HARAS SANTA RITA DA SERRA - BRASIL

HARAS SANTA RITA DA SERRA - BRASIL
HARAS SANTA RITA DA SERRA - CLIQUE NA FOTO PARA CONHECER NOSSO PROJETO

HARAS REGINA

HARAS REGINA
HARAS REGINA - CLIQUE NA FOTO PARA CONHECER NOSSO PROJETO

HARAS FIGUEIRA DO LAGO

HARAS FIGUEIRA DO LAGO
HARAS FIGUEIRA DO LAGO - São Miguel, São Paulo

STUD H & R

STUD H & R
STUD H & R - TOQUE NA FOTO PARA VER UM UM GP. BRASIL QUE VAI FICAR NA HISTÓRIA

HARAS SANTA MARIA DE ARARAS

HARAS SANTA MARIA DE ARARAS
AEROSOL, MESMO DEVOLVIDO PROVOU SER CRAQUE: TOQUE NA FOTOGRAFIA E VENHA CONHECER O BERÇO DE CAMPEÕES

HARAS SANTA TEREZA DO BOM RETIRO

HARAS SANTA TEREZA DO BOM RETIRO
ONDE A VELOCIDADE IMPERA - CLIQUE NA FOTO PARA CONHECER NOSSO PROJETO

HARAS NIJU

HARAS NIJU
toque na foto para conhecer nosso projeto

HARAS SANTA LUZIA DA ÁGUA BRANCA

HARAS SANTA LUZIA DA ÁGUA BRANCA
HARAS SANTA LUZIA DA ÁGUA BRANCA: VENCEDORES INTERNACIONAIS EM TRÊS CONTINENTES

albatroz bloodstock agency, Inc.

albatroz bloodstock agency, Inc.
albatrozusa@yahoo.com

quarta-feira, 7 de setembro de 2016

PONTO CEGO: O FLAMENGO É A MARCA MAIS CARA DO FUTEBOL BRASILEIRO

A BDO acaba de descobrir a polvora. Para esta companhia que faz levantamentos de importância financeira no sport, e por seu trabalho que veio a ser publicado na revista Epoca, uma descoberta assaz surpreendente. Para eles, a marca mais cara e de maior importância do futebol brasileiro é a do Flamengo e a segunda a do Corinthians. Do jeito que são óvios, descobrirão a seguir que o Flamengo tem a maior torcida do Brasil e o Corinthians a segunda.

Por estas coincidências da vida, o Palmeiras que é o lider do Campeonato brasileiro, tem a terceira mais cara e importante marca do futebol brasileiro. Flamengo é o segundo colocado no campeonato e o Corinthias em quarto. Seria apenas uma questão de coincidência eles estarem hoje no G4? Acredito que não, pois, sou daqueles que penso que o sucesso pertence a aqueles que fazem seu dever de casa.

Que tal contrata-los para decifrar porque o turfe brasileiro não vai para frente. O problema é que esta companhia vai vir com razões de algo do tipo, baixo publico e fraco movimento de apostas. Seria então a descoberta da pólvora pela segunda vez.

O que gostaria de tomar conhecimento era como atrair publico, cativa-lo e o mante-lo junto aos guiches em cada páreo. Este me parece o x da questão. Seria modernizando nossas dependências? Não é possivel mais sequer imaginar, um hipódromo em um pais tropical sem ar condicionado e que em suas festas máximas exige terno e gravata nas sociais. Logo, uma remodelação tanto na Gávea, como em Cidade Jardim, não me parece coisa irreal. O translado do paddock de Cidade Jardim e da balança, décadas atrás, me pareceu lógico. Porque não seria o ar condicionado?

Mas não é exatamente isto que atrairia publico e o cativaria. Deve haver algo mais e eu acredito no herói. Seja ele humano ou equino. Eu acho que principalmente grandes cavalos atraem publico. Sou do tempo que Adil, Farwell, Emerson atraíam publico, e vi Itajara, El Santarem e Much Better fazer o mesmo, decadas depois. gente comparecia aos hipódromos para torcer por eles. Afinal só depois de Fittipaldi, Guga e Pelé, a fórmula 1, o tênis e o futebol passaram a ter outra dimensão como esportes, no Brasil. Hoje temos um olho até no surfe. O mesmo pode ser dito no volley e durante um pequeno período no basket, quando Oscar era um herói. As olimpiadas, recentemente disputadas no Rio de Janeiro, de alguma forma transformaram a cabeça de alguns. Foram descobertos esportes que não se imaginavam e alcançamos vitórias que nunca almejariamos ter. Criou-se uma nova dimensão. De repente me vi assintindo handball feminino e polo aquático masculino. E vocês sabem porque? Um mixto de curiosidade e facilidade. Ligar e assistir pela televisão facilita demais. Quando nossas principais carreiras terão uma cobertura jornalística da mídia televisiva? Não apenas a especializada. E sim a de massa? Plim Plim.

Temos curiosidade de participar, nem que seja de forma televisiva do grande momento. Isto é natural e uma característica humana. Usain Bold foi uma das razões da vinda de publico para as provas de atletismo. Recordes de audiência nos segundos que ele levou para fazer os 100 e 200 metros. Phelpps fez o mesmo nas piscinas de natação. Ninguém deixou de comentar, pois, seria um chute no balde, simplesmente ignorar.

Aqui nos Estados Unidos o Kentucky Derby ainda para as máquinas de todo o pais. No mesmo patamar de um Superball e hoje acima da World Series. A grandes carreiras tem coberturass televisiva. Com o tempo trouxe de volta o publico, o mercado fortaleceu-se e hoje a grande maioria tem, pelo menos, algum tipo de opinião.

Não estou interessado que o Flamengo seja a marca mais importante do futebol brasileiro. Se é, melhor para ele. Quero que o Flamengo ganhe o Campeonato Brasileiro. E quem sabe a Libertadores e rumo a Tokio.O que realmente me interessa é, que alguém tenha a formula mágica para fazer nosso turfe crescer e prosperar.