HARAS SANTA RITA DA SERRA - BRASIL

HARAS SANTA RITA DA SERRA - BRASIL
HARAS SANTA RITA DA SERRA - CLIQUE NA FOTO PARA CONHECER NOSSO PROJETO

HARAS REGINA

HARAS REGINA
HARAS REGINA - CLIQUE NA FOTO PARA CONHECER NOSSO PROJETO

HARAS FIGUEIRA DO LAGO

HARAS FIGUEIRA DO LAGO
HARAS FIGUEIRA DO LAGO - São Miguel, São Paulo

STUD H & R

STUD H & R
STUD H & R - TOQUE NA FOTO PARA VER UM UM GP. BRASIL QUE VAI FICAR NA HISTÓRIA

HARAS SANTA MARIA DE ARARAS

HARAS SANTA MARIA DE ARARAS
AEROSOL, MESMO DEVOLVIDO PROVOU SER CRAQUE: TOQUE NA FOTOGRAFIA E VENHA CONHECER O BERÇO DE CAMPEÕES

HARAS SANTA TEREZA DO BOM RETIRO

HARAS SANTA TEREZA DO BOM RETIRO
ONDE A VELOCIDADE IMPERA - CLIQUE NA FOTO PARA CONHECER NOSSO PROJETO

HARAS NIJU

HARAS NIJU
toque na foto para conhecer nosso projeto

HARAS SANTA LUZIA DA ÁGUA BRANCA

HARAS SANTA LUZIA DA ÁGUA BRANCA
HARAS SANTA LUZIA DA ÁGUA BRANCA: VENCEDORES INTERNACIONAIS EM TRÊS CONTINENTES

albatroz bloodstock agency, Inc.

albatroz bloodstock agency, Inc.
albatrozusa@yahoo.com

quarta-feira, 13 de junho de 2018

PONTO CEGO: O IMPORTANTE É QUANTO SE PODERÁ GANHAR


Perguntaram-me na Gávea, porque do brasileiro não ter nenhuma atração maior pelo turfe, como tem por outros esportes, inclusive aqueles que geram menos emoções. E eu sem pensar respondi algo, que só depois, tive plena convicção de ser a pura realidade. Falta respeito ao cavalo de corrida, que no Brasil não é visto como um atleta, tão importante quanto um jogador de futebol ou um tenista.

Os jogos de baseball, em diversas cidades dos Estados Unidos, pararam no momento da carreira e transmitiram pelos telões a corrida de Justify, onde ele veio a se consagrar triplice coroado. O que isto representa? Respeito. E quando o disco foi crusado, salva de palmas e gritos. Uma verdadeira consagração. 

Justify é o novo herói do turfe norte-americano. Sua envergadura avantajada e aquele seu temperamento sóbrio, me fazem lembrar aquele gigante gentil que se nega à menor possibilidade de pisar em outras pessoas. Ele toma a ponta e se preocupa em fazer a sua própria carreira, Quando ganhou o Preakness, acossado que foi nos metros derradeiros, poucos não foram aqueles que acharam que ele, talvez não tivesse a stamina necessáia para a milha e meia. Çeo enganp. Esqueceram-se de um simples detalhe, que por si só já fazia toda uma diferença: e os outros teriam? 

E desde que coloquei os meus pés na Gávea, a pergunta a mim deferida, sempre parecia ser a mesma. Justify seria triplice coroado? Evidente que não havia certeza, mas via de minha parte uma grande possibilidade, na forma com sempre se portou em pista.

Pediram para mim explicar sendo Justify um filho de Scat Daddy, porque era alazão e grande. Eu não respondi, pois, se não teria que peguntar, por que a terra é redonda e azul? Talvez o fato de ser imbreed em Nijinsky poderia ter influênciado em seu tamanho, afinal eles tem hoje algo em comum: uma triplice coroa. A pelagem? Talvez o fato de sua mãe ou de sua avó, ambas alazãs. Enfim, justificativas sempe haverão. Outrossim, para dizer a verdade quando um cavalo chega ao estágio que Justify chegou, certas filigranas, não fazem o menor sentido de serem discutidas. Frankel ea Frankel por ser Frankel. E o mesmo se diz em relação a Justify. Se opinei sobre suas supremacias antes, ´apenas um caso de já ter visto este filme antes. Não muitas vezes, mais o suficiente para se ter a certeza do que deveria ser falado.

Justify tem, como disse, um fisico avantajado. Como Secretariat, Curlin, Nijinsky, Quick Road, Zenyatta e Revless igualmente tinham. Mas, como alguns dos citados, se move com a leveza de um cavalo médio. Seu galope é continuo, sua velocidade média constante e por imagem, seu galão parece ser 1-3  maior que a de seus adversários. Ele é capaz de percorer a mesma distância com mais velocidade e melho sinconismo.

Escrevi tão logo ele cruzou o disco em Santa Anita, que ali estava um triplice coroado. Muitos riram. Alguns duvidaram. Todavia, ele cumpriu a sua tarefa. Conquistou, sem sofrer, e a meu ver, sem nenhum atropelo.O que isto sugere? Competência e para mim competência gera respeito.

Comenta-se no baixo clero que já foi sindicalizado por US$60,000,000. Se foi merece cada centavo por ele dispendido e penso que apenas a Coolmore poderia se ressarcir deste investimento. usando-o em dois hemisférios e com um vultuoso número de éguas.

Competência cria respeito. Respeito trás confiança. E confiança gera dinheiro. A isto denomino, o circulo do sucesso.

Temos que começar a respeitar nosso cavalo de corrida como uma atleta que pode nos trazer além da alegria, muitos dividendos. Infelizmente a grande maioria dos nossos investidores se preocupa com o que vão gastar, esquecendo-se que o mais importante, é quanto poderão ganhar, naquele investimento. E a visão do futuro. A equação só será positiva, no momento em que se achar, o elemento certo e saber explorar nele, todo o seu potencial da forma que Baffert o fez. Vários são os triplices coroadps, mas quantas pessoas os treinaram? Baffert o único a fazê-lo com dois elementos.