HARAS SANTA RITA DA SERRA - BRASIL

HARAS SANTA RITA DA SERRA - BRASIL
HARAS SANTA RITA DA SERRA - CLIQUE NA FOTO PARA CONHECER NOSSO PROJETO

HARAS REGINA

HARAS REGINA
HARAS REGINA - CLIQUE NA FOTO PARA CONHECER NOSSO PROJETO

HARAS FIGUEIRA DO LAGO

HARAS FIGUEIRA DO LAGO
HARAS FIGUEIRA DO LAGO - São Miguel, São Paulo

STUD H & R

STUD H & R
STUD H & R - TOQUE NA FOTO PARA VER UM UM GP. BRASIL QUE VAI FICAR NA HISTÓRIA

HARAS SANTA MARIA DE ARARAS

HARAS SANTA MARIA DE ARARAS
AEROSOL, MESMO DEVOLVIDO PROVOU SER CRAQUE: TOQUE NA FOTOGRAFIA E VENHA CONHECER O BERÇO DE CAMPEÕES

HARAS SANTA TEREZA DO BOM RETIRO

HARAS SANTA TEREZA DO BOM RETIRO
ONDE A VELOCIDADE IMPERA - CLIQUE NA FOTO PARA CONHECER NOSSO PROJETO

HARAS NIJU

HARAS NIJU
toque na foto para conhecer nosso projeto

HARAS SANTA LUZIA DA ÁGUA BRANCA

HARAS SANTA LUZIA DA ÁGUA BRANCA
HARAS SANTA LUZIA DA ÁGUA BRANCA: VENCEDORES INTERNACIONAIS EM TRÊS CONTINENTES

albatroz bloodstock agency, Inc.

albatroz bloodstock agency, Inc.
albatrozusa@yahoo.com

terça-feira, 21 de março de 2017

PONTO CEGO. DO DIÁLOGO SEMPRE NASCERÁ UMA NOVA LUZ

Como disse aqui, em mais de uma vez,  tento aprender todos os dias. O que sei daria para o gasto na próxima década. mas quandolá chegasse, seria uma peça obsoleta, com aqueles que ainda falam em aberturas de pedigrees, Nearco, Hyperion... E tento me acercar de gente que tenha algo a contribuir. Em um diálogo a troca de informações beneficia a todo e qualquer profissional.

O turfe brasileiro está passando por um momento dificil. Ontem jantei aqui no Paraná, com os veterinarios, dos dois haras que acredito serem, os de melhores resultdos desta decada sediados no Paraná, os Haras São José da Serra e Santa Rita da Serra. Não sou eu que afirmo, são as estatísticas que o provam. Aliás os santos ajudam aqueles que os glorificam. Hoje nas estatísticas cariocas, o que vemos: São José da Serra, Santa Maria de Araras e Santa Rita da Serra. Logo, o turfe, como a Bahia, é a terra de todos os santos.

Tanto o Daniel Mendes Campos, como o Joaquim Antunes, estão cientes como eu, que criamos uma lacuna abissal, com mas importações feitas ao longo de mais de uma década. E pensam como eu, que a solução talvez venha a ser, o reprodutor nacional. Dias antes eu tinha jantado com o Christian Schlegel no Rio de janeiro, e ele me confessou a mesma proucupação. Logo, nos dois extremos, pista e breeding-shed, existe um preocupação no profissional brasileiro, que remonta a possibilidade de um virtual decrescimo da qualidade do cavalo em temos genéticos.

Aprendo sempre que converso com profissionais, pois, acredito que é da interação de idéais que algo diferente possa surgir.