HARAS SANTA RITA DA SERRA - BRASIL

HARAS SANTA RITA DA SERRA - BRASIL
HARAS SANTA RITA DA SERRA - CLIQUE NA FOTO PARA CONHECER NOSSO PROJETO

HARAS REGINA

HARAS REGINA
HARAS REGINA - CLIQUE NA FOTO PARA CONHECER NOSSO PROJETO

HARAS FIGUEIRA DO LAGO

HARAS FIGUEIRA DO LAGO
HARAS FIGUEIRA DO LAGO - São Miguel, São Paulo

STUD H & R

STUD H & R
STUD H & R - TOQUE NA FOTO PARA VER UM UM GP. BRASIL QUE VAI FICAR NA HISTÓRIA

HARAS SANTA MARIA DE ARARAS

HARAS SANTA MARIA DE ARARAS
AEROSOL, MESMO DEVOLVIDO PROVOU SER CRAQUE: TOQUE NA FOTOGRAFIA E VENHA CONHECER O BERÇO DE CAMPEÕES

HARAS SANTA TEREZA DO BOM RETIRO

HARAS SANTA TEREZA DO BOM RETIRO
ONDE A VELOCIDADE IMPERA - CLIQUE NA FOTO PARA CONHECER NOSSO PROJETO

HARAS NIJU

HARAS NIJU
toque na foto para conhecer nosso projeto

HARAS SANTA LUZIA DA ÁGUA BRANCA

HARAS SANTA LUZIA DA ÁGUA BRANCA
HARAS SANTA LUZIA DA ÁGUA BRANCA: VENCEDORES INTERNACIONAIS EM TRÊS CONTINENTES

albatroz bloodstock agency, Inc.

albatroz bloodstock agency, Inc.
albatrozusa@yahoo.com

segunda-feira, 2 de janeiro de 2017

PONTO CEGO. OS IRMÃOS DOS IRMÃOS.

Cacildis

Mais uma "corrigenda", uma pisada na jaca que dei. Disse que Piggott havia ganho sete Derbies. Na verdade foram nove. E em email, Julian Perez me lembrou do fato. Importante, embora para mim, se o cara já ganhou três, tem que ser imortalizado. Esta é aminha teoria.

Uma das prerrogativas da raça supostamente humana é criar sua próprias teorias. Não são muitos, pois, a grande maioria, prefere seguir a teoria de alguém. É mais fácil e dá menos trabalho. Mas existem pessoas como eu que teimam em pesquisar o porque e criar assim, suas próprias teorias. Da mesma forma eu tenho as minhas, vocês tem as suas e até vó Adelina tinha as dela. Centenas por sinal.

Como a própria palavra sugere, teoria é uma forma de opinião abalisada em fatos. Não lhe garante sucesso algum, mas lhe minimiza as chances de erro. E como esta atividade você como profissional tem que acertar, mais do que errar, prefiro atender ao que minha mente decide. E simplesmente não apenas seguir a corja ignara.

Uma das minhas teorias, é que a grande maioria das éguas que se tornaram mães de ganhadores de grupo, está fadada a ter apenas um filho prodigio. Assim sendo, fujo dos irmãos dos irmãos e recorro -sempre que for possível - a aquelas mães que até então nada produziram. O risco não é maior, se você ter como premissa básica o individuo, não apenas o que ele representa no mercado.

Talvez Cara Rafaela, tenha sido a melhor égua que selecionei e adquiri, levando-se em conta o que fez em pista e no breeding-shed. Ela está consagrada como a mãe de Bernardini, um filho de A. P. Indy. Pois bem, ela teve em Ile de France uma corredora acima da média, por Storm Cat, mas ficou até agora por ai. Vejam que Bernardini, é um filho de A. P. Indy, mas ela teve um filho com seu pai, Seattle Slew, mais três com o próprio A. P. Indy e três com Tapit, um sobrinho de A. P. Indy. Todos filhos de três reprodutores consagrados, doi até vistos como Chefes de raça. E ai, Zé?

Com um destes ainda por estrear, apenas Bernardini foi genuinamente um cavalo de primeira linha. E olha que além dos produtos por ela gerados com a linha dos Seattle Slew, foi tentado como ela, Storm Cat por três vezes, Medaglia d'Oro uma, Broad Brush uma e Deputy Minister uma. E a coisa ficou mesmo a cargo de Bernardini, até o presente momento.

Na recente aparente liquidação do Stud TNT no Brasil, havia uma descendente de Cara Rafaela. Uma tordilha linda, filha de Vettori, -que embora não seja um reprodutor que tenha a minha simpatia, mas que como avô materno, para mim esta excedendo as mais otimistas expectativas - e Our Rafaela, uma Dynaformer, filha da já citada Ile de France. Seu nome Cacildes.

Calcides, tem a cabeça do pai, e o desenho da bisavó. Estava cheia de First American - um reprodutor que considero um dos melhores em atividade no Brasil, mesmo não recebendo as chances que deveria ter recebido - que também não tem o habito de produzir boas cabeças, mas que casa muito bem em termos de fisico. E como seu novo proprietario adquiriu os direitos preferenciais de First American, era unir o util ao agradavel.

Tenho minhas teorias e delas poucas vezes me afastei. Não anseio por comprar a filha da ganhadora de grupo 1, e sim a potranca que se tornará uma ganhadora de grupo 1. Foi assim com Cara Rafaela, Indian Hope, Giulia, Cara Regina, Little Baby Bear e tantas outras. Mas não me furtarei a adquirir, um lote de uma mãe que já tenha produzido algo de importante. Baby Victory, a minha champion 2yo, é um exemplo disto. Era pequena ainda por cima, mas a coisa mais bem desenhada que Deus colocou na terra. Sua mãe, já havia produzido a Neleo, que me pareceu um cavalo soberbo de campanha curta. Paguei por ela o que podia e o que não podia, já que destinada para um cliente, ela acabou caindo em minhas mãos.

Do outro lado da moeda, existem aquela éguas que produzem três ou quatro ganhadores de grupo. Nelas confio, pois, são genialidades próprias Impossivel de explicar, mas fácil de se entender.

Cara Rafaela está formando a sua própria árvore embora agora tenha caido nas mãos de alguém que não costuma plantar florestas. Prefere, na verdade, dezima-las. Esta é a dica que dou a aqueles que me dão a honra de ser lido. Não se impressionem com os irmãos dos irmãos. Eles apenas são irmãos de Gisela Butchen. Não ela.