HARAS SANTA RITA DA SERRA - BRASIL

HARAS SANTA RITA DA SERRA - BRASIL
HARAS SANTA RITA DA SERRA - CLIQUE NA FOTO PARA CONHECER NOSSO PROJETO

HARAS REGINA

HARAS REGINA
HARAS REGINA - CLIQUE NA FOTO PARA CONHECER NOSSO PROJETO

HARAS FIGUEIRA DO LAGO

HARAS FIGUEIRA DO LAGO
HARAS FIGUEIRA DO LAGO - São Miguel, São Paulo

STUD H & R

STUD H & R
STUD H & R - TOQUE NA FOTO PARA VER UM UM GP. BRASIL QUE VAI FICAR NA HISTÓRIA

HARAS SANTA MARIA DE ARARAS

HARAS SANTA MARIA DE ARARAS
AEROSOL, MESMO DEVOLVIDO PROVOU SER CRAQUE: TOQUE NA FOTOGRAFIA E VENHA CONHECER O BERÇO DE CAMPEÕES

HARAS SANTA TEREZA DO BOM RETIRO

HARAS SANTA TEREZA DO BOM RETIRO
ONDE A VELOCIDADE IMPERA - CLIQUE NA FOTO PARA CONHECER NOSSO PROJETO

HARAS NIJU

HARAS NIJU
toque na foto para conhecer nosso projeto

HARAS SANTA LUZIA DA ÁGUA BRANCA

HARAS SANTA LUZIA DA ÁGUA BRANCA
HARAS SANTA LUZIA DA ÁGUA BRANCA: VENCEDORES INTERNACIONAIS EM TRÊS CONTINENTES

albatroz bloodstock agency, Inc.

albatroz bloodstock agency, Inc.
albatrozusa@yahoo.com

segunda-feira, 20 de março de 2017

PONTO CEGO: OS POUCOS PRAZERES DE SER CRIADOR NO BRASIL


TIVEMOS RECENTEMENTE O EPISÓDIO DANTESCO
DA VENDA AO CONSUMIDOR
DA CARNE ESTRAGADA NOS FRIGORIFICOS.
SEI QUE O EPISÓDIO ESTA DRAMATIZADO
E TREMENDAMENTE AUMENTADO
PARA DESVIAR O FOCO
DA DELAÇÃO DA ODEBRETCH
MAS MESMO ASSIM ACHO AUE
ESTÁ SENDO DURO CRIAR ATÉ BOIS NO BRASIL
JÁ PENSARAM EM CAVALOS DE CORRIDA?

Rodei e estou ainda rodando as áreas de criação e o que sinto, é um tremendo pessimismo para com o futuro do mercado. Senhores, nenhum mercado de corrida funciona sem um cavalo. A importância do proprietário é imensa, mas a do criador, fundamental. Não só para que ele possa apresentar a venda um produto e mas que este produto tenha sido bem criado.

Um dia criamos certa de 9,000 cavalos ao ano, ontem ouvi em uma roda de proprietarios e criadores que talve não atinjamos 2,000. Estamos nos aproximando do peru e do Uruguay e definitivamente perdendo terreno para a Argentina e o Chile. Sei que muito proprietário não deve estar dando bola para o que estou dizendo aqui. Mas da mesma forma que o tomate não nasce dentro de um vidro de Ketchupe, o cavalo de corrida é produto de muita tecnologia e trabalho.

Outro dia uma potranca que selecionei e estrou ganhado, me fez receber um elogio de um leitor. Disse ele, você está provando que existe um mundo fora do Santa Maria de Araras. Existe, como existem mais planetas no sistema solar. Mas o Araras, que hoje deve estar na casa das 250 éguas, e em sua grande maioria produto de uma depuração visando melhoria de transmissão de classe, reina e reinará para todo o sempre. E da mesma forma que Bal a Bali - que não selecionei -  é de sua criação, Much Better, Duplex, Glória de Campeão, Hard Buck e Itajara não eram.

Sempre fato que você tem que ter muita certeza naquilo que aponta e rezar para estar 25% certo. Contra si, os reservados como Itajara, os feios como Duplex e levantar as mãos pro céu ao deparar com um Much Better, um Glória de Campeão e um Hard Buck, caem às suas mãos.

Ser criador sempre foi mais complicado do que ser proprietario. Disso eu, o Chaqrinha e a torcida do Flamengo, sabem. Mas o prazer de ver um creoulo seu ganhar com a sua farda, realmente tem um gostinho especial.  E isto deve ser levadp m consideração- Criar algo do nada mexe com muita gente. Querem um exemplo? 

Este fim de semana, o Figueira do Lago, escreveu seis elementos de sua criação, um foi retirado no partidor, e ganhou três - sendo de parelha - foi segundo num photochard e perdeu para uma por mim selecionada, mas que ambos treinadores intervinientes neste processo, intitulam tratar-se de elementos de exceção. Que fim de semana um criador pode sentir do que este? Eu, que moro longe, ter  tido o privilégio de estar presente e participado do mesmo como membro de sua equipe, lisonjeou-me. Recentemente, só aquele fim de semana que o Sta. Rita da Serra, ganhou a milha e o Brasil, e semana passada, que o Doce Vale arrancou a preparatoria do Derby e o Diana, devem ter causado em seus criadores um frisson, igual.

Não é meu intuito desencorajar ninguém, mas está cada vez mais dificil criar e quando você vê os dois primeiros cavalos adquiridos por um novo investidor como o Guerreiro, chegar onde chegaram este Domingo, quem os selecionou debver ser responsabilizado. 

Amigos, poucos são os que ganham na estréia, mas poucos o fazem e isto não é bom para o nosso turfe. E vamos nós a caminho do Paranã.