HARAS SANTA RITA DA SERRA - BRASIL

HARAS SANTA RITA DA SERRA - BRASIL
HARAS SANTA RITA DA SERRA - CLIQUE NA FOTO PARA CONHECER NOSSO PROJETO

HARAS REGINA

HARAS REGINA
JOLIE OLIMPICA BRAZILIAN CHAMPION 2YO - HARAS REGINA - CLIQUE NA FOTO PARA CONHECER NOSSO PROJETO

HARAS FIGUEIRA DO LAGO

HARAS FIGUEIRA DO LAGO
NEPAL GAVEA´S CHAMPION 2YO - HARAS FIGUEIRA DO LAGO - São Miguel, São Paulo

STUD H & R

STUD H & R
STUD H & R - TOQUE NA FOTO PARA VER UM UM GP. BRASIL QUE VAI FICAR NA HISTÓRIA

HARAS SANTA MARIA DE ARARAS

HARAS SANTA MARIA DE ARARAS
Santa Maria DE ARARAS: TOQUE NA FOTOGRAFIA E VENHA CONHECER O BERÇO DE CAMPEÕES

HARAS ESTRELA NOVA

HARAS ESTRELA NOVA
Venha nos conhecer melhor no Instagram @haras.estrelanova.

HARAS NIJU

HARAS NIJU
toque na foto para conhecer nosso projeto

HARAS FRONTEIRA

HARAS FRONTEIRA
HARAS Fronteira

HARAS CIFRA

HARAS CIFRA
HARAS CIFRA - HALSTON POR MARILIA LEMOS

HARAS IGUASSU

HARAS IGUASSU
HARAS IGUASSU A PROCURA DA VELOCIDADE CLÁSSICA - Foto de Karol Loureiro

albatroz bloodstock agency, Inc.

albatroz bloodstock agency, Inc.
albatrozusa@yahoo.com

quarta-feira, 30 de setembro de 2020

OLD FRIENDS - UM HARAS COM HISTÓRIA INTERNACIONAL - SEGUNDA PARTE

Julinho poucos no Brasil tem a verdadeira dimensão do que é ser segundo num King George e ganhar um Kentucky Oaks e as vezes confundem estes sentimentos com esnobismo. Não tenho vergonha em dizer que Einstein, Hard Buck, Cara Rafaela, Much Better e Gloria de Campeão foram dentre os que selecionei, os que mais alegrias me trouxeram. Podem não ter sido até os melhores. Contudo foram os que mais boas sensações trouxeram. Mas mesmo  selecionar a elementos como estes se transformando num grande  desafio nem de perto assemelha-se a criar alguns deles. Qual eh a sensação que diferencia o criador do proprietário e de vender sabendo que como Mrs. Payson, poderá estar possivelmente abrindo-se mão de uma joia?

O criador eternamente terá o prazer de torcer pra aquele animal, o proprietário quando vende perde o vínculo. Com quem seleciona acredito que aconteça algo semelhante ao criador. A sua satisfação em ver estes super craques tendo sucesso em pista deve ter sido gigante.
O risco da Mrs.Payson sempre existe, por isso em todas as gerações reservamos algumas femeas para a manutenção da genética. No entanto, acredito que sempre tenha um jeito de recuperar parte da “linha”, acabam surgindo pra vender irmãs ou filhas.

No caso específico da Ilha da Vitória eu quase me dei mal porque a proprietária é criadora e não abria mão de nada....Um belo dia recebo um e-mail da proprietária, Mary Slack, oferecendo como presente uma filha da Ilha da Vitória saindo de carreira, coisa de gente de outra prateleira, inacreditável, mas neste caso dei sorte!

Hard Buck em Ascot

No haras cavalos lhe dão indícios do que poderão ser. Quais em sua opinião os principais indícios? E se está pandemia e o recolhimento obrigatório lhe  fez sentir mais subsídios no haras?

Sem dúvida, o potro que sempre foi saudavel, que ja nasce pronto, percentualmente tem desempenho melhor dos que encontram pedras no meio do caminho, mas existem excessões, Hard Buck seis meses antes do leilão achavamos que não seria possível apresenta-lo ao mercado. Era nascido em novembro e muito fininho, mas a evolução dele neste período o fez sair de ser o pior pra um dos melhores.
Mr. Nedawi foi outro que era duro de escolher no lote.

Gosto muito de acompanhar a produção das mães, quando nasce um potro físicamente superior aos outros produzidos por ela, pode esperar que muito provavelmente será melhor em pista.

Gosto de trocar muita idéia com os nossos profissionais, debater, questionar, até ter certeza que estamos no caminho certo. Durante o período da Pandemia não está sendo diferente, logo mais me expulsam daqui! rsrs

Quais os atributos genéticos que mais lhe atraem em uma égua de cria? Entre campanha e genética o que prefere?

Buscamos sempre éguas com grandes famílias, corretas e com algum potencial. Acho que as matungas tem um percentual de produzir matungos muito alto, mas como existem milhares de éguas não corridas ou perdedoras é inevitável que apareçam alguns craques delas, mas o percentual é bem inferior ao das que tem família e tinham potencial nas pistas.

Isso é fácil de notar, veja os preços mais caros de  éguas em leilão e verás que as que tem pedigree e carreira custam uma fábula e os grandes criadores estão atras delas.

Na verdade é mais caro criar com éguas fracas, elas(percentualmente) produzirão mal, seus filhos não venderão bem e você ainda terá que bancar um possível matungo em carreira. Será que é melhor economizar no plantel? Acho que não...


Nunca lhe atraiu a ideia de criar em outro país como a Argentina ou EUA?

EUA sim, mas precisa ter muito dinheiro, pra criar lá tem que focar muito na qualidade e isso custa uma fortuna.

Argentina é complicado, precisa já estar enraizado de alguma maneira e sei o quanto os brasileiros sofrem por lá. (de todas as maneiras)

Houve na sua vida ou na de seu pai algum criador que tornou seu ídolo seja ele nacional ou por ter acompanhado sua obra na literatura internacional? 

Procuramos observar o que os grandes fazem lá fora para aplicar algo que faça sentido aqui. Coolmore, Juddmonte, Aga Khan, Wertheimer, entre outros são muito observados por nós.

Independente do sucesso, a história do Aga Khan que toca os cavalos hoje em dia é muito interessante, recomendo a leitura aos amigos.

Qual em sua opinião seria a diferença de ser criador ou proprietário? E qual função você curte mais?

Gosto dos dois, mas correr os animais criados é muito mais fácil. O fato de várias de nossas reprodutoras terem corrido pra nós facilita demais no encaminhamento da campanha dos filhos.

Os Haras que correm os seus próprios produtos levam muita vantagem em relação aos outros.

Acredito que se corressemos em nossa farda toda a produção teriamos melhor resultado e maior visibilidade, mas como o turfe atual não permite, tentamos passar o máximo que sabemos das famílias aos nossos clientes, porém não são todos que escutam, nem todos gostam e respeitamos. Importante é saberem que queremos ajudar.

Entre os criadores que você segue como exemplo não consta ninguém da família Maktoun entre os modernos e nem antigos como Tesio, Lord Derby, Boussac, Taylor, Phipps ou Mellon, Existe uma razão ?

Em minha resposta anterior, eu disse “entre outros”, certamente eles estão no rol dos meus ídolos.

O Maktoun não da pra ter referência, eles tem um objetivo paralelo que é fomentar Dubai e isto acaba desvirtuando um pouco o resultado, mas óbvio que devem ser respeitados.

Dentre as tribos existentes qual a que mais lhe atrai? E o mesmo em relação às famílias modernas?

La Troienne, Best in Show, Lady Be Good, Miesque e mais recentemente Urban Sea deram e dão até hoje uma contribuição incrível ao Turfe Mundial.

Um dos legados que antigos haras deixaram foram grandes famílias. Mondesir, Santa Ana, São José e Expefictus, Faxina, Rosa do Sul e tantos outros formaram famílias. Gostaria de saber se em sua opinião o Old Friends, mesmo sendo jovem já tem este legado na criação nacional e qual seriam as correntes que você identificaria?

As famílias que estamos formando são provenientes de grandes famílias destes grandes Haras. Por Exemplo:

. L’amico Steve – All For Love - Oriental Flower - Feminitè – Mondesir
. Voador Magee – Hommage a Rô – Principessa Carla - Forte Magee – Rosa do Sul
. Very Nice Moon – Be So Fair – Be Fair – Misty Moon - São José Expedictus
. Avião Sureño e Bien Sureño – Notavel Sureña – Rafaga Sureña – Rosa do Sul
. Aero Trem – Piace Molto – Met Blade – Damascus Blade - Rosa do Sul
. Ilha da Vitória – Different – Abolengo
. Greenzapper – Colina Verde – Emocion – Seabra
. Diversione – Quanto Carina – Araras
. Serata Bella – Byzange – Royal Bay – La Quebrada
. Alegria Afleet – Questa Afleet – From The Sky – São Jose & Expedictus
. D’amour  - Qua Qua Qua – Left Handed – Vega Sicília – Rosa do Sul
. Agassi – Rasgado de Birigui – Grand I ask –  Haras Ojo de Água/São Jose Expedictos/Rosa do Sul/Gianni Samaja
. Sai de Baixo – Ke Mint – Mary Re – Lady Be Good – Phipps

Contamos com o reforço de éguas que foram importadas e tem deixado ou deixaram um belo legado por aqui tais como:

. Pippa – Roddick – Tenossuh – Best in Town - Madour(Chi)
. Hard Buck – Social Secret (GB) – Importada pelo Santa Ana do Rio Grande
. Hatif – Mr.Universo – Trephine (USA)
. Uow – Al Mare – Praia – Quero Quero (USA)

Se houvesse uma liquida;'ao de plantel - nCIONl ou internacional - qual seria a de seu alvo maio e quis as linhas que mais lhe interessariam?

Sem dúvida alguma,  o Doce Vale, plantel muito bem mantido desde a época do Inshalla. Seria espetacular adicionar ao plantel algo da Onefortheroad,  da Uff Uff ou da Buy Me Love.

Espero, porém, que não seja possível e que eles continuem por muito tempo.

Julinho termine este nosso bate papo da forma que mais lhe agradar. 

Ano que vem apresentaremos em minha opinião a melhor geração criada no Old Friends, são produtos de físico acima da média (porte/tipo e aprumos), em sua maioria filhos de Drosselmeyer e Agnes Gold com a melhor seleção de matrizes que fizemos em 27 anos de história. Estou ancioso pra ve-los nas pistas!

Para repor o espaço que estão deixando os queridos velhinhos Agnes Gold, Nedawi, Redattore e Vettori um grupo grande de “gente boa” se juntou para trazer três novos reprodutores que aguardamos bastante sucesso. Os primeiros filhos dos novos Alpha, Can The Man e Verrazano estão nascendo este ano e estão deixando excelente sentimento. Junto com nosso embaixador Drosselmeyer, dias ainda melhores virão.

O nacional Que Fenomeno, algo prejudicado pelas importações feitas em 2019, também tem sua primeira geração gaúcha nascendo e com muita qualidade. São apenas 10 produtos, porém 4 são provenientes de filhas de Elusive Quality.

Faz três anos que mudamos o nosso sistema de vendas e atingimos um sucesso muito legal. Gostaria de agradecer a toda a Equipe do Old Friends, capitaneada pelo Dr. Emílio Borba, que fazem o trabalho com muito carinho e dedicação. Tenho certeza que isto faz e fará cada vez mais a diferença. 




Aos nossos clientes que fidelizaram nesses últimos 3 anos: Aluizio Ribeiro (H&R), Antonio Luis Cintra (Tolú),Bruno Ribeiro (JCR), Dr.Enio e Ernani Buffolo(Haras Moema), João Bosco (Bosco Rios), Dr.José Cid Campelo  (My Hero Dad), Leonardo Gadelha (Stud Principessa Capri), Luis Felipe (Eternamente Rio), Marco Antonio (Neverending Stud), Marlus Dall’Stella  (Guará do Sul),  Nicholas/Alice & Enrico Jarussi, Paulo e Felipe Pelanda (Hs. Rio Iguassú), Renan Machado (Coudelaria Funtastic), Renato Bonfiglioli (Nova Gloria), Ricardo Colombo, Rolf Seitz Jr. (Hs. Valentim),Sergio C. Nogueira (Hs.Regina), amigos Uruguaios, além de inúmeros outros que nos consultaram e acabaram não conseguindo fechar negócio, gostaríamos de expressar o nosso ENORME obrigado. O sucesso de vocês é a nossa motivação!

Finalmente agradeço a minha família que está sempre unida na busca de botar o nome do Old Friends no topo do placar.

Um grande abraço a você e obrigado pela oportunidade de contar um pouco do nosso trabalho!


Está claro que cada haras tem o direito a sua filosofia. Julio e Julinho pensam alto. Isto não quer dizer de maneira alguma, que todos deveriam pensar assim. Particularmente, acho que deveriam, mas está na cabeça de cada um, o alvo a tentar acertar. Cabe a mim como analista medir as chances e tentar transmitir como observador suas perspectivas.

PS. Todas as fotos cedidas pelo haras.