HARAS SANTA RITA DA SERRA - BRASIL

HARAS SANTA RITA DA SERRA - BRASIL
HARAS SANTA RITA DA SERRA - CLIQUE NA FOTO PARA CONHECER NOSSO PROJETO

HARAS REGINA

HARAS REGINA
JOLIE OLIMPICA BRAZILIAN CHAMPION 2YO - HARAS REGINA - CLIQUE NA FOTO PARA CONHECER NOSSO PROJETO

HARAS FIGUEIRA DO LAGO

HARAS FIGUEIRA DO LAGO
NEPAL GAVEA´S CHAMPION 2YO - HARAS FIGUEIRA DO LAGO - São Miguel, São Paulo

STUD H & R

STUD H & R
STUD H & R - TOQUE NA FOTO PARA VER UM UM GP. BRASIL QUE VAI FICAR NA HISTÓRIA

HARAS SANTA MARIA DE ARARAS

HARAS SANTA MARIA DE ARARAS
Santa Maria DE ARARAS: TOQUE NA FOTOGRAFIA E VENHA CONHECER O BERÇO DE CAMPEÕES

HARAS ESTRELA NOVA

HARAS ESTRELA NOVA
Venha nos conhecer melhor no Instagram @haras.estrelanova.

HARAS NIJU

HARAS NIJU
toque na foto para conhecer nosso projeto

HARAS FRONTEIRA

HARAS FRONTEIRA
HARAS Fronteira

HARAS CIFRA

HARAS CIFRA
HARAS CIFRA - HALSTON POR MARILIA LEMOS

HARAS IGUASSU

HARAS IGUASSU
HARAS IGUASSU A PROCURA DA VELOCIDADE CLÁSSICA - Foto de Karol Loureiro

albatroz bloodstock agency, Inc.

albatroz bloodstock agency, Inc.
albatrozusa@yahoo.com

quinta-feira, 24 de setembro de 2020

PONTO CEGO: O PERIGO DE DEIXAR PASSAR EM BRANCO

Elusive Quality

Não tenho opinativo como Hermes, que era o ponto de ligação entre Deus e os demais entidades divinas e humanas. O New York Times do Olimpo tinha plena acesso entre os mundos dos deuses e humanos. 

Não tenho este trânsito, nem mesmo o conhecimento apenas a curiosidade. As sacio pesquisando e as respostas aparecem - quando aparecem - de forma percentual, conforme o assunto. Não há 100% de exatidão, quando o assunto é genética. Seus disto e não tento lutar contra o fato.

Um pedigree para mim é um mapa. Só que nem todos lhe facultam achar um tesouro. Uns podem o levar a roma, outros não passar do Irajá. Os matungos, irmãos dos craques, são exemplos disto. Não são muitos aqueles que repetem a dose de qualidade do irmão que demonstrou classe. No Brasil, a coisa é até mais frequente, do que nos mercados de primeiro mundo, não que as reprodutoras brasileiras sejam dotadas de forças especiais. Porém, pelo pouco número de elementos registrados e a disparidade existente entre haras de primeira classe e outras classes, isto se torna facultativo. Ou melhor, pouco usual.

Uma posição que muito relevo na criação nacional é de avô materno, principalmente se levarmos em consideração que são poucos os reprodutores em serviço na criação nacional capazes de imprimir respeito. Já que nunca há legado deixado por aqueles que melhor se saíram via linha alta,  a da tribo, espera-se que suas filhas nos recompensa-se o esforço.

Forestry
Elusive Quality (Gone West), responsável por dois ganhadores de grupo e Northern Afleet (Afleet) de grupo, com oito, parecem vivas esperanças,  assim como Royal Academy (Nijinsky) com 15 individuais ganhadores de grupo e Roy (Fappiano) com dez, devem ser considerado felizes realidades.  Outrossim, porque não se ter esta mesma fé em opções como Amigoni (Danehill) e Forestry (Storm Cat)?

Reparem que Amigoni já tem o mesmo número de ganhadores de grupo que Elusive Quality - se bem que tenha um número muito maior de reprodutoras anos quadros reprodutivos - e ambos vencedores de graduação máxima, Hembra (Forestry) e Eron do Jaguaretê (Kpdiac Cowboy). Mesmo levando-se em consideração de ambos serem netos de Bella Cy, esta uma filha da por nós importada para o Verde Vale, Caro´s Image (Caro). 

Holy Roman Emperor
Rock of Gibraltar


Forestry conta apenas com um ganhador de grupo, a mais do que promissora e já ganhadora de graduação 2, If Looks Like. O fato de tanto Amigoni, quanto Forestry e Elusive Quality serem filhos diretos de grandes chefes de raça, me faz aumentar as expectativas nele depositadas. Acho que o defendo em relação a estes três últimos reprodutores deva se aplicar também, em relação a Holy Roman Emperor (Danehill), Rock of Gibraltar (Danehill), Soldier of Fortune (Galileo) e Roderic O´Connor (Galileo). 

O que todos citados nesta note, tem em comum? São filhos de chefes de raça e como cavalos de corrida se saíram muito bem em pista, não confirmando no hemisfério norte das chances a ele ofertadas. A exceção de Roderic, os demais usufruíram de grandes chances.

Com o fatídico fato de se desperdiçar constantemente o garanhão nacional, nos impele a nem poder pensar em abrir mãos de filhas destes reprodutores em aspectos reprodutivos, ademais que alguns para o Brasil foram trazidos, por um breve espaço de tempo, e a preço de ouro. Se demonstraram ser apenas folheados neste metal, paciência, a verdade é que não podemos deixar passar em branco a passagem deles por nosso criatório.

É obrigação do analista, levantar o fato. Dos que leem, decidir.

 
Roderic O´Connor