HARAS SANTA RITA DA SERRA - BRASIL

HARAS SANTA RITA DA SERRA - BRASIL
HARAS SANTA RITA DA SERRA - CLIQUE NA FOTO PARA CONHECER NOSSO PROJETO

HARAS REGINA

HARAS REGINA
HARAS REGINA - CLIQUE NA FOTO PARA CONHECER NOSSO PROJETO

HARAS FIGUEIRA DO LAGO

HARAS FIGUEIRA DO LAGO
HARAS FIGUEIRA DO LAGO - São Miguel, São Paulo

STUD H & R

STUD H & R
STUD H & R - TOQUE NA FOTO PARA VER UM UM GP. BRASIL QUE VAI FICAR NA HISTÓRIA

HARAS SANTA MARIA DE ARARAS

HARAS SANTA MARIA DE ARARAS
AEROSOL, MESMO DEVOLVIDO PROVOU SER CRAQUE: TOQUE NA FOTOGRAFIA E VENHA CONHECER O BERÇO DE CAMPEÕES

HARAS SANTA TEREZA DO BOM RETIRO

HARAS SANTA TEREZA DO BOM RETIRO
ONDE A VELOCIDADE IMPERA - CLIQUE NA FOTO PARA CONHECER NOSSO PROJETO

HARAS NIJU

HARAS NIJU
toque na foto para conhecer nosso projeto

HARAS SANTA LUZIA DA ÁGUA BRANCA

HARAS SANTA LUZIA DA ÁGUA BRANCA
HARAS SANTA LUZIA DA ÁGUA BRANCA: VENCEDORES INTERNACIONAIS EM TRÊS CONTINENTES

albatroz bloodstock agency, Inc.

albatroz bloodstock agency, Inc.
albatrozusa@yahoo.com

sexta-feira, 5 de agosto de 2016

PONTO CEGO, SURDO E MUDO: O PRAZER DO MARTÍRIO


O fenomeno da fotossintese, faz com que as arvores ao sentirem o sol, tendam a crescer seus galhos naquela direção. Isto é uma força da natureza. Não creio que Neymar, possa fazer o mesmo em relação a time ou seleção alguma que faça parte.É mais forte do que ele. Penso ser ele apenas um bom jogador que brilha na vitória, fica opaco nos empates e se esconde nas derrotas. Longe de ser um lider. Temos nós sim, que largarmos de vez por todas, esta dependência doentia para com ele. Ou vamos levar outra de 7x1 a qualquer momento.

No turfe, não se pode depender apenas de um fenomeno da natureza, para se fazer um pedigree funcionar. Se alguém tiver dúvidas disto, aconselho a fazer o Galileo ejacular em uma cadeira, e constatarão que dali não irá nascer um Frankel. É necessário um útero, e alguém que nos 11 meses de gestação e seis primeiros meses de cria, cuide e faça dele um ser superior. Esta é a função principal de uma égua. E na grande maioria das vezes, é ela a responsável pelo grande cavalo de corrida. O esperma do reprodutor, apenas propicia que ela possa produzir aquilo que sabe e anseia colocar no solo.

Desculpem, mas não se faz uma criança, ou um jaboti, sem um macho e uma fêmea. Como não se faz um time de futebol funcionar, totalmente dependente de apenas um elemento. Existem outros dez para tentar dar conta do recado. Portugal provou isto nesta última versão da Eurocopa, quando ganhou da França, na casa adversária, sem depender de Cristiano Ronaldo. A Argentina, nada ganhou mesmo tendo Lionel Messi a servi-la. E todos sem exceção, Neymar, Ronaldo e Messi, podem ser considerados por muitos, fenomenos da natureza.

Não é uma questão de polemizar, nem de querer ensinar missa ao padre, mas nós sul-americanos, e principalmente brasileiros, somos vidrados no herói. O paizão! Aquele que sózinho seria capaz de fazer as coisas acontecerem. Resolver seus problemas. Ser a ultima cocada preta, do envelope. Isto não funciona. Tanto assim, que o último herói inventado por nosso povo, foi o Lula, e vejam no que deu. Somos hoje um nação, à beira da falência moral e financeira.

Vejo o turfe como uma extenção da vida. Afinal trata também, de vidas, onde os atletas são cavalos e aqueles que os dirigem, na criação, no treinamento ou em pista, são seres humanos. O Turfe está sujeito as mesmas regras da sobrevivência. Não podemos fazer neles os mesmos erros que fazemos fora dele, e estão provados que não funcionam.

Vejam se nas empresas que dirigem fora das paredes de um hipódromo, os criadores e proprietarios, agem da mesma forma, que agem quando em volta daquilo que consideram seu hobby? Evidentemente que não. Um, me disse, na minha empresa, quero ganhar dinheiro, no turfe ter prazer. E ai eu me pergunto, porque não ganhar dinheiro no turfe e ter ainda mais prazer de fazer aquilo que gosta a custo zero, ou ainda tendo substancial lucro? A Coolmore, vive do turfe e tem prazer no que faz. Não se envergonha de faze-lo. Desculpem, mas não se precisa perder dinheiro a fundo perdido, para se ter prazer. Isto tem outro nome. Martirio. 


ASSISTIR UM JOGO 
DA SELEÇÃO BRASILEIRA, 
SEJA ELA A PRINCIPAL OU A OLIMPICA 
SE TORNOU UM MARTÍRIO.

Mas tem gente que tem prazer exatamente no martirio. E o pior, aqueles que se submetem, são canonizados...