HARAS SANTA RITA DA SERRA - BRASIL

HARAS SANTA RITA DA SERRA - BRASIL
HARAS SANTA RITA DA SERRA - CLIQUE NA FOTO PARA CONHECER NOSSO PROJETO

HARAS REGINA

HARAS REGINA
HARAS REGINA - CLIQUE NA FOTO PARA CONHECER NOSSO PROJETO

HARAS FIGUEIRA DO LAGO

HARAS FIGUEIRA DO LAGO
HARAS FIGUEIRA DO LAGO - São Miguel, São Paulo

STUD H & R

STUD H & R
STUD H & R - TOQUE NA FOTO PARA VER UM UM GP. BRASIL QUE VAI FICAR NA HISTÓRIA

HARAS SANTA MARIA DE ARARAS

HARAS SANTA MARIA DE ARARAS
AEROSOL, MESMO DEVOLVIDO PROVOU SER CRAQUE: TOQUE NA FOTOGRAFIA E VENHA CONHECER O BERÇO DE CAMPEÕES

HARAS SANTA TEREZA DO BOM RETIRO

HARAS SANTA TEREZA DO BOM RETIRO
ONDE A VELOCIDADE IMPERA - CLIQUE NA FOTO PARA CONHECER NOSSO PROJETO

HARAS NIJU

HARAS NIJU
toque na foto para conhecer nosso projeto

HARAS SANTA LUZIA DA ÁGUA BRANCA

HARAS SANTA LUZIA DA ÁGUA BRANCA
HARAS SANTA LUZIA DA ÁGUA BRANCA: VENCEDORES INTERNACIONAIS EM TRÊS CONTINENTES

albatroz bloodstock agency, Inc.

albatroz bloodstock agency, Inc.
albatrozusa@yahoo.com

quarta-feira, 8 de fevereiro de 2017

PAPO DE BOTEQUIM: UMA DÚZIA E MEIA DE OPÇÕES

Kodiac Cowboy - que está atulmente em serviço no Brasil - obteve mais um ponto clássico em sua trajetória norte-americana. E o fez com uma mãe Grand Slam. Como é notório, existem algumas Grand Slam, no seio de nossa criação. E é ai que a pergunta que não deve calar se sobrepoe as demais: não valeria a pena repetir este cruzamento de Kodiac Cowboy, com todas a Grand Slams do mercado. Inclusive por ser esta a maneira mais simples de ser detectada por uma pessoa que não se aprofunda, mas é capa de ler pedigrees.

Há de se convir que num pedigree de cinco gerações, haverão 64 individuos, alguns duplicados, outros não. Assim, quando se junta um reprodutor a um filho de outro,  e esta operação é repetida, você está pelo menos colocando em um pedigree, pelo menos, 46 dos nomes que aparecem em outros de mesma estrutura. isto parece claro.

Se você tiver acesso a Kodiac Cowboy e é possuidor de uma reprodutora Grand Slam, que ainda por cima possa ter Tumble Lark no pedigree até a quinta geração, você passa a ser 47 nomes em comum ao de Cool Cowboy, neste novo ser a ser projetado. São mais de 73% de identidade. E eu lhes direi, que pode funcionar ou não. E sabem poruie? Porque no caso de irmãos inteiros, onde há 100% de repetição nos nomes, poucos são aqueles que vingam e cumprem o sucesso de seu irmão famoso. isto se chama genética, uma ciência que se move com passos quase sempre distintos.

Desta forma, você tem que ter certeza, onde está a verdadeira força do pedigree premiado com o classicismo provado em pista. E acreditar que repetindo-a há uma maior probabilidade deste sucesso se repetir. Pode ser um nick - mesmo pai e avô materno - pode ser uma compatibilidade - conjunção de tribos - pode ser a linha baixa, pode ser a estrutura de duplicações, enfim, pode ser uma dúzia e meia de OPÇÕES.

E ainda por cima, sua certeza, nem sempre estará trilhando o caminho pleno da verdade. Logo, a coisa é bem complicada e é ai que entra o seu feeling, que aliada a seu conhecimento e experiência poderão, num detalhe, resgatar semelhanças, fisicas ou genéticas, que possam existir.

Nada me agrada mais do que analisar pedigrees. Talvez um campeonato do Flamengo e do Salgueiro, e a alegria de ver todo dia minha mulher, possam superar. No mais, é o prazer de analisar um pedigree e inspecionar um cavalo de corrida, fora dos três citados são os que mais me causam prazer na vida.

Se analisarmos o pedigree de Cool Cowboy, descobriremos que apesar de sua mãe ser uma Grand Slam - cavalo pelo qual sempre tive bastante respeito - nas mais em sua estrutura genética me agrada. A suceção de nomes como Its Freezing-Somebody-Bolinas Boy - me parece tétrica. Assim como a pouca produtividade deste ramo, na importante árvore erigida pela familia 9-e, me arrepia.

O que se conclui que pobre ainda em duplicações, que talvez este cruzamento, mesmo assim tenha sido benéfico para o sucesso de Cool Cowboy



46