HARAS SANTA RITA DA SERRA - BRASIL

HARAS SANTA RITA DA SERRA - BRASIL
HARAS SANTA RITA DA SERRA - CLIQUE NA FOTO PARA CONHECER NOSSO PROJETO

HARAS REGINA

HARAS REGINA
HARAS REGINA - CLIQUE NA FOTO PARA CONHECER NOSSO PROJETO

HARAS FIGUEIRA DO LAGO

HARAS FIGUEIRA DO LAGO
HARAS FIGUEIRA DO LAGO - São Miguel, São Paulo

STUD H & R

STUD H & R
STUD H & R - TOQUE NA FOTO PARA VER UM UM GP. BRASIL QUE VAI FICAR NA HISTÓRIA

HARAS SANTA MARIA DE ARARAS

HARAS SANTA MARIA DE ARARAS
AEROSOL, MESMO DEVOLVIDO PROVOU SER CRAQUE: TOQUE NA FOTOGRAFIA E VENHA CONHECER O BERÇO DE CAMPEÕES

HARAS SANTA TEREZA DO BOM RETIRO

HARAS SANTA TEREZA DO BOM RETIRO
ONDE A VELOCIDADE IMPERA - CLIQUE NA FOTO PARA CONHECER NOSSO PROJETO

HARAS NIJU

HARAS NIJU
toque na foto para conhecer nosso projeto

HARAS SANTA LUZIA DA ÁGUA BRANCA

HARAS SANTA LUZIA DA ÁGUA BRANCA
HARAS SANTA LUZIA DA ÁGUA BRANCA: VENCEDORES INTERNACIONAIS EM TRÊS CONTINENTES

albatroz bloodstock agency, Inc.

albatroz bloodstock agency, Inc.
albatrozusa@yahoo.com

sábado, 10 de dezembro de 2016

PONTO CEGO: SÓ PERDE PENALTY QUEM BATE!


Ontem ouvi  de um leitor torcedor do Grêmio, eufórico por sua recente conquista, uma observação, tipica daquelas de quem ouviu o galo cantar, mas não sabe exatamente onde. Foi sobre um daqueles momentos tipicos do Renato Portalupi, em que ele perdeu um grande momento de ficar calado, mas para variar não se conteve e mais uma vez pisou na jaca.. O Renato, foi claro e lento em sua missiva: quem aprendeu um dia com o futebol, é como andar de bicicleta, nunca se esquece. Até ai, era uma opinião pessoal, mas ele teve que complementar com aquele seu humor pouco sutil num mixto de quem quer ser carioca, mas infelizmente não se criou mo Rio de Janeiro, de que quem não sabe, tem que estudar e ir a Europa. Ele preferia ir a praia. O que em outras palavras o coloca bem acima do Tite, do Cuca, do Guardiola e até de outro que como ele, não sabe como conter sua vaidade, o Mourinho, mas nunca ficaram longos periodos desempregados.

Para quem ficou desempregado os últimos quinze meses, ele se acha, diria alguém, mas o gremista leitor, que prefere ver a situação pela sua ótica, disse uma que apenas corroborou minha tese, que quanto mais conheço a raça humana, mais gosto do meu cachorro: ele pode porque ele era um craque! Discordo. Evidente que o leitor era jovem e não viu o Renato jogar. Apena ouviu. Eu vi. Renato que passou por uma duzia de clubes era um bom jogador de futebol. Acima da média, com certeza, mas longe de ser um craque. Craque, foi o Pelé, o Garrincha, o Zico, o Rivelino, o Maradona e é o Messi. Que aliás por serem craques, passaram por poucos clubes. E como disse antes um bom treinador nunca se vê desempregado.

Foram 15 meses de desemprego e 15 anos para o Grêmio voltar a elite do futebol brasileiro, ganhando algo que realmente vale a pela. Parece que 15 é o número de sorte dos tricolores gauchos. Será que serão mais 15 anos, até a próxima conquista? O Renato esqueceu de agradecer ao Roger, por lhe deixar um time armado e afinado. Mas isto também é tipico de alguém que nunca aprendeu coisa alguma. Age por osmose. Respira sem saber porque.

Conheço muita gente no turfe, que não viu, mas que defende este ou aquele cavalo,  esta ou aquela tese, com a convicção de Moisés ao descer do monte, com as tabuas dos dez mandamentos. Se fosse o Renato, Moisés, evidentemente omititia que aquelas tábuas foram lhe entregue pelo Senhor, çhe pertenciam e só ele as podia decifrar. E complementaria que ele próprio as havia criado, por ser um ser ungido pelo destino.E evidentemente sempre exisyitºa uma legião que acredita...

Eu confesso, que nada sabia sobre turfe. Hoje sei um pouco. Mas tive que estudar e ainda estudo para burro. Todo o dia, a toda hora, pois, o turfe não para. Em algum lugar do mundo um pedigree se destaca e outro retrocede. E tenho a hombridade de saber, que sou o que sou, - mesmo não sendo coisa alguma na opinião de muitos - pela ajuda técnica inestimavel que tive de três senhores, no inicio de minha carreira, a quem várias vezes citei ao longo da existência deste blog. Sem ele, Cristina e de alguns clientes que acreditaram em meu taco, e acho que estes não se arrependeram, pois, seus melhores cavalos, foram por mim selecionados. Mas a verdade nua e crua é que não teria chegado onde cheguei. Não que seja importante aonde estou. Outrossim, é produto de uma longa e estafante viagem. 

E assim aqueles que me leem, tenham certeza, que afirmo o que acredito e quando erro dou a mão a palmatória, pois, só perde penalty quem bate. E eu já bati muitos....