HARAS SANTA RITA DA SERRA - BRASIL

HARAS SANTA RITA DA SERRA - BRASIL
HARAS SANTA RITA DA SERRA - CLIQUE NA FOTO PARA CONHECER NOSSO PROJETO

HARAS REGINA

HARAS REGINA
HARAS REGINA - CLIQUE NA FOTO PARA CONHECER NOSSO PROJETO

HARAS FIGUEIRA DO LAGO

HARAS FIGUEIRA DO LAGO
HARAS FIGUEIRA DO LAGO - São Miguel, São Paulo

STUD H & R

STUD H & R
STUD H & R - TOQUE NA FOTO PARA VER UM UM GP. BRASIL QUE VAI FICAR NA HISTÓRIA

HARAS SANTA MARIA DE ARARAS

HARAS SANTA MARIA DE ARARAS
AEROSOL, MESMO DEVOLVIDO PROVOU SER CRAQUE: TOQUE NA FOTOGRAFIA E VENHA CONHECER O BERÇO DE CAMPEÕES

HARAS SANTA TEREZA DO BOM RETIRO

HARAS SANTA TEREZA DO BOM RETIRO
ONDE A VELOCIDADE IMPERA - CLIQUE NA FOTO PARA CONHECER NOSSO PROJETO

HARAS NIJU

HARAS NIJU
toque na foto para conhecer nosso projeto

HARAS SANTA LUZIA DA ÁGUA BRANCA

HARAS SANTA LUZIA DA ÁGUA BRANCA
HARAS SANTA LUZIA DA ÁGUA BRANCA: VENCEDORES INTERNACIONAIS EM TRÊS CONTINENTES

albatroz bloodstock agency, Inc.

albatroz bloodstock agency, Inc.
albatrozusa@yahoo.com

domingo, 7 de maio de 2017

PONTO CEGO: UM PASSO NA DIREÇÃO CERTA


Pela manhã os 2,000 Guineas. A tarde uma extenuante jornada no Kentucky derby. A noite um leilão onde um potro de tremenda responsabilidade iria ser adquirido. Mais tarde corridas no Japão e na alta madrugada em Hong Kong.  Foi um sabado interminavel, mas Domingo haveriam mais emoções. Logo pela manhã os 1,000 Guineas em Newmarket, e corridas da Irlanda a Alemanha, passando pela França e Inglaterra. A tarde a grande jornada de Cidade Jardim - onde espero que English Channel tenha êxito - e depois um Fla Flu decisivo. Haja coração. Como de sexta para sábado se dorme pouco, pois é intensa a movimentação na Australia, eu posso garantir a vocês, que devo dormir bastante, depois do Fla-Flu. Evidentemente se o Flamengo ganhar....

Outrossim, algo de muito especial aconteceu neste sábado. Always dream ganhou o derby, depois de vencer o Florida Derby e como eu estou sempre sonhando, achi que aquilo seria um aviso sobre o que aconteceria mais tarde. Nas vendas paulistas. Como é de dominio publico, visito haras três vezes por geração, e tento acompanhar o desenvolvimento daqueles a quem posso ter interesse. E este ano, um dos quais tinha interesse, era um tordilho filho de Acteon Man e Miss Serena, por uma serie de motivos.

Primeiramente por ser um cruzamento meu, estritamente direcionado para a grama e o fundo. Segundo por ser Miss Serena, uma das mais importantes reprodutoras que tive o ensejo de selecionar em Keeneland. Terceiro por ele ser filho de Acteon Man, um dos reprodutores em serviço no turfe nacional, por quem nutro muito respeito.  E quarto, pelo potro não estar - para minha surpresa - na parte selecionada dos leilões.

Ele foi o preço recorde das duas noites. Não me surpreendi, - embora o preço estivesse bem acima do que eu poderia supor - e isto apenas prova a tese, que ele estava na noite errada, talvez por não ter chamado a atenção de quem os selecionou.

Tenho uma teoria. Os cavalos que me chamam mais atenção, são aqueles que vão ser. Não exatamente aqueles que são, numa hora em minha opinião, ainda prematura. E explico porque. Cavalos são montados encima de ossos, musculos, ligamentos e cartilagens.  ªpr isto é tão importante seu desenho e sua criação. Quanquer desvios podem até ser desconciderados, mas não a distribuição de peso que ele deverá suportar. Porisso penso que se a coisa for forçada - antes da hora - certamente custará um preço futuro a aquele que nele investiu. Mas as vezes para quem vende, maquiar é mais importante do que criar.

Outrossim, para se chegar ao estágio de adquirir aquilo que um dia será, mas propriamente não é ainda, é necessario conhecimento e principalmente imaginação. Você tem que imaginar, como aquele animal, como aquilo fosse uma fotografia a ser ampliada. A foto tem que ser boa, pois, ampliar uma porcaria, só irá se ter uma porcaria maior. Como este crescimento se comportará, a gente controla, vendo o animal em diversos estágios de seu crescimento. isto lhe trará a certeza do que realmente está investindo.

Nos temos um problema fundamental sanitario, visando exportações, A coisa está fechada para a Europa e a porta, está apenas semi-aberta para os Estados Unidos. Mas para que não viermos a perder o mercado norte-americano, temos que resolver, ou nos garantir o caso da pyroplamose. Um dos muitos problemas que temos, o carrapato.

O potro de Acteon Man e Misse Serena, por nós selecionado e adquirido pela Black Opal, independentemente de ser nota 7 ou nota 10 - que é uma questão de quem o examina - está livre da pyro, o que para quem pensa em exportar tem um valor inestimável. 

O criador do potro, o nosso presidente Sergio Coutinho Nogueira, deu o exemplo. Um passo na direção certa. Fez os exames de pyro em seus seis melhores potros. Cabe ao selecionador verificar e exigir, que depois de comprado o exame seja repetido, da mesma forma que as radiografias sejam tiradas. Esta é a forma correta de se agir, seja um cavalo de 1,000 reais de prestação ou 10,000 de prestação. Na pista ninguém diz a eles, quanto custaram.

Se este tordilho vai ser aquilo que espero que seja, não cabe mais a mim a responsabilidade, e sim quem o vá treinar, mas uma coisa é certa, ele pode estar iniciando um novo processo de clareza e transparência em nosso mercado. Acho que nossa Associação deveria obrigar a quem fizer leilões sob sua chancela, a apresentar um exame de Eliza, e depois dar o direito do comprador de refazer o exame e devolver o anumal adquirido, se este der positivo, como hoje já é feito em relação as radiografias.

Em Keeneland isto é uma regra básica, e os cavalos tem os exames de EVA, além das radiografias, que podem ser repetidas pelo comprador, com direito a devolução, enquanto o lote não for retirado das dependências de Keeneland. Imaginem um importante investidor de além fronteiras que descobre depois da compra que seu animal não pode sair do pais, por causa da pyro? Isto não aniquilaria com nosso mercado?

A associação poderia inclusive subsidiar estes exames, para minimizar os custos dos criadores já submetidos a custos que me parecem fortes, para aquilo que eles poderão receber de volta no tattersall ou na pista.

Acho que já chegou a hora de garantirmos a tranquilidade do comprador. Isto é o primeiro passo para se abrir e manter um mercado internacional. Comprar um cavalo, ter a sorte dele ser um craque e não poder vendê-lo para o exterior, pois, ele tem pyro, faz parte de um turfe ultrapassado e que não preza naquele que investe.

A Black Opa - que embora nova, talvez seja uma das únicas empresas patrocinadoras de nosso turfe - marcou uma posição. Ela quer exportar e quer ter o direito de não ser barrada do baile, por causa de um carrapato. Imaginem que se cada proprietario forte, patrocinasse algo em nosso tirfe, vocês acham que não haveria uma melhoria substancial? Mas voltemos aos trilhos. O presidente de nossa associação, garantiu ao comprador a certeza de que o potro de Acteon Man e Miss Serena, se vier a ser aquilo que seus novos proprietarios sonham, pode seguir carreira ou simplesmente vender para o exterior.

Há, antes que eu me esqueça, o potro é imbreed em três ganhadores de derby: Shirley Heights (inglês e irlandes), Sir Ivor (inglês) e Northern Dancer (Estados Unidos)  e duplicações nas matriarcas Somethingroyal e Lalun, além de ter uma mãe Singspiel, da consagrada linha 1-l, e filha de uma 3/4 irmã do chefe de raça, El Prado.

Posso dormir ou vou ter que explicar?