HARAS SANTA RITA DA SERRA - BRASIL

HARAS SANTA RITA DA SERRA - BRASIL
HARAS SANTA RITA DA SERRA - CLIQUE NA FOTO PARA CONHECER NOSSO PROJETO

HARAS REGINA

HARAS REGINA
JOLIE OLIMPICA BRAZILIAN CHAMPION 2YO - HARAS REGINA - CLIQUE NA FOTO PARA CONHECER NOSSO PROJETO

HARAS FIGUEIRA DO LAGO

HARAS FIGUEIRA DO LAGO
NEPAL GAVEA´S CHAMPION 2YO - HARAS FIGUEIRA DO LAGO - São Miguel, São Paulo

STUD H & R

STUD H & R
STUD H & R - TOQUE NA FOTO PARA VER UM UM GP. BRASIL QUE VAI FICAR NA HISTÓRIA

HARAS SANTA MARIA DE ARARAS

HARAS SANTA MARIA DE ARARAS
Santa Maria DE ARARAS: TOQUE NA FOTOGRAFIA E VENHA CONHECER O BERÇO DE CAMPEÕES

HARAS ESTRELA NOVA

HARAS ESTRELA NOVA
Venha nos conhecer melhor no Instagram @haras.estrelanova.

HARAS NIJU

HARAS NIJU
toque na foto para conhecer nosso projeto

HARAS FRONTEIRA

HARAS FRONTEIRA
HARAS Fronteira

HARAS CIFRA

HARAS CIFRA
HARAS CIFRA - HALSTON POR MARILIA LEMOS

HARAS IGUASSU

HARAS IGUASSU
HARAS IGUASSU A PROCURA DA VELOCIDADE CLÁSSICA - Foto de Karol Loureiro

albatroz bloodstock agency, Inc.

albatroz bloodstock agency, Inc.
albatrozusa@yahoo.com

sábado, 8 de agosto de 2020

RESPOSTA A UM COLABORADOR

Depois da Emerald Hill, não me recordo de outra égua que tenha vencido os 2 Dianas (SP e RJ). E a Gastadora fez com grande autoridade, na ocasião batendo por duas oportunidades a Cisplatine que posteriormente ganhou o GP São Paulo. 

Veja a produção da Gastadora e os garanhões à ela oferecido. Será que ela poderia ter sido melhor na criação com outros garanhões?


HARD TO KILL , macho, 1996 , filho de: MY STYLE (IRE)
Sem campanha registrada no Brasil

EXCELSIOR CHIEF , macho, 1993 , filho de: SPARK CHIEF (USA)
Sem campanha registrada no Brasil

PANTANEIRA DA TOCA , fêmea, 1990 , filho de: MIRANDOLE
Sem campanha registrada no Brasil.

ODESSA DA TOCA , fêmea, 1989 , filho de: GRIMALDI
1 (0) Apresentações (1 Cidade Jardim)

MALVADO DA TOCA , macho, 1987 , filho de: RED CROSS (IRE)
Sem campanha registrada no Brasil

Marcelo Augusto

Marcelo. 

Sou um monarquista. Prefiro Don Pedro II com todas as suas incertezas e indecisões ao Lula com sua alma pura que norteava suas atitudes firmes sempre em direção a seu próprio bolso. Talvez por esta razão acostumei-me a dar valor a coisas antigas e com história. Elas tem o que falta hoje, caráter!

Para se ter uma idéia, para mim a cidade do mundo que mais me impressionou fica na Bélgica, Bruge, a rua que mais me encantou, está em Lucerna, na Suíça, que nem o nome me lembro, mas que termina numa ponte de madeira construída a mais de sete séculos e que se chama Chapel Bridge.  Prefiro o Frank Sinatra a Ania,  Machado de Assim a Paulo Coelho, Beethoven a Zé do Pagodinho, e minha eterna musa cinematográfica é Ava Gardner.

Logo sou chegado a gostos estranhos. Porém diria que nem de perto este gosto pode ser mais estranho, do que servir uma ganhadora de dois Dianas, com um grupo tão previsível ao fracasso como este, que esta pobre recebeu. Com exceção de Grimaldi, que até hoje não encontrei justificativa para seu fracasso reprodutivo, todos os demais reprodutores, para mim eram deploráveis antes mesmo de virem cobrir suas primeiras éguas.

Eu tenho certeza, que uma das mais conceituadas importações já feitas para a criação brasileira em termos reprodutivos foi Clare Gardens. Imagine, tratava-se de uma não corrida filha do dual Derby winner Shirley Heights, - pelo champion ganhador do Derby Arco King George Mill Reef - numa filha do champion ganhador do Preakness e Belmont Stakes, Little Current, - pelo cavalo com segundo maior rate da história do Timeform, o também champion Sea-Bird - numa ganhadora filha do champion e ganhador do Preakness Tom Rolfe - filho do invicto champion Ribot terceiro maior rate da história do Timefoirm e quinto colocado para Sea-Bird no Arco - na mais importante matriarca do élèvage de Paul Mellon, Key Bridge, descendente da consagrada família 2-n.

Pois é, o que mais lemos neste paragrafo? Champion e provas que todos sonham em um dia pelo menos participar.

Pois você acredita que a esta jóia genética foi ofertado  cavalos de indiscutível capacidade em pista, mas com exceção a dois, curiosamente nacionais  - Redattore e Romarin - transformaram-se em elementos fracassados no breeding-shed?

Ou será que Legal Case (em três oportunidades), Quintus Ferus, Ojotabe, Fort de France e Be My Chief, deixaram alguma saudade no imaginário popular?

Será que ela poderia ter sido melhor na criação brasileira se coberta por Ghadeer, Clackson ou Waldmeister? 

E olhe, que mesmo assim, cercada pela alta morbidez genética, foi  ainda capaz de gerar a dois ganhadores de grupo 2, Uvento e Acteon Man é a uma égua, hoje elevada a outro patamar, por ser a segunda mãe de Momento de Alegria. 

Renato Gameiro