HARAS SANTA RITA DA SERRA - BRASIL

HARAS SANTA RITA DA SERRA - BRASIL
HARAS SANTA RITA DA SERRA - CLIQUE NA FOTO PARA CONHECER NOSSO PROJETO

HARAS REGINA

HARAS REGINA
HARAS REGINA - CLIQUE NA FOTO PARA CONHECER NOSSO PROJETO

HARAS FIGUEIRA DO LAGO

HARAS FIGUEIRA DO LAGO
HARAS FIGUEIRA DO LAGO - São Miguel, São Paulo

STUD H & R

STUD H & R
STUD H & R - TOQUE NA FOTO PARA VER UM UM GP. BRASIL QUE VAI FICAR NA HISTÓRIA

HARAS SANTA MARIA DE ARARAS

HARAS SANTA MARIA DE ARARAS
AEROSOL, MESMO DEVOLVIDO PROVOU SER CRAQUE: TOQUE NA FOTOGRAFIA E VENHA CONHECER O BERÇO DE CAMPEÕES

HARAS SANTA TEREZA DO BOM RETIRO

HARAS SANTA TEREZA DO BOM RETIRO
ONDE A VELOCIDADE IMPERA - CLIQUE NA FOTO PARA CONHECER NOSSO PROJETO

HARAS NIJU

HARAS NIJU
toque na foto para conhecer nosso projeto

HARAS SANTA LUZIA DA ÁGUA BRANCA

HARAS SANTA LUZIA DA ÁGUA BRANCA
HARAS SANTA LUZIA DA ÁGUA BRANCA: VENCEDORES INTERNACIONAIS EM TRÊS CONTINENTES

albatroz bloodstock agency, Inc.

albatroz bloodstock agency, Inc.
albatrozusa@yahoo.com

domingo, 29 de janeiro de 2017

PAPO DE BOTEQUIM: O CASTIGO VEM A CAVALO


Quando se emite uma opinião, imediatamente um grupo o apoia enquanto uma legião o critica. As proporções divergem. Outrossim, em se tratando de turfe, o número dos que não concordam, sempre tende a ser maior. Este é o destino de quem escreve. 

Você não é obrigado a escrever e muito menos emitir uma opinião. Se o faz, é porque se sente impelido a fazê-lo. E assim, tem que enfrentar as consequências de seus atos e passa a ser um - como qualquer outro ser humano - cara sujeito a chuvas e trovoadas. As criticas - sejam elas construtivas ou destrutivas - se multiplicam, e a verdade, nua e crua, é que a grande maioria, torce fervorosamente para que você esteja errado.

O presunçoso, morre que nem o peixe: pela boca. Fala sempre um pouquinho mais do que devia e a conta vem a cavalo, principalmente quando o assunto é cavalo. Não estou ileso a esta realidade. Por isto tenho bastante cuidado quando afirmo que A é superior B. Seria mais simples ficar encima do muro. Onde a visão ºe sempre mais nítioda e menos perigosa. Mas, como o bom peixe, sempre morro pela boca...

Outro dia escrevi, que muito me chateou ver California Chrome ser eleito cavalo do ano, em detrimento a um titulo que até o mais pasmo dos seres viventes, sabia pertencer a Arrogate. Mas o turfe norte-americano, é um turfe regido a números e a legião que apoiava California Chrome era imensa, pois, imenso é certamente o apelo comercial que ele vai ter indo, esta semana para o breeding-shed. A Taylor Made, não mediu esforços, para badala-lo durante toda uma temporada. E aqui entre nós, ele fez juz a muito do que se falou sobre ele. menos quando o assunto recaísse em algo chamado Arrogate. Arrogate, terá pelo menos mais um ano pela frente, para resgatar o que dele é de direito, como no caso de Zenyatta em relação a Rachel Alexandra.


A aqueles que pensavam que eu estava errado e que o titulo dado a California Chrome fora justo, deixo claro que o castigo sempre vem a cavalo,

Não me passava pela cabeça, que em condições normais, Arrogate pudesse a perder para California Chrome. E tinha minhas razões. Afinal ninguém ganha em Saratoga como este tordilho o fez, e passa a ser tratado, apenas como um bom cavalo de corrida. E em se tratando de um Travers obtido ainda por cima em recorde, sem o menor esforço, apenas reforça a tese que ele é mais do que um belo bolo. É, na verdade, a cereja do bolo.

California Chrome, não tem pedigree. Outrossim, conta com um grande fisico e a vantagem de ter vivido num lapso de bons cavalos que de vez em quando, avassalam o mundo do turfe. Desculpem os que assin não o pensam, mas quando existia alguém - por mim apontado como um cavalo de exceção, já em sua segunda apresentação - do quilate de Shared Belief, California Chrome não passava de um mero coadjuvante. Mas quiz o destino que Shared Belief se fosse desta para uma melhor e California Chrome, herdasse com isto,  um reino sem protagonistas.

Que ele é bom cavalo, não existe de minha parte, a menor sombra de dúvida. Mas longe de ser como estava sendo apregoado massivamente pela midia daqui, dele ser o melhor cavalo norte-americano destes últimos 30 anos. E onde ficam Seattle Slew, Spectacular Bid, Affirmed, Alydar, Zenyatta, Raquel Alexandra, Barbaro e outros mais? No limbo?

O turfe necessita de heróis, e de vez em quando eles não aparecem de forma expontanea, E o que faz o mercado, quando isto acontece? Sente a necessidade de fabrica-los e usa a midia para tal. Vocês atentaram que só na Pegasus, foram jogados na pedra mais de 11 milhões de dolares? Cifra só igualada as propinas de Sergio Cabral e outros politicos brasileiros. É muita grana. Todavia, para que isto viesse a se constituir num fato real, era necessária a construção de uma luta entre dois pesos pesados, Aquela famosa corrida de dois cavalos. Só que na minha humilde visão, era a corrida de apenas um cavalo e na pista ficou provado a minha tese.

Arrogate sim pode vir a ser considerado um dos melhores cavalos já produzidos para o dirt destes últimos 30 anos. Reparem que eu disse um dos. Ele está no mesmo patamar, mas verdadeiramente, não sinto que reine. Apenas desfruta da corte.

Na reta oposta, quando Michael Smith sentiu o peso de California Chrome, que corria a seu lado já empurrado, e se despediu do mesmo, com uma arrancada longa, para mim ficou bastante claro,- que o titulo inventado de cavalo do ano de 2016, para o segundo melhor elemento do mercado, fora um erro. Porém, tenho que aceitar tratar-se de uma forma de agradar a um setor deste mesmo mercado. Não propriamente de se fazer justiça a realidade dos fatos. E não me venham com aquela velha ladaínha do resumo da obra. Quem ganha um Travers, como Arrogate ganhou, e ainda por cima bate seu principal concorrente ao titulo máximo do ano, em uma Breeders Cuo Classic, tem que ser agraciado com o titulo. E mais do que isto, reverenciado pela midia especializada.

Polemizar, pode aqui neste caso se tornar uma realidade, principalmente para quem que se sente apto a achar pelo em ôvo. Eu digo, como escrevi, no dia seguinte ao Travers, que não existia este páreo, Arrogate contra California Chrom era uma visão apenas midiática da questão. Confesso que surpreendi-me que Arrogate tivesse ganho por menos de dois corpos de California Chrome na Breeders. Ontem, em Gulfstream, ficou claro a distância que existe entre eles.