que ter os dois elementos aptos a gerar aquilo que você acredita que possa ser gerado, contudo, é da plena composição deste cruzamento que modifica a capacidade de transmissão destes dois indivíduos. Como diria um amigo meu do nordeste: deu liga.

O mesmo acontece entre o animal, seu treinador e o jóquei escolhido. Tem que haver uma interação entre os mesmos que eleve o sarrafo. E quem seria mais importante, o individuo, o treinador ou o jockey? Diria que os três. Quando os profissionais e o individuo sabem exatamente o que fazer, isto faz seus movimentos agilizarem-se e sua capacidade de reação se tornar mais contundente.

O mesmo acontece na criação. Já no haras, desde pequenos, ao pé de suas mães, aqueles que tenderão a ser diferenciados, já demonstram características distintas. Um bom observador será capaz de captar as imagens. Outrossim, estas boas características tem que ser desenvolvidas por profissionais que não apenas as reconheçam, mas que sejam capazes de faze-las desenvolverem-se. No futebol seria reconhecido como padrão de jogo. No turfe, padrão de criação e treinamento.

Não se atinge o sucesso tendo-se apenas a pedra preciosa. Na grande maioria dos casos é necessária uma ajuda. E no caso de nossa atividade, esta ajuda tem que ser a mais acurada possível.

E como o exemplo sempre deve vir de cima para baixo, da mesma forma que o Flamengo estabeleceu novas normas de conduta para atingir com finalidade um objetivo, cabe a nossa direção fazer o mesmo, sanando a atividade e criando condições para que ela possa desenvolver-se.