HARAS SANTA RITA DA SERRA - BRASIL

HARAS SANTA RITA DA SERRA - BRASIL
HARAS SANTA RITA DA SERRA - CLIQUE NA FOTO PARA CONHECER NOSSO PROJETO

HARAS REGINA

HARAS REGINA
HARAS REGINA - CLIQUE NA FOTO PARA CONHECER NOSSO PROJETO

HARAS FIGUEIRA DO LAGO

HARAS FIGUEIRA DO LAGO
HARAS FIGUEIRA DO LAGO - São Miguel, São Paulo

STUD H & R

STUD H & R
STUD H & R - TOQUE NA FOTO PARA VER UM UM GP. BRASIL QUE VAI FICAR NA HISTÓRIA

HARAS SANTA MARIA DE ARARAS

HARAS SANTA MARIA DE ARARAS
AEROSOL, MESMO DEVOLVIDO PROVOU SER CRAQUE: TOQUE NA FOTOGRAFIA E VENHA CONHECER O BERÇO DE CAMPEÕES

HARAS SANTA TEREZA DO BOM RETIRO

HARAS SANTA TEREZA DO BOM RETIRO
ONDE A VELOCIDADE IMPERA - CLIQUE NA FOTO PARA CONHECER NOSSO PROJETO

HARAS NIJU

HARAS NIJU
toque na foto para conhecer nosso projeto

HARAS SANTA LUZIA DA ÁGUA BRANCA

HARAS SANTA LUZIA DA ÁGUA BRANCA
HARAS SANTA LUZIA DA ÁGUA BRANCA: VENCEDORES INTERNACIONAIS EM TRÊS CONTINENTES

albatroz bloodstock agency, Inc.

albatroz bloodstock agency, Inc.
albatrozusa@yahoo.com

domingo, 9 de abril de 2017

PAPO DE BOTEQUIM: 2017 Santa Anita Oaks Featuring Paradise Woods



Não exatamente o que possa ser. Será falta de atenção ou meramente de conhecimento? Outrossim, confesso, que não posso sentir, como de outras oportunidades, alguém que exerça uma superioridade entre os machos que em menos de um mês, irão disputar o Kentucky Derby. E olha, que houve outros anos, que eu tinha na cabeça quem seria com total certeza dos fatos. este ano, infelizmente não.

O Florida Derby, o Blue Grass stakes, o Wood Memorial stakes e o Santa Anita Derby, foram sempre, desde que me reconheço como analista de turfe norte-americano, as quatro principais provas definidoras de elementos com chances reais de disputar o maior cetro da geração. Sempre ne pareceu assim. Pelo menos em 90% das disputas do primeiro sabado de Maio em Churchill Downs, ticeram seus vencedores, provinientes de uma destas quatro provas. Quero deixar claro, que não necessariamente ganhadores, porém, cavalos que mostraram algum destaque nas mesmas.

Coisa que não consegui "ver", nestes dois últimos sábado. Cada corrida ganha um e mesmo aqueles que por ventura tenham bisado como Gormley e Irish War Cry, respectivamente vencedores do Santa Anita Derby e do Wood Memorial stakes, me deixaram alguma expressão. Para não dizer uma total ausência de opinião, sinto que embora Gormley tenha ganho duas de suas corridas, o fazendo no estilo de bandeira a bandeira - expressão usada por um de nossos locutores - ele guardado para uma arremetida final, meu pareceu mais decisivo.

Nas femeas, duvida alguma tinha sobre a superioridade de Unique Belle, todavia, ela foi acometida de um problema e creio que não estará entre aqueles que irão alinhar no Kentucky Oaks. E se alinhar, não estará no pico de sua performance, para bater a uma pupila de Mandela, que foi a única que me demonstrou total superioridade neste sábado. O nome da fera Paradise Woods.

Não sei pela fragilidade de suas adversárias, ou por excesso de classe, ela ganhou o Santa Anita Oaks, por uma arquibancada. E isto, sem demonstrar estar fazendo o minimo esforço. Fortemente imbreed nos Kentucky Derby winners Northern Dancer e Secretariat, esta filha do champion 2yo, Union Rags foi a única que realmente me convenceu. Ganhadora de dois de seus três compromissos, sendo na outra segunda colocada, Paradise Woods, mais uma vez confima a legitimidade de uma afirmação minha, que Richard Mandela, é um dos maiores treinadores em serviço no turfe norte-americano. Surpreendentemente está este ano armado na triplice coroa. pelo menos na de éguas. Um treinador que dificilmente frequenta leilões, não é dominado pela febre do Kentucky Derby e que tem na maioria de seus clientes, criadores e proprietarios brasileiros. E mesmo assim, apresneta grandes resultados.

Se correr e reeditar sua performance, acho dificil Paradise Woods, deixar de ganhar o Kentucky Oaks. mesmo levando-se em consideração sua inexperiência e as agruras que um translado coast a coast, pode vir a custar.

Há de se destacar, mesmo dentro do marasmo turfistico que assolou o território norte-americano, neste sábado, que a carreira levada a efeito pela brasileira Juno, no Royal Heroine stakes, foi por demais significativa. Liderou a prova e veio a perder a segunda colocação, quase encima do disco. A pupila do Team Valor, vendeu caro sua derrota e imprimiu o ritmo da carreira, enquanto a outra representante de vinculos nacionais, a argentina Pretty Girl, no meio do pelotão correu, no meio do pelotão chegou. Nada de importante a ser ressaltado a seu respeito. Mas era a mais linda do lote.