HARAS SANTA RITA DA SERRA - BRASIL

HARAS SANTA RITA DA SERRA - BRASIL
HARAS SANTA RITA DA SERRA - CLIQUE NA FOTO PARA CONHECER NOSSO PROJETO

HARAS REGINA

HARAS REGINA
HARAS REGINA - CLIQUE NA FOTO PARA CONHECER NOSSO PROJETO

HARAS FIGUEIRA DO LAGO

HARAS FIGUEIRA DO LAGO
HARAS FIGUEIRA DO LAGO - São Miguel, São Paulo

STUD H & R

STUD H & R
STUD H & R - TOQUE NA FOTO PARA VER UM UM GP. BRASIL QUE VAI FICAR NA HISTÓRIA

HARAS SANTA MARIA DE ARARAS

HARAS SANTA MARIA DE ARARAS
AEROSOL, MESMO DEVOLVIDO PROVOU SER CRAQUE: TOQUE NA FOTOGRAFIA E VENHA CONHECER O BERÇO DE CAMPEÕES

HARAS SANTA TEREZA DO BOM RETIRO

HARAS SANTA TEREZA DO BOM RETIRO
ONDE A VELOCIDADE IMPERA - CLIQUE NA FOTO PARA CONHECER NOSSO PROJETO

HARAS NIJU

HARAS NIJU
toque na foto para conhecer nosso projeto

HARAS SANTA LUZIA DA ÁGUA BRANCA

HARAS SANTA LUZIA DA ÁGUA BRANCA
HARAS SANTA LUZIA DA ÁGUA BRANCA: VENCEDORES INTERNACIONAIS EM TRÊS CONTINENTES

albatroz bloodstock agency, Inc.

albatroz bloodstock agency, Inc.
albatrozusa@yahoo.com

segunda-feira, 23 de janeiro de 2017

PONTO CEGO: CREDIBILIDADE AINDA CONTA

Quantas vezes no Brasil, você foi obrigado a ouvir, aquela famosa barbaridade: ele rouba mas faz! Aposto que centenas de vezes. De Adhemar de Barros a Paulo Maluff. De Collor a Lula. Pois, é agora se acostumem com outra frase que vai tomar conta do noticiário internacional: não importa o que ele fala, importa como ele age! Esta vai ser a defesa dos correligionários de Donald Trump, para justificar as coisas impensadas que diz.

Eu acho que você tem viver sob sua palavra. O que você diz é tão importante como o que você escreve. Na história, lembro-me quando Kennedy mandou um emissário a Charles De Gaulle, com um envelope onde estavam as fotos das bases de mísseis que a Russia, estava constryíndo em Cuba. Quando o mensageiro, disse que dentro daquele envelope, estavam as fotografias que provavam as acusações de John Kennedy conta Nikita Krushchev, De Gaulle se recusou a abrir o envelope dizendo: o que o presidente dos Estados Unidos, afirma, para mim é bastante. não preciso abrir o envelope! Pois, é hoje, na era Trump, nem as fotos do envelope,  convenceriam quem quer que seja. 

Eu que assisti a posse de Trump pela televisão fiquei impressionado com o pouco publico presente. E fiquei ainda mais surpreendido quando Sean Spicer o novo Washington House Press Secretary afirmou que a posse de Trup foi a que congregou o maior numero de pessoas em washington. Dizem que uma foto, valem por mil palavras. Vejam a esquerda o comparecimento na posse de Obama e a direita na posse de Trump. Existe alguma dúvida? 



Nunca pedi a alguém que acreditasse em minhas palavras, mesmo sendo estas palavras corroboradas por fatos. Fatos frutos das analises sob o olhar de resultados conseguidos em pista. Se minha análise foi correta ou não, cada um decida o que mais lhe agradar. Mas duvidar da palavra ou do fato, é querer complicar uma coisas simples de se entender: como é factivel de erro, apenas se apoiar numa opinião meramente pessoal!

O que ouvi do novo White House Press Secretary, só pode ser uma tentativa de tirar a atenção do que aconteceu no dia seguinte a posse daquele que o selecionou, não só em Washinton, como em várias cidades dos Estados Unidos e do mundo. Uma massiva presença, protestando contra o novo governo Trump. Ignorar, o problema, cangurus fazem muito bem, enterrando sua cabeça no solo. Mas não resolvem o problema em si.

Dizer a verdade, nem que seja apenas a sua verdade, cria algo que considero de suma importância: credibilidade, E mesmo em um mundo, como o de hoje em que vivemos, onde os valores tem mudado constantemente, - nem sempre para melhor - se há uma coisas que todos exigem, é credibilidade.

E esta credibilidade tem que ser levada em conta, quando você
e prevê que algo possa a acontecer. Vou a um exemplo que acaba de acontecer este fim de semana em Fair Grounds. Quero primeiramente deixar claro que este é um hipódromo que não me inspira propriamente confiança, mas Guest Suite, um castrado que correu a sua quinta carreira, pelo contrário, sim. Ele ganhou os 1,700m do Leconte Stakes (Gr.3) como um cavalo bom. Está certo que a competência não assustaria ninguém, mas eu tenho aquela velha tese, que quando você não toma conhecimento de seus adversários, é porque você pertence a uma outra turma. A outra carreira.

Ele estreou aos 2 anos em outro hipódromo que não me inspira nenhuma confiança. Ellis Park. Menos ainda que Fairgrounds. Saiu do perdedor em Keeneland, onde para você ganhar, tem que inspirar toda e qualquer confiança. Foi terceiro, em um stakes, em seu primeiro teste clásscico onde chegou na terceira colocação e depois,  só voltou as pistas, para um allowance, que venceu por meia arquibancada muito bem obrigado. 

No Leconte seu tempo não foi estas coisas, como disse antes seus adversários não eram de meter medo em ninguém, e pelo jeito ele irá correr o Risen Star Stakes e depois o Louisiana Derby, outras duas provas que nenhuma confiança me inspiram. Então porque acredito que este cavalo, possa ser efetivo no Kentucky Derby?

Eu diria que um filho do champion Quality Road, numa filha do champion and horse of the year Ghostzapper, numa segunda mãe, irmã de A, P, Indy, tem genética suficiente para disputar qualquer prova da triplice coroa norte-americana. Imbreed em Raise a Native 5x5x5, Mr. Prospector 4x4 e Secretariat 5x4, ela advém de uma linha materna que a cada ano ganha mais força, a 3-l.


Lassie Dear, a mãe de Weekend Surprise está criando a sua própria árvore, e penso que nos próximos cinco anos, a 3-l, estará numa posição invejável. Dizia isto a cinco anos atrás da 1-n, e não é que este ano este foi o segmento que mais ganhadores de graduação máxima produziu em 2016. 14 ao todo? E o segundo colocado na geração de individuais ganhadores de grupo. Um total de 37.

Guest Suite, não está badalado. Tem tudo para não chegar ao Kentucky Derby. Porém, eu creio que ele chegará e o faço pela credibilidade que seu pedigree me inspira. Porque não consigo sentir esta mesma fonte de inspiração dos politicos, sejam eles de onde forem?